The Suicide of Rachel Foster possui uma narrativa intrigante que vai prender o jogador por um par de horas do começo ao fim.

Ficha Técnica
Desenvolvido por:ONE-O-ONE GAMES
Publicado por:Daedalic Entertainment
Série:The Suicide of Rachel Foster
Lançamento:9 de Setembro de 2020
Gênero:Aventura, Casual, Indie
Classificação indicativa:16 anos
Modos:Single Player
Disponível para:Windows, Playstation 4 e Xbox One

A narrativa começa após alguns eventos que farão nossa protagonista voltar para o hotel de sua família, onde passou sua infância. Nicole passaria apenas poucos minutos resolvendo alguns pormenores para vender o imóvel abandonado, contudo as coisas não saem como o planejado.

Parece uma obra literária

O jogo lembra muito um livro de suspense, mas daqueles que te tratam com respeito e vão soltando informações aos poucos. Primeiro você fica presa pela tempestade de neve que chega na região. Após um telefone móvel toca e um agente da FEMA começa a se relacionar com você e por fim, acabamos por descobrir alguns segredos de família escondidos nas paredes do hotel.

É muito interessante a forma com que a produtora resolve te contar a história, pois você nunca vê sua personagem, na realidade, você não vê personagem algum. Mesmo em pequenas cinemáticas ou eventos que envolvem outras pessoas, fisionomias não são reveladas, você fica sempre na vontade.

Simples, mas de bom gosto

The Suicide of Rachel Foster é um simulador de caminhada, onde é possível interagir com objetos, utilizar itens e visualizar mapas. Como a visão é em primeira pessoa, existe uma certa imersão dentro do jogo, mas a jogabilidade em si é bem crua e poderia ter sido mais aprimorada.

Ambientação, gráficos e demais detalhes técnicos são satisfatórios, afinal não podemos esquecer que é um título indie.

The Suicide of Rachel Foster

Algumas ressalvas

Seu ponto mais forte realmente fica a cargo do enredo, impressionando por focar tão somente em uma única pessoa o jogo inteiro e ainda sim nos deixar hipnotizados pelo fim da trama. Mas algumas coisas deixam a desejar, mesmo tendo vários idiomas a serem escolhidos, português não está entre eles.

Ademais em algumas ocasiões o áudio simplesmente para bem no meio de uma conversação, o que acaba fazendo você perder o fio da meada se não estiver utilizando legendas.

The Suicide of Rachel Foster

Para os caçadores…

Já para você que gosta de pegar todos os troféus ou conquistas do jogo, fique sabendo que é uma platina bem fácil. São poucos troféus perdíveis e se você analisar algum guia, vai poder obter todos no decorrer de uma única jogada.

Entretanto, aqui fica uma problemática. Mesmo a história sendo dividida em dias, o jogo não possui seleção de capítulos. Logo se você quiser jogar novamente alguma parte por curiosidade ou necessidade, terá que percorrer tudo novamente. Além de ter que lidar com todos os diálogos que não possuem opção de ser “pulados”.

Pode colocar na lista!

Então, se você é uma pessoa que curte exploração e investigação, The Suicide of Rachel Foster é uma excelente pedida para passar o tempo. Ele é divertido, interessante e vai te impressionar com suas reviravoltas.

Devido a duração do jogo ficar em torno de 2 à 3 horas, talvez o valor de R$83,50 na Playstation Store possa ser considerado um pouco salgado. Mas o jogo é excelente e merece entrar na sua lista de “aguardando promoções”.