Stranger Things consegue manter o nível de qualidade e é destaque mais uma vez entre as séries da Netflix.

Stranger Things 4ª Temporada
Ficha Técnica
Título: Stranger Things
Ano de Produção: 2022
Dirigido Por: Irmãos Duffer
Estreia: Completa em 1º Julho de 2022
Duração: 50 à 150 minutos
Classificação: 16 anos
Gênero: Fantasia, Drama, Ação, Suspense
País de Origem: EUA
Sinopse: Enquanto se recuperam dos eventos do ano anterior, a gangue tenta seguir com suas próprias vidas. Entretanto, uma nova ameaça começa a surgir, mesclando os limites entre Hawkins e o Mundo Invertido.

 

Toda temporada sentimos aquele medo de a série entrar no mar da mesmice ou fazer algo inconcebível no roteiro. Porém os irmãos Duffer possuem uma excelente mão na “cozinha” do entretenimento e surpreendem com outra temporada de tirar o fôlego.

Ficando a par das coisas…

Após os eventos da terceira temporada, todos os personagens parecem deslocados. Afinal, com Eleven (Millie Bobby Brown) e os Byers morando na Califórnia e deixando seus pares amorosos e amigos em Hawkins, a sensação de que tudo está errado é palpável.

Logo nos primeiros eventos da quarta temporada é nítido que por mais que nossos amados personagens finjam estar tudo bem, todos de alguma forma, estão sofrendo. Entre eles, Eleven é a que mais está se sentido um peixe fora d’água, lidando com o luto pelo pai, a ausência de seus poderes, a falta de Mike e toda sua rede de amigos, enquanto lida com bullying na escola.

Stranger Things 4 tem melhor fim de semana de estreia da Netflix

No entanto é claro que o roteiro avança para diversas direções, quando pequenas atitudes dos personagens e acontecimentos inusitados, resultam em arcos únicos que vão se desenvolvendo separadamente, até se unirem de novo. E o mais legal de tudo? É que você fica ansioso pelo desfecho de cada um deles, sem exceções.

Personagens

Stranger Things tem o dom de fazer você se importar com cada um dos personagens, pois até aqueles que são apresentados na temporada em andamento, conseguem fazer você se sentir abalado em cenas de perigo. Tudo isso se deve ao excelente roteiro e direção da série, assim como a performance de seus atores.

Eddie Munson (Joseph Quinn), é um desses personagens que chegou de mansinho e arrebentou na temporada 4. O rapaz é um rockeiro, muito do simpático que lidera o grupo Hellfire, de jogadores de D&D. Ele se torna destaque devido a alguns incidentes em Hawkins e vai marcar presença nesses novos episódios.

Stranger Things 4ª Temporada

Porém se uma figura já conhecida merece reconhecimento, essa é Max Mayfield (Sadie Sink). A jovem ruivinha conseguiu trazer uma atuação incrível no episódio 4 que deixará muitos aos prantos ou no mínimo com o coração dolorido. Você nunca mais escutará Kate Bush do mesmo jeito.

Efeito “Tu-Dum”

E não é só de narrativa e atuação que Stranger Things vai capturar sua atenção. Algumas cenas estão sensacionais, e não estou exagerando, tem pelo menos uma que deve ser a melhor cena de toda a série no quesito explosões e coisas do tipo.

A quarta temporada está muito sangrenta, mas talvez não do jeito que você está esperando. Tem muito monstro envolvido, e confrontos ou fugas de prender a respiração pra não perdermos nenhum detalhe. Lembra que eu disse no começo da crítica que a trama se divide? Pois então, toda ela tem boas doses de ação e também grandes viradas no roteiro, uma montanha-russa de emoções define bem essa temporada.

There's a Freddy Krueger Easter Egg Hiding in These New "Stranger Things 4" Images - Bloody Disgusting

Agora se você está esperando um episódio musical quando todos estão em perigo e tudo pode dar errado, também temos. Talvez essa seja uma das grandes sacadas da série, quebrar o medo da “missão” apostando em conversas e situações engraçadas, pra mostrar da onde vem a coragem daquele pessoal – do amor e amizade que vinculam toda aquela turma.

Ambientação

Se tem algo que nunca deixou a desejar nessa série, é a ambientação. Desde cenários que facilmente poderiam virar wallpapers, até os figurinos coloridos dos anos 80, tudo realmente se encaixa e deixa um clima muito confortável para acompanharmos a aventura. Ademais, com personagens espalhados por vários cenários, temos uma grande variedade deles que enriquecem ainda mais a qualidade visual dessa 4ª temporada.

Já a trilha sonora, também continua notável e pode causar o delírio dos fãs de uma determinada banda. Assim como alavancar uma música esquecida tornando-a uma das mais tocadas em um país, tamanho a intensidade que a escolha da faixa representa numa cena.

Vecna, the 'Stranger Things' Season 4 Villain, Explained | Marie Claire

O vilão da vez “Vecna” também está incrível, com um aspecto aterrorizante, principalmente se você for avesso a aracnídeos. O trabalho em cima do ator que o representa é deslumbrante, o monstrão deve ficar registrado para sempre em nossas memórias.

Críticas Negativas?

É quase impossível você colocar defeito em Stranger Things, suas maiores críticas negativas estão ligadas ao gosto pessoal de quem assiste “eu acho que deveria ter acontecido isso, acredito que aquele relacionamento deveria seguir de tal jeito” e coisas do tipo.

Porém se ouso me intrometer quanto ao trabalho dos irmãos Duffer, talvez seja a falta de coragem em matar alguns de seus personagens. Por mais que doam, esses eventos traumáticos para quem está assistindo permeiam uma profundidade ainda maior a série. Existem mortes? Sim. A gente sente por elas? Sim. Mas não tanto quanto outros personagens que também estavam na forca. Entretanto, é fato que a trama está mais adulta e ainda podemos sofrer demais no desfecho dessa história.

Veredicto: Stranger Things 4ª Temporada

A temporada 4, é o início do fim, e desenvolve todos os seus personagens para o que tende a ser o confronto final, trazendo a qualidade de sempre em todos os seus aspectos técnicos e também na qualidade de atuação de seus atores, sejam eles principais, ou secundários.

Deve ser de opinião geral a qualidade de Stranger Things, é uma série a nível de Game of Thrones, só que com um gênero completamente diferente. Nossa única preocupação para com ela, é que ao estarmos indo agora para a temporada final, descobrir se os irmãos Duffer sabem escrever um final digno a esta que promete ser uma série assistida por várias gerações.

Continue a nadar. Continue a nadar.