Violet Evergarden chamou atenção do público logo com o seu trailer ao mostrar a belíssima arte e animação impecável. E esse ponto merece ser destacado, pois não apenas a animação era incrível como os produtores davam atenção a tudo, como os sons de fundo das pessoas andando, conversando, carros ou pássaros, era possível sentir a imersão na cena com todas as características tanto auditivas quanto visuais muito bem trabalhadas.
Inicia-se com Violet recebendo alta do hospital após servir na guerra quando perdeu os dois braços que foram substituídos por próteses mecânicas. Sem se preocupar consigo mesmo ela apenas pergunta sobre o Major Gilbert, que foi a pessoa quem cuidou dela, a ensinou a ler e escrever e a deu um nome, ao sair do hospital ela fica sob os cuidados de Hodgins um antigo amigo de campo de Gilbert.
Violet não tem nenhum conhecimento sobre sentimentos e ela é sempre bem direta em suas falas sem pensar no impacto que pode causar. Percebe-se isso na cena em que ela conhece a família que a adotaria. Ela começa a trabalha da empresa de correio de Hodgins entregando cartas até ter conhecimento do cargo de Autónoma de Automemórias e resolver ser uma para entender sobre sentimentos e compreender uma confissão que recebeu no passado.
Por ter sido criada e treinada para ser uma arma Violet possui uma memória magnífica e muita agilidade na hora de datilografar, mas falha na hora de interpretar os sentimentos dos clientes, ela não entende metáforas, ironias ou algo subjuntivo, ela sempre leva tudo ao pé da letra como se fossem as ordens que recebia no campo de batalhar.
Mas conforme mais trabalhos Violet vai ganhando mais ela vai compreendendo e se tornando uma pessoa sentimental, sentindo todos os pesos das vidas que tirou na guerra e se questionar se merecia continuar vivendo e se a mão que matou tantos poderia continuar escrevendo cartas que uniam as pessoas.
E cada história que Violet participa é emocionante, com certeza em alguma delas será impossível segurar as lágrimas. É formidável ver a evolução sentimental e social de Violet, a forma como ela se importa em cumprir seu dever e em ajudar as pessoas que solicitam seus serviços.
Ver a evolução emocional da personagem nos mostra que ela no fundo sempre foi uma boa pessoa, mas a forma que foi tratada como uma mera ferramenta a fez crescer desligada desses sentimentos, cuja única função era obedecer ordens e eliminar os inimigos.
É um anime que nos aquece, que nos deixa curiosos sobre como Violet lidará com os outros casos, qual sentimento ela terá, ver a brusca mudança de como ela era no campo de batalha e como ela é após de tornar Autómota é incrível, é como se nossa alma ficasse mais limpa a cada episódio.
E para quem não é chegado a dublagem de animes, esse é um bom para ir mudando a concepção e notar que as dublagens estão melhorando, e a de Violet Evergarden é simplesmente muito boa, cada voz combina com os personagens e transmitem muito bem os sentimentos de cada momento.
O enredo, a animação, a arte, a música, a dublagem todo o conjunto é simplesmente extraordinário, é um anime que não consegui encontrar algo para reclamar, é magnífico, com todo seu drama e um pequeno toque de ação para animar um pouco a trajetória da trama. Não me arrependo de ter assistido, e com certeza assistiria diversas outras vezes. E após o ultimo episódio na TV japonesa foi confirmado que há um novo projeto de Violet Evergarden em produção, não se sabe se é um filme ou uma nova temporada (já que muitas histórias da novel não foram adaptadas) o jeito é esperar por mais informações, mas para os amantes da obra seja qual for o projeto será aguardado com muita ansiedade.
Imagem referente ao novo projeto