Prey é exatamente o que os fãs querem em um filme do Predador. É tudo sobre a caça – e matanças insanamente brutais. Com referências aos outros filmes, esse com certeza é um dos melhores!

Ficha Técnica
Título: Prey: A Caçada
Ano de Produção: 2022
Dirigido Por: Dan Trachtenberg
Estreia: 05 de Agosto de 2022
Duração: 1h 39m
Classificação: Não recomendado para menores de 16 anos
Gênero: Ficção Científica – Ação
País de Origem: EUA
Sinopse: Neste prelúdio à história de Predador, O Predador: A Caçada é a história não contada de Naru, uma jovem guerreira altamente qualificada, desesperada para proteger seu povo do perigo iminente. Criada entre os maiores caçadores que vagavam pelas Grandes Planícies e confiante de que é tão capaz quanto os outros jovens caçadores, ela se propõe a proteger seu povo quando seu acampamento Comanche é ameaçado por uma criatura misteriosa. Ambientado no mundo da Nação Comanche no início de 1700, munida com armas primitivas, Naru persegue e finalmente confronta seu inimigo, que acaba sendo um predador alienígena altamente evoluído, com um arsenal tecnologicamente avançado, resultando em um confronto brutal e aterrorizante entre os adversários. Protegendo seu povo do predador que caça humanos por esporte, lutando contra a natureza, colonizadores perigosos, entre outros desafios, a jovem corajosa possui a força para enfrentar o que for necessário para manter seu povo seguro.

 

Harlan Kywayhat como Itsee em 20th Century Studios’ PREY, exclusivamente no Hulu. Foto cortesia de 20th Century Studios. © 2022 20th Century Studios. Todos os direitos reservados.
Um grande alívio para os fãs de Predador

O filme anterior da franquia Predador não foi o que os fãs esperavam, mas eles certamente ficarão emocionados e felizes com Prey, trazendo a franquia de volta às suas raízes. O filme mais recente já está disponível no Star+, infelizmente, não será exibido no cinema. No entanto, é tudo sobre a caça e está repleto de algumas mortes bastante brutais – que é exatamente o que um filme do Predador deveria ser.

 

Sobre o filme

 

Situado há 300 anos, Prey é tecnicamente o primeiro filme do Predator, cronologicamente. Esta é provavelmente a primeira vez que um Predator vem à Terra para sua caça, trazendo consigo algumas armas muito reconhecíveis. Ver a tecnologia alienígena contra as armas desses indígenas é uma das melhores partes do filme. Eles não têm poder de fogo ou armas, mas sim arco e flechas. Você pensaria que isso significa que eles serão abatidos quase imediatamente, mas eles são um povo engenhoso, lutando muito mais do que o esperado.

Embora haja toda uma tribo de pessoas no filme, o foco está em Naru, interpretada por Amber Midthunder, e seu irmão Taabe, interpretado por Dakota Beavers. Naru essencialmente passa pelo seu ritual de passaagem, para mostrar que pode ser sim uma caçadora, assim como o Predador. Os paralelos entre suas caçadas e suas jornadas é uma das coisas que torna Prey tão divertido e intrigante. Os dois se enfrentando leva a algumas sequências de luta bastante intensas e fodas.

Quando se trata de visuais e cenários, Prey realmente se destaca. Este filme realmente captura o passado com precisão histórica. Há até caçadores de peles franceses que entram na história, com conexões importantes com a franquia que terão verdadeiros fãs apontando para a tela e gritando de emoção.

Dane DiLiegro como o Predator em 20th Century Studios’ PREY, exclusivamente no Hulu. Foto cortesia de 20th Century Studios. © 2022 20th Century Studios. Todos os direitos reservados.
Predador

 

O visual do Predador é semelhante ao que vimos nos filmes anteriores, mas diferente o suficiente para fazer sentido que ele seja uma versão anterior do que os fãs estão acostumados. Ele tem uma aparência um pouco mais primitiva, mas é tão habilidoso em lutar quanto outros caçadores que vimos.

Em Prey tem alguns sustos e suspense, mas são as mortes verdadeiramente brutais e horríveis que roubam a cena. Há uma cena em particular que é impressionante de se ver, mesmo sendo a cena mais sangrenta do filme.

Com apenas 90 minutos de duração, Prey também tem um ritmo muito bom. Tem seus momentos lentos, principalmente em seu início, mas não perde tempo indo para a caçada e a ação, fazendo com que a hora final seja muito satisfatória. Com mini sequências de ação espalhadas por toda parte, e sem muitos diálogos para atrapalhar as coisas, a história se encaixa perfeitamente na franquia Predador e certamente manterá o público envolvido enquanto tudo acontece.

Não há muita substância na trama. É bastante básico e previsível. Mas é muito divertido, especialmente quando se trata de matanças, e não é disso que trata um filme do Predador? Este provavelmente não ganhará nenhum prêmio, e pode até acabar esquecível, além de alguns momentos-chave que se destacam e conectam este filme a outros da franquia, mas ainda vale a pena assistir.

Midthunder é facilmente o destaque em Prey. Ela mesma carrega muito do filme, o que não quer dizer que as outras performances não entreguem, porque entregam. Ela é tão boa que todos os olhos estarão nela sempre que estiver na tela. Naru é uma poderosa guerreira lutando e caçando para provar a si mesma, o que é exatamente o que o Predador também é. Escrever sua personagem para ser tão parecida foi uma escolha brilhante, e funciona maravilhosamente.

Considerações Finais

 

Prey é um dos melhores filmes do Predador. É divertido, sangrento e intenso. Os visuais são impressionantes e há algumas sequências de ação verdadeiramente épicas que terão fãs de longa data apontando todas as armas familiares e movimentos de luta. Ele merece estar na tela de cienma, seria ainda melhor a experiência, então espero que haja uma exibição limitada em algum momento no futuro.

Não é perfeito, mas é muito melhor do que o filme Predador mais recente. Levar a franquia de volta às suas raízes, literalmente, foi a escolha certa aqui e funciona. Midthunder é incrível e um oponente formidável para o Predador.

Minha nota para esse filme é: