Entre os dias 24 e 30 de maio acontecerá a 1ª Mostra Povoar de Teatro de Rua, realizada via Lei Aldir Blanc. O evento será gratuito e contará com espetáculos para todas as idades na dança, circo e claro, o teatro. Além disso, também acontecerão oficinas de Dança Urbanas, Teatro de Cordel, Interpretação, bem como, Corpo e Movimento.

Mostra de Teatro de Rua - Poster

Mostra Povoar de Teatro de Rua acontece online de forma gratuita


O Sítio Histórico do Porto, em São Mateus (ES), ganha novos olhares a partir da 1ª Mostra Povoar de Teatro de Rua, que será realizada online e de forma gratuita. Acontecerá entre os dias 24 e 30 de maio.

De início, idealizado por Rafaella Vagmaker, o projeto toma corpo graças à Lei Aldir Blanc, com apoio da SeCult/ES. Ademais, o evento contará com espetáculos para todas as idades na dança, circo e claro, o teatro. Além disso, também com o intuito de valorizar os artistas locais, acontecerão oficinas de Dança Urbanas, Teatro de Cordel, Interpretação, bem como, Corpo e Movimento. Da mesma forma que a história do Porto sobrevive ao tempo, as artes também continuam vivas durante a pandemia, sempre evoluindo e adaptando-se.

Dose dupla - Crédito Danilo Schellmann
Dose dupla – Crédito Danilo Schellmann
Assim explica Rafaella Wagmaker, produtora:

“Por ser uma mostra de teatro de rua que tivemos que adaptar as apresentações que seriam na rua para um teatro alternativo, priorizamos a seleção de espetáculos que tenham estrutura técnica adaptável para espaço alternativo, de classificação livre, comicidade e diversidade nas linguagens artísticas. Já as oficinas foram pensadas a partir de um mapeamento de artes educadores da cidade de São Mateus, com intuito de valorizar os profissionais locais e temáticas que se aproximam do teatro de rua e, também, das experiências dos próprios artistas escolhidos.”

A produtora cultural Rafaella Vagmaker iniciou sua trajetória artística no Sítio Histórico do Porto, em São Mateus (ES). Desse modo, foi por essa afetividade que o local foi escolhido para receber a Mostra Povoar de Teatro de Rua.

Rafaella avalia:

“A Mostra Povoar já estava escrita na minha cabeça, precisava da oportunidade para colocar no papel e realizar. A motivação sempre foi de querer compartilhar meus conhecimentos e vivências adquiridas na gestão cultural com a cidade. A inspiração principal é o Sítio Histórico Porto, sua relevância histórica e cultural e também a comunidade, os artistas que ali estão e passaram.  As manifestações artísticas do Teatro de Rua, da Cultura Popular, por serem autênticas, alegres, divertidas, atraem o público da rua que se relaciona com os transeuntes, com os espaços urbanos e tudo que ele interfere no cotidiano.”

Ainda de acordo com Rafaella Vagmaker o maior desafio é “realizar um evento nesta situação pandêmica que estamos vivendo e com todos os adventos tecnológicos que estamos precisando adaptar para que literalmente ‘a rua entre na casa das pessoas’; que possamos cativar o público para estar presente virtualmente na nossa programação. Sabendo que tudo hoje está girando em torno do online; computador e celular.”, desabafa.

Caburé - Crédito Brunela Negreiros (baixa)
Caburé – Crédito Brunela Negreiros (baixa)

Gestora e produtora cultural, Rafaella Vagmaker também é curadora de espetáculos artísticos e atriz. Iniciou os trabalhos artísticos aos 16 anos, fazendo teatro na escola; aliás, foi o que a influenciou a graduar-se em Artes Cênicas, na Universidade Vila Velha. Além disso, atuou por quase 10 anos como assessora em Artes Cênicas pelo Sesc Glória, em Vitória (ES), onde aprendeu sobre a parte técnica da gestão de cultura.

Mostra Povoar de Teatro de Rua


Em suma, a 1ª edição da Mostra Povoar de Teatro de Rua é uma idealização de Rafaella Vagmaker, que também atua na coordenação geral, bem como, curadoria. A coordenação administrativa e financeira é de Maicom  Souza; enquanto a coordenação de transmissão ao vivo é de Leonardo Almenara, além disso, também é responsável pelo design gráfico e direção fotográfica. A assistência de direção fotográfica ficou por conta de Fábio Prieto, que também atuará na cobertura fotográfica do evento, acompanhado de André Stefson, que, aliás, é o coordenador técnico de iluminação. O técnico de som é Clayton Sampaio, e a produção local é de Marcelo Oliveira. A elaboração do site é de Bruna Kethily. Por fim, o evento terá transmissão realizada por Alif Produtora.

