REVIEW | Jogo: Cat Quest 2

Não é todo jogo infantil que consegue conquistar o público adulto, Cat Quest 2 virou uma dessas raridades. A The Gentlebros com muita dedicação nos trouxe um mundo de fantasia único, que prenderá nossa atenção por algumas horas.

Ficha Técnica:

  • Desenvolvido por: The Gentlebros.
  • Publicado por: PQube Limited.
  • Série: Cat Quest.
  • Lançamento: 24 de setembro de 2019.
  • Gênero: Ação, Aventura, Indie, RPG.
  • Classificação: Livre para todos os públicos.
  • Modos: 1-2 Jogadores.
  • Disponível para: PlayStation 4, Nintendo Switch, Xbox One, Microsoft Windows, iOS, Mac OS Classic, tvOS.

//youtu.be/Q2Ui9fmuwRo

 

Cat Quest 2 Personagens JogáveisO que há de novo?

Cat Quest 2 já nos surpreende na tela de menu, fornecendo ao público uma interface totalmente localizada em PT-BR! Além da possibilidade de jogar em 2 jogadores localmente, logo de início ou em qualquer parte do jogo. Não mais sendo um desbravador solitário, agora sempre controlaremos 2 personagens. Em 2 jogadores, cada um controlará um deles, obviamente. Jogando sozinho, você poderá alterná-los ao simples apertar de um botão. A dinâmica de batalha melhora muito dessa forma, pois podemos customizar um personagem para confrontos a curta distância e outro para longa distância (a envergadura do alcance do poder da magia aumentou significativamente).

Claro que essa mudança também trouxe muitas facilidades. Você não mais morrerá perdendo um único combatente, somente perdendo a ambos! Ademais o jogador sobrevivente poderá continuar lutando sozinho, bem como ao se aproximar do parceiro por alguns segundos, irá trazê-lo de volta à vida!

A aventura está muito maior!

Cat Quest 2 início

Assim como ganhamos uma dupla de combatentes, consequentemente teremos também dois reinos. Se o primeiro Cat Quest contava apenas com Felingard e seu mundo repleto de gatos, essa nova aventura traz cachorros à mistura. Gatos e cachorros nunca se entenderam muito bem, e isso é reflexo na guerra travada no jogo. Do lado esquerdo do imenso mapa, teremos os gatos em uma ambientação focando no verde, com muita grama e árvores. Já do lado direito, teremos os cachorros na sua caixa de areia, é tudo muito laranja e desértico.

Consequentemente por conta desse aumento da área jogável e até mesmo de NPCs com  suas missões secundárias, o jogo alcança uma maior longevidade. Teremos um maior número de missões, cavernas e é claro, de armas e armaduras também. As masmorras por sinal, receberam algumas novidades. Algumas delas necessitam que você derrote ondas de inimigos para liberar o acesso a baús. Outras você além de precisar eliminar todos os inimigos, será necessário encontrar esses baús, que muitas vezes estão escondidos em caminhos invisíveis.

Mas o que está rolando em Cat Quest 2?

Cat Quest 2 Masmorra

A aventura começa um pouco confusa onde nossos heróis surgem no meio do nada, forçados a trabalharem juntos para combater um vilão em comum. Uma guerra está a mil, nos trazendo ao longo da jornada vários exemplos de preconceito entre cães e gatos, mas também de amizades inesperadas e muita compaixão. Tudo caminhando para um grande final, digno desse RPG fofinho e muito engraçado. Opa, engraçado? Sim, por estar no nosso idioma, podemos ficar por dentro de todas as referências únicas que esse jogo nos traz. Você irá lembrar de Uncharted, Batman, O Resgate do Soldado Ryan, entre muitas outras piadas internas que somente um verdadeiro geek poderia reconhecer. Mas mesmo se você não for antenado em HQ’s, jogos e filmes, deve ainda poder curtir a toda a adaptação das palavras para “gatês e cachorrês”.

Um dos poucos pontos negativos da trama, foi a reutilização de alguns personagens. Nada que abale muito a qualidade como um todo, principalmente porque os cenários e ambientação sofreram uma grande mudança para compensar e nos deixam bastante contentes com o visual cartoonesco bem colorido e trabalhado.

Classes de Heróis

Cat Quest 2 Cidade

Isso não existe aqui, sinceramente. Tudo vai depender da roupa que você for utilizar. As roupas além de definirem seu visual como um mago, guerreiro, etc… Também irão classificar seu estilo de luta, ao escolher entre espada ou varinha mágica, fica definido seu estilo de curta ou longa distância e assim por diante. Mas ambos os personagens possuem magia e podem trocar de trajes e armas a qualquer momento e combiná-las entre si, o que dá uma liberdade absurda ao jogador. O número de magias também aumentou e nos trás algumas novidades, mas algumas pessoas podem sentir falta de mais lojas de magos no mapa. Só temos um local para melhorar as magias e várias lojas para melhorar armas.

A verdadeira decepção é a ausência da habilidade de voar (presente no jogo anterior) que facilitava muito os momentos finais, onde buscamos pelos 100% enfrentando todas as masmorras, finalizando missões secundárias e correndo atrás de todos os baús que nos fornecem armas únicas. Essa habilidade foi substituída pelo Marco Real, um local com vários portais onde pode ser acessado por alguns pilares distribuídos pelo jogo (mas não o suficiente).

Vale a pena?

A jogabilidade se tornou bem fluída, tornando qualquer iniciante num exímio jogador de RPG. Da mesma forma, sua simplicidade torna o jogo viciante. Traz uma dificuldade na medida certa. Você, é claro, não pode dar muita bobeira. Existem alguns desafios fora da campanha principal que vão exigir alguma habilidade. Porém, de modo geral, é só você upar um pouco que poderá enfrentar qualquer desafio proposto pelo título. Os inimigos são variados, inclusive os chefes. De  modo geral, Cat Quest 2 é uma boa pedida para jogadores que gostariam de experimentar um divertido RPG. O jogo retira a complexibilidade que acompanha a maioria dos títulos desse gênero.

~Ígara Ferreira


Inscreva-se no canal do Teoria Geek no Youtube e nos acompanhe também nas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.