REVIEW | Jogo: Blair Witch

Em tempos de Halloween, nada como um bom jogo de terror para entrar no clima. Mas será que a Bloober Team consegue nos assustar com Blair Witch? É o que você descobrirá nos próximos parágrafos.

Ficha Técnica:

  • Desenvolvido por: Bloober Team.
  • Publicado por: Bloober Team NA.
  • Lançamento: 30 de agosto de 2019.
  • Gênero: Survival horror.
  • ModosSolo.
  • Disponível para: Xbox One, Microsoft Windows, SteamOS.

A história começa simples, você está em seu automóvel indo ajudar na busca de um garotinho que se perdeu na floresta, mas ninguém quer a sua ajuda! Sinceramente, o protagonista Ellis poderia ter ido embora assim que o xerife o dispensou pelo rádio, e o jogador seria poupado de muita agonia. Ellis é claro, teimoso, quer muito provar seu valor depois de uma burrada que cometeu no seu passado.

Resultado de imagem para blair witch game gif"Assim que adentramos a floresta, o pesadelo começa! A qualidade gráfica e o designer do cenário deixam a desejar, o que resulta no pior ponto negativo do jogo: Você se sentirá TOTALMENTE perdido! E não é aquele perdido legal que você irá aproveitar paisagens que poderíamos apreciar numa floresta fechada, não, é só a revolta de não entender aonde você já foi ou deixou de ir. Não é possível enxergar a longa distância, não existe uma bússola e muito menos um mapa, é as cegas mesmo, na sorte.

A única coisa que te salva é o cachorro, Bullet. Ele será seu guia na maioria das vezes. Aquela fofura de cachorro geralmente sabe onde tem que ir. O engraçado é que Ellis tem problema em ficar sozinho, então ele surta um pouco sem o cachorro por perto, e o jogador se sente da mesma forma. Não por precisar de companhia, mas porque é um inferno descobrir um “norte” sem o “totó”. Bullet tem muitas funções, ele busca itens em locais bloqueados, pesquisa, com seu olfato pode seguir o cheiro de alguma pista encontrada e principalmente, ele detecta a localização de inimigos.

Nossos adversários no jogo são vultos que você deve eliminar com sua lanterna (Alguém jogou Alan Wake?). Esses vultos podem ter forma humanoide ou quadrúpede, mas não possuem uma forma definida, você mau os enxerga! É o Bullet que irá latir na direção correta para você poder agir, e que ciranda é, perseguir o cachorro e os inimigos que são vários de uma única vez.

Resultado de imagem para blair witch game gif"É claro que para ajudar na maior parte o tempo está escuro, escuro tipo só enxergar o filete da luz da lanterna, até porque Blair Witch, é todo em primeira pessoa. Completando a sacanagem as vezes ela pifa e você fica lá no breu, seguindo apenas o latido do cachorro. Por isso é importante jogar de fone por conta do áudio binaural, onde você detecta a posição do som. Sem a presença do Bullet, também é possível utilizar sua filmadora, com ela você tem uma visão noturna que pode detectar pistas no cenário.

Existem fitas cassetes que podem ser assistidas através da filmadora, e conforme você avança ou rebobina, você altera o estado das coisas, de acordo como elas estavam no momento que você pausou. É algo como, se existe uma porta fechada, e existe uma filmagem dessa porta com ela se abrindo em algum momento, você pausa ali e por mágica/alucinação, a porta real estará aberta.

As informações da trama são muito escassas, por isso é de suma importância que você sempre leia os documentos encontrados (Interface e legendas estão localizadas em Português do Brasil). Não só para se situar no enredo do jogo, como também porque nesses textos você as vezes pode encontrar alguma senha para avançar na aventura. Seu celular e walkie talkie também não devem ser deixados de lado. Com o primeiro você tem uma interação muito imersiva, como se realmente estivesse com um celular em mãos, receberá mensagens, ligações, dá até pra jogar o clássico jogo da cobrinha! Já o segundo é pura comunicação com outros personagens.

Se a premissa do jogo era nos assustar, isso não acontece. Um desperdício por sinal, porque existem vários trechos enormes de pura caminhada num suspense inacabado, e simplesmente nada vem te assustar nessas situações. É atenção demais tentando enxergar o caminho para terminar esse título que nada mais é, além de um sofrimento psicológico e exaustivo ao jogador.

Inscreva-se no canal do Teoria Geek no Youtube e nos acompanhe também nas redes sociais:  FacebookTwitter e Instagram.

~Lady