Ademais, a 1ª edição da Mostra Povoar de Teatro de Rua tem apoio do Edital de Seleção de Projetos e Concessão de Prêmio Artes Integradas, Lei Aldir Blanc 2020. Além disso, também tem o Apoio Institucional da Secretaria de Cultura de São Mateus e Associação de Moradores do Porto (ES). Enfim, o evento é uma realização RV Produções Artísticas, bem como,  Bule Estudio Criativo Produções Artísticas LTDA.

A Noite Iluminada - Crédito Mônica Samudio
A Noite Iluminada – Crédito Mônica Samudio

Serviço


1ª Mostra Povoar de Teatro de Rua

Data: 24 a 30 de maio (segunda-feira a domingo)

Horário: 10h (24, 25, 26 e 28 de maio) l 9h (27, 29 e 30 de maio)

Local: Plataforma Zoom e YouTube

Entrada: Gratuita

Inscreva-se nas oficinas

Classificação etária: Livre

PROGRAMAÇÃO


24/05 (segunda-feira)

10h ao 12h – Lil Rick Dance Classa – Danças Urbanas (via Zoom) – com Henrique Silvestre (São Mateus/ES)

15h às 18h – Oficina de Teatro de Cordel (via Zoom) – com Cesar Domiciano (São Mateus/ES)

25/05 (terça-feira)

10h ao 12h – Lil Rick Dance Classa – Danças Urbanas (via Zoom) – com Henrique Silvestre (São Mateus/ES)

15h às 18h – Oficina de Teatro de Cordel (via Zoom) – com Cesar Domiciano (São Mateus/ES)

19h – Abertura Oficial com Lira Mateense (via YouTube)

26/05 (quarta-feira)

10h ao 12h – Lil Rick Dance Classa – Danças Urbanas (via Zoom) – com Henrique Silvestre (São Mateus/ES)

15h às 18h – Oficina de Teatro de Cordel (via Zoom) – com Cesar Domiciano (São Mateus/ES)

19h – Espetáculo Caburé (via YouTube) – com Instituto Cultural Tambo de Raiz (Conceição da Barra/ES)

Dança da emoções - Crédito André Rios
Dança da emoções – Crédito André Rios
27/05 (quinta-feira)

09h às 11h – Oficina Corpos sem Permissão (via Zoom) – com Marcelo Cruz (São Mateus/ES)

10h ao 12h – Lil Rick Dance Classa – Danças Urbanas (via Zoom) – com Henrique Silvestre (São Mateus/ES)

15h às 18h – Oficina de Teatro de Cordel (via Zoom) – com Cesar Domiciano (São Mateus/ES)

15h às 18h – Oficina Palco X Tela: as diferenças e similaridades da interpretação do teatro e para o cinema (via Zoom) – com Lucas de Jesus (São Mateus/ES)

19h – Espetáculo Dose Dupla (via YouTube) – com Lacarta Circo Teatro

28/04 (sexta-feira)

10h ao 12h – Lil Rick Dance Classa – Danças Urbanas (via Zoom) – com Henrique Silvestre (São Mateus/ES)

15h às 18h – Oficina Palco X Tela: as diferenças e similaridades da interpretação do teatro e para o cinema (via Zoom) – com Lucas de Jesus (São Mateus/ES)

19h – Espetáculo A Eterna Ex Princesa da Zona Sul (via YouTube) – com Grupo VIII Dinastia (São Mateus/ES)

29/05 (sábado)

09h às 12h – Oficina Corpos sem Permissão (via Zoom) – com Marcelo Cruz (São Mateus/ES)

15h às 18h – Oficina Palco X Tela: as diferenças e similaridades da interpretação do teatro e para o cinema (via Zoom) – com Lucas de Jesus (São Mateus/ES)

19h – Espetáculo Dança das Emoções (via YouTube) – com Poéticas do Corpo (Vitória/ES)

30/05 (domingo)

09h às 12h – Oficina Corpos sem Permissão (via Zoom) – com Marcelo Cruz (São Mateus/ES)

15h às 18h – Oficina Palco X Tela: as diferenças e similaridades da interpretação do teatro e para o cinema (via Zoom) – com Lucas de Jesus (São Mateus/ES)

19h – Espetáculo A Noite Iluminada (via YouTube) – com Companhia Junco (Buenos Aires/Vitória)

A Eterna ex-Princesa da Zona Sul - Crédito José Eduardo Pavan
A Eterna ex-Princesa da Zona Sul – Crédito José Eduardo Pavan

Enfim, acompanhe o projeto no Instagram.


Leia mais notícias AQUI, no TG.