Far Cry 6 não decepciona e traz o melhor da franquia à tona.

Far Cry 6 - Capa
Ficha Técnica
Desenvolvido por: Ubisoft Toronto
Publicado por: Ubisoft
Gênero: Ação, Tiro, Mundo Aberto, Aventura
Série: Far Cry
Lançamento: 7 de outubro de 2021
Classificação indicativa: 18 anos
Modos