Com uma história misteriosa e tristonha, Heal: Console Edition tenta cativar o jogador com seus puzzles criativos e cheios de desafio. Heal foi lançado originalmente em 2020, e agora o game da Ratalaika Games retorna com uma versão Console Edition. Confira abaixo nosso Review de Heal: Console Edition.

Heal: Console Edition
Ficha Técnica
Desenvolvido por: Jesse Makkonen
Publicado por: Ratalaika Games
Gênero:: Puzzle, Point-and-Click
Série: Heal
Lançamento: 16 abril de 2021
Classificação indicativa: 10
Modos: Single Player
Disponível para: PlayStation 4/5, Xbox One, Xbox Series S/X, Switch, PC

 

Uma história contada com Puzzles

Heal: Console Edition foi criado pela mesma mente por trás do game Distraint, e mantém a mesma narrativa. Em Heal, você não vai ser introduzido a uma história, e em boa parte da sua jogada, você mal vai saber o que esta acontecendo. Você começa a jogar a partir da sua poltrona, e por algum motivo, as coisas em sua casa estão se deteriorando.

Você vai explorar alguns cômodos e vai ser obrigado a resolver uma série de enigmas para que você possa prosseguir em sua jornada. A cada puzzle resolvido, a dificuldade aumenta, e com isso, alguns jogadores podem ficar desencorajados em continuar. Entretanto, o game é curto, e pode ser terminado em cerca de 1 hora de gameplay, caso você jogue sem fazer uso de guias.

Heal – Jogo passa uma sensação de tristeza e degradação.

Ademais, se você conhece games do gênero Point-and-click, ou jogos de puzzle, aonde o objetivo é escapar de algum quarto, você não vai ter grandes surpresas em Heal. Basta se concentrar e ter um pouquinho de atenção, que todos os enigmas vão se resolver.

Puzzles – Para todos os gostos

Para jogar Heal: Console Edition, você deve gostar de puzzles, pois o jogo se baseia inteiramente nisso. Você vai se deparar com quebra cabeças de todos os tipos, desde números, até peças de quadros por exemplo. Vale ressaltar que apesar de serem até interessantes, não há nada de novo nesses puzzles, ao menos se você não tenha costume de jogar esse tipo de game, você deve ter se deparado com algo do tipo em algum momento em outros jogos.

Ademais, apesar de Heal ser um game bem simples, os controles em alguns momentos conseguem dificultar as coisas. Em algumas ocasiões você fica brigando para fazer certos tipos de movimentos necessários para resolver algum puzzle. Não é nada grotesco, mas bem que poderia ser melhor trabalhado, ainda mais quando falamos dos consoles de nova geração.

Heal – Controles poderiam ser mais precisos.

Um momento de dificuldade por exemplo, é quando você precisa resolver o puzzle do telefone. Girar o painel do telefone para discar os números, tem uma certa dificuldade pois você precisa fazer o movimento exatamente na posição do teclado, e isso é pouco intuitivo.

Porém, isso não vai influenciar diretamente na diversão do game, como você tem muitos puzzles para resolver, isso acaba sendo mais um fator para atrapalhar sua concentração.

Diversão – Abstrata e Nostálgica

Diante de tudo que dissemos, a pergunta que fica é se Heal: Console Edition é um game divertido, e eu sou seguro em dizer: Isso depende do que você procura. Eu pessoalmente curti, mesmo sendo um game que eu não jogaria duas vezes.

O clima do jogo é muito interessante e tentar desvendar por que nosso intrépido idoso esta em meio a tudo aquilo e uma série de puzzles em sua casa, que por algum motivo se degrada cada vez mais, a mim foi instigante. O clima de tristeza e nostalgia nos faz querer saber o que vai estar nos esperando no final da historia, e como o game não é longo, isso acaba ajudando.

Ademais, caso queira conhecer o game um pouco melhor, assista abaixo nossa gameplay, que resultou nesse review. Confesso que em alguns momentos recorri a solução de puzzles, mas foi apenas por falta de tempo mesmo, afinal a gente tem de terminar o game para poder estar fazendo o review. Confira abaixo:

Heal: Console Edition – Vale a Pena?

Heal: Console Edition é mais um típico game de puzzle no estilo Point-and-Click, mas com o DNA da Ratalaika Games. O jogo tem no apelo emocional seu diferencial, mas não é nada que vai fazer você voltar para jogar após terminar a história de nosso ancião.

Recomendo o Heal: Console Edition para quem realmente gosta do estilo, ou para quem esta procurando um game com conquistas/troféus rápidos, pois nesse aspecto o game é imbatível.

Se quiser ficar antenado sobre as últimas notícias de games, clique aqui.