EA SPORTS F1 22 entrega uma experiência digna de alta velocidade. Confira nossa review!

Ficha Técnica
Desenvolvido por: Codemasters
Publicado por: Electronic Arts
Gênero: Corrida
Série: Fórmula 1
Lançamento: 1 de julho
Classificação indicativa: Livre para todas as idades
Modos: Offline e Online
Disponível para: PS4, PS5, Xbox Series XlS, Xbox One e PC

 

A aposta de “Nova Era” de US$1,2 bilhão da Electronic Arts é conhecida por desenvolver o maior esporte de entretenimento virtual de automobilismo do mundo. A Codemasters promete com EA SPORTS F1 22 “concentrar na emocionante sensação de estar ao volante de um carro da F1”.

Com lançamento para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox Series X|S, Xbox One e PC, o novo capítulo da franquia trouxe não somente o novíssimo GP de Miami, mas também várias novas implementações como o F1 Life, F1 Sprint, Pit Stop Imersivo, Volta Rápida da Pirelli e Acessibilidade.

A nova temporada virtual da Fórmula 1 chegou. Pegue o capacete, coloque suas luvas e ligue os motores!

Preparados para a leitura? (Créditos: Codemasters)

Minha casa, Minha F1

F1 Life é o seu QG social. Nesse espaço, você pode personalizar seu piloto, exibir sua coleção de supercarros ou até mesmo de seus troféus conquistados em GPs tanto no Modo Carreira ou Minha Equipe. Diferente do que vimos na edição passada com a estreia do Ponto de Frenagem, esse novo recurso substitui o modo história do jovem piloto Aiden Jackson.

Senti falta das tensões seja nos bastidores ou nas pistas. A emoção do paddock à pista. Pesquisando sobre essa ausência, acabei descobrindo: Lee Mather, diretor criativo sênior da Codemasters disse (via Traxion Podcast) que “as razões são puramente logísticas, é um grande empreendimento fazer algo assim. É algo que leva muito tempo para elaborar. Então, criar essas cenas a cada dois anos nos sentimos mais confortáveis”.

É uma adição que jamais foi vista em toda a franquia, só que não agrega em absolutamente nada.

Microtransações através de moedas para mudar apenas roupas, móveis, tapetes, luminárias de grife, entre outros itens, pelo menos pra mim não é o foco em um jogo de corrida. É o DNA da EA Sports. Mas, espero que pare por aqui!

F1 22 possui suporte à VR no PC! (Créditos: Codemasters)

Atividades extracurriculares

Por outro lado, o F1 Sprint promove uma experiência que simula o calendário real da FIA. Tá, mas o que é isso? A corrida Sprint nada mais é que uma versão abreviada de uma corrida normal, ocorrendo em uma distância menor. Nesse recurso é introduzido a emoção, transmitindo assim aos fãs uma sessão competitiva em cada um dos três dias de ação na pista. O jogo possui todos os 23 circuitos e 10 equipes de 2022, e seguindo o calendário real — você não necessariamente precisa escolher essa opção, mas também uma temporada personalizada —, as pistas desse ano são: GP da Emilia Romagna, GP da Áustria e GP de São Paulo.

O Pit Stop Imersivo digamos que é o exemplo mais notável perto de uma experiência real. É muito gratificante o fator “risco/recompensa”, você solicita a entrada nos boxes e de acordo com a resposta da sua interação os mecânicos realizam as mudanças em um tempo ruim, bom ou perfeito. Ou seja, um erro fatal pode mudar totalmente o futuro da corrida.

Com supercarros da McLaren, Ferrari e Aston Martin, os desafios da Volta Rápida da Pirelli engrandecem a vida útil do jogo. Duelo de Rivais, Drift, Contra o Relógio, Autocross e etc. Aqui temos o objetivo de cumprir certos requisitos para atingir uma pontuação bronze, prata ou ouro.  O único problema após algumas várias horas experimentando cada modo mencionado até o momento, são as animações repetidas no pódio independentemente da equipe que escolhermos deixando a impressão de mesma configuração de celebração.

“Diga oi, amigão!” O Modo Foto é também o seu colega de equipe! (Créditos: Codemasters)

A imersão da “Nova Era”

Com alterações não apenas de estética, os novos protótipos foram redesenhados com pneus de 18 polegadas. Outro fator extremamente necessário a ser comentado é sobre a Inteligência ArtificialEla é ajustada de acordo com o piloto real. Em outras palavras, isso é maravilhoso porque diminui a distância entre um jogador veterano e iniciante, tornando a maior acessibilidade da franquia.

GP de Miami é o circuito destaque em F1 22! (Créditos: Codemasters)

Em relação às pistas, o GP de Miami é brilhante. O circuito situado no coração da cidade, possui longas retas que podem alcançar a velocidade de 320 km/h. Por fim, as pistas da Austrália, Espanha e Abu Dhabi receberam uma reformulação. Com o DualSense, senti uma autenticidade bem legal. Por meio da Resposta Tátil, foi possível sentir ao passarmos por cima da zebra a vibração dos pneus, transmitindo por exemplo qual roda está nessa superfície. Já por outro lado, o Alto-falante é usado quando solicitamos alguma informação com o nosso engenheiro e o Gatilho Adaptável é bastante utilizado como resistência na frenagem do veículo.

F1 22: Vale a pena?

O tamanho gigante não é apenas da roda, mas também o preço se tornando um dos principais fatores negativos. Na PlayStation Store do Brasil o jogo chega em duas opções: Edição Padrão e Edição dos Campeões.

F1 22 entrega uma experiência digna de alta velocidade tentando simular a emoção das pistas mesmo que virtualmente. Mas, mesmo assim, acaba deslizando com a monetização. Se tornou o lançamento de maior acessibilidade da franquia, e lembrando, localização completa em PT-BR, com muitas horas de diversão. Sendo fã de automobilismo ou não, vivenciar F1 é sempre recomendável.