Saiki Kusuo no Psi Nan é um anime de comédia que se passa no cotidiano da vida escolar. Ele conta a história de Saiki, um menino que nasceu paranormal e toma isto como um grande fardo.

Ele provavelmente se contentaria em passar sua vida comendo gelatina de café e escondendo sua paranormalidade, porém ele acabou atraindo a atenção de pessoas um tanto chamativas na escola que estão decididas a se tornarem seus amigos.

Nendou, o cara que afasta a todos com o seu jeito de valentão. Ele tem a cabeça tão vazia que nem Saiki é capaz de lê-la, porém, como seus colegas não gostam dele, Saiki não se importa que ele fique por perto. Junto a este grupo já estranho temos Kaidou, uma pessoa muito delicada e medrosa. Ele simplesmente se ocupa em agir como se estivesse sendo perseguido por uma organização das trevas. Adivinhem quem ele escolheu como seu companheiro de combate !

Como se não bastasse ser seguido por dois colegas temos Teruhashi, a menina mais bela da escola. Ela não aceita que algum menino não suspire por ela, por causa disto se dedica a fazer Saiki se apaixonar. Como resultado ele está igualmente decidido a fazer com que ela o esqueça.

Ao vermos a dificuldade do personagem e em esconder seus poderes podemos pensar que eles não passam de um fardo, porém ao observarmos o modo como ele os usa para proteger os demais mostra que ele na verdade ama as pessoas de sua vida.

Saiki está sempre por perto para evitar que seus amigos se metam em uma situação constrangedora ou se machuquem. Apesar de dizer que ” a vida não surpreende“, observa com curiosidade para ver como vão lidar com seus problemas. Mesmo alegando que não se zanga, ele o faz quando falam mal de sua família ou se aproveitam de alguém.

Enfim, um personagem que originalmente não parecia ser identificável é parecido com muitos de nós. Saiki demonstra seu carinho sem que perceba e isso atrai as pessoas ao seu redor (e gera seus problemas). Para aqueles que são mais de demonstrar do que falar, este anime não será apenas para rir, mas para mostrar como gestos interferem na vida de quem é importante para nós.

~Lari