Tomb Raider (Tomb Raider: A Origem), é um filme de ação e aventura de 2018, dirigido por Roar Uthaug, baseado no jogo de vídeo game de mesmo nome da Crystal Dynamics de 2013, que inclui elementos de sua sequência, sendo um reboot da franquia Tomb Raider. Produzido pela Metro-Goldwyn-Mayer, Warner Bros. Pictures, GK Films e Square Enix e distribuído pela Warner Bros. Pictures, é protagonizado por Alicia Vikander, Walton Goggins, Daniel Wu e Dominic West.

  • SINOPSE: Aos 21 anos, Lara Croft (Alicia Vikander) leva a vida fazendo entregas de bicicleta pelas ruas de Londres, se recusando a assumir a companhia global do seu pai desaparecido (Dominic West) há sete anos, ideia que ela se recusa a aceitar. Tentando desvendar o sumiço do pai, ela decide largar tudo para ir até o último lugar onde ele esteve e inicia uma perigosa aventura numa ilha japonesa.

Lançado neste ano, 2018, Tomb Raider veio para “reiniciar” sua franquia nos cinemas. Mas antes de se reconstruir para as telonas do mundo, Tomb Raider se recriou em 2013 no universo dos games, iniciando uma nova era de Lara Croft, onde a história não possui relação nenhuma com os jogos e filmes anteriores.

O filme Tomb Raider (Tomb Raider: A Origem) recebeu muitas críticas negativas em relação ao seu enredo e também que o filme não está totalmente de acordo com a história do jogo. Entretanto o filme já explicava que iria se basear no enredo e incluir elementos do jogo, porém nós podemos imaginar que não iria seguir literalmente todos os acontecimentos do game.

Podemos imaginar que seja muito difícil recriar em um filme todas as cenas de um jogo de vídeo game, pois, os jogos usam somente de computação gráfica. Sim, não podemos deixar de comentar que hoje no universo dos jogos já possuí atores dando vida a personagens, porém ainda sim é tudo computadorizado.

Dando esse desconto vamos para Tomb Raider. Para quem é fã da franquia e já jogou os novos jogos irá de uma certa forma gostar muito do filme, por entender que para recriar o jogo em um filme, ainda mais Tomb Raider, não teria como ser somente 118 minutos em um filme só e sim teria que ser no mínimo umas 3 horas de duração, só na parte de exploração da ilha.

Enfim, Tomb Raider (Tomb Raider: A Origem) realmente deixa a desejar em alguns momentos. Podemos dizer que quando Lara decidi ir explorar a misteriosa ilha na costa do Japão teremos duas situações que difere muito do jogo. A primeira é que no jogo Lara vai com uma equipe de cientistas explorar a ilha, e no filme ela só vai com o capitão do navio. E a segunda situação é talvez a grande diferença do filme ALERTA DE SPOILER – , que é o pai de Lara, onde no jogo ele já está morto, e no filme ele está vivo. Talvez isso seja o mais estranho e errado no filme, do que Lara não ter a equipe de cientistas junto com ela.

Vamos falar sobre o filme sem dar muito spoiler para quem ainda não assistiu. Lara com a ajuda de Lu Ren, que é o capitão do navio, seguem para a ilha de Yamatai na costa do Japão para procurar por seu pai. Ela consegue a localização e informações sobre a ilha com os documentos deixados por ele.

No entanto ao conseguir chegar na ilha depois do naufrágio Lara é capturada pelo vilão do filme Mathias Vogel, e este pega os documentos dela que mostra a localização de Himiko, no qual o vilão está em busca há 7 anos, e que seu pai tinha descoberto no passado.

Depois de conseguir fugir das mãos do vilão Lara passa por alguns momentos de ação e sobrevivência, no qual uma cena muito bem feita se destaca, onde ela tenta sobreviver de uma queda de um avião que está preso entre pedras num penhasco. E logo após sobreviver a queda Lara reencontra seu pai desaparecido.

E a partir desse momento que o filme começa a ter mais ação e um novo propósito para Lara, que é impedir o vilão Mathias Vogel de conseguir o que ele veio buscar.

Por fim,

Tomb Raider (Tomb Raider: A Origem) possuí muitos aspectos e elementos do jogo sim, mas peca na criação da história para o filme no momento em que jogadores querem comparar o filme ao jogo. Faltou sim estar um pouco mais relacionado com o jogo, porém para o filme este percurso, o caminho escolhido, possa ter sido o mais válido na hora da criação, do que o enredo do jogo em si. – Temos que pensar também que não é fácil recriar um filme totalmente baseado no game.

Sem muito mais, o filme é muito interessante para quem gosta da franquia. Tomb Raider (Tomb Raider: A Origem) veio para ressurgir no mundo dos filmes, não obteve muito sucesso entre os críticos de cinema, como também quanto aos espectadores, mas não podemos deixar de assistir e tirar nossas próprias conclusões.

Nota IMDb: 6,4 / 10,0

Minha Nota: 7,2 / 10,0

Ficha Técnica:

Título:  Tomb Raider (Tomb Raider: A Origem)

Elenco: Alicia Vikander, Walton Goggins, Daniel Wu, Dominic West, Hannah John-Kamen, Antonio Aakeel

Distribuidor: WARNER BROS

Diretor: Roar Uthaug

Roteiro: Geneva Robertson-Dworet e Alastair Siddons

Gênero: Ação e Aventura

Duração: 118 minutos

//www.youtube.com/watch?v=vd0mnunx6-Y