Trek to Yomi é um belo tributo a Akira Kurosawa, um dos cineastas mais influente e importante na história do cinema.

Trek to Yomi - Capa
Ficha Técnica
Desenvolvido por: Flying Wild Hog, Leonard Menchiari
Publicado por: Devolver Digital
Gênero: Aventura, Luta
Série: Trek to Yomi
Lançamento: 05 de Maio de 2022
Classificação indicativa: 16 Anos
Modos: 1 Jogador
Disponível para: PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X e PC

 

Leonard Menchari e o estúdio Flying Wild Hog devem marcar seu nome na história após o lançamento de Trek to Yomi. A obra consegue nos levar para uma aventura dentro do Japão feudal e nos enlouquecer com todo o capricho primoroso de sua direção de arte utilizando apenas duas cores, preto e branco.

Pense numa ambientação rica em detalhes, utilizando uma apresentação cinematográfica de ponta, é impossível não atiçar nossa imaginação e tentar colorir por conta própria todos aqueles cenários. É de se impressionar como algo sem cor possa instigar tanto nossa curiosidade e ainda conseguir com sucesso nos afundar numa aventura.

Há algum tempo atrás…

Trek to Yomi conta a história de Hiroki, um samurai que jura proteger sua cidade e as pessoas que ama contra todo o mal. Porém uma tragédia ocorre e o levará para uma viagem além da vida e da morte, onde o jovem espadachim deverá confrontar a si mesmo e decidir por qual caminho irá seguir.

Samurai slasher Trek To Yomi cutting into May | Rock Paper Shotgun
Esse é Hiroki, nosso protagonista.

Esses caminhos realmente são distintos já que encontramos aqui uma narrativa influenciável pelo jogador, que decidirá em alguns pontos cruciais, o que mais importa para ele. Essas escolhas impactam o desfecho da história e aumentam o fator replay, por garantirem pelo menos 3 finais diferentes.

Ambientação

A campanha é curta e linear, mas a ambientação é tão rica em detalhes que as vezes você fica confuso sobre qual é o caminho principal. Não apenas objetos e construções da época do Japão feudal criam a estrutura dessa história, mas até mesmo as pessoas da vila, animais, o clima, tudo foi tão bem planejado que em muitas ocasiões parece que estamos a assistir um filme.

Trek To Yomi_20220421202502
A câmera tende a ficar fixa num mesmo ângulo, mas a distância (perto ou longe) varia bastante.

Trek to Yomi também conta com alguns caminhos secundários e esconderijos valiosos que podem resultar em achados importantes para a sua campanha. É possível encontrar munição para algumas armas, itens que aumentam sua vida e estamina, assim como relíquias que expandirão seu conhecimento sobre a cultura daquela época.

Jogabilidade meticulosa

No entanto, você deve estar se perguntando, como é a jogabilidade dessa obra? Ela é fluída, mas muito meticulosa. Os combates são frequentes e um verdadeiro desafio de paciência e sabedoria. Mas não pense que você irá poder fatiar seus inimigos com total liberdade, pois é necessário calma para estudar seus movimentos e atacar ou se defender na hora correta.

Trek to Yomi Gameplay Trailer Gives Better Look at Beautiful Black & White Swordplay - ComingSoon.net
A composição da imagem para os duelos, surpreende.

Os inimigos são bem variados, assim como os chefes proporcionam uma ótima diversão ao tentarmos descobrir o melhor método de derrotá-los. Além da sua espada, Hiroki também irá encontrar armas lançáveis em sua trajetória pelos 7 capítulos do jogo – a campanha possui em torno de 5 horas.

Armas e munições

As armas lançáveis – como o arco e flecha – precisam de munição que pode ser encontrada no cenário, assim como ter seu espaço de armazenamento aumentado. Essas armas lançáveis são muito úteis para enfrentar inimigos que também lutam a distância, como para sobreviver num momento crítico.

Já a sua espada irá evoluir de forma bastante agradável. Conforme desenrolamos essa trama, podemos encontrar ou aprender novos golpes que tornarão os combates mais “fáceis” e divertidos, já que possuiremos uma vasta lista de ações possíveis.

Trek to Yomi, é difícil?

Os combates em si são todos realizados com uma câmera fixa lateral, limitando nossos golpes a serem executados apenas para o lado esquerdo ou direito. Isso é claro, se você não encontrar armadilhas no ambiente que eliminarão os inimigos sem quase nenhum esforço da sua parte.

Hiroki está em frente a um ponto de controle na imagem, assim que utilizá-lo, o mesmo se apaga.

Entretanto não precisa se preocupar com dificuldade, você pode reduzi-la a qualquer momento ou aumentá-la. Trek to Yomi também é recheado de pontos de controle, que além de recuperarem sua vida, também irão salvar o seu jogo. Porém alguns deles foram mal distribuídos, se em algumas partes existe o excesso deles, em outros o jogador irá se sentir desamparado.

Trilha Sonora

A trilha sonora é memorável, nos fazendo vibrar na hora do combate e contribuindo na apreciação da paisagem nos momentos de calmaria. Ademais, os efeitos sonoros estão ótimos – mesmo que pouco dos atributos do DualSense tenham sido utilizados.

A localização das vozes está toda em japonês, o que já era esperado. Porém toda a interface e legendas se encontra em Português do Brasil. A única crítica fica por conta da falta de acessibilidade quanto ao tamanho das fontes, elas são muito pequenas, incomodando até mesmo a vista de jogadores saudáveis. Fora isso, pela tonalidade do jogo ser apenas em preto e branco e as legendas serem brancas, em alguns momentos elas ficam completamente camufladas e impossíveis de serem lidas.

Trek to Yomi: Vale a pena?

Trek to Yomi é uma obra que se torna obrigatória para fãs de Samurais ou do Japão feudal, por conseguir nos apresentar toda uma cultura de uma forma tão bela e original. Porém mesmo para aqueles que são meros curiosos, o jogo se torna agradável por apresentar um conjunto de qualidades tão grande para um título independente. Na verdade eu recomendo ele até para cinéfilos, pois a cinegrafia realmente impressiona e consegue recriar com sucesso a experiência de um filme clássico de samurais.

O Teoria Geek agradece a Devolver Digital pela chave de PlayStation 5 fornecida para a produção dessa análise.


Confira mais matérias como essa clicando aqui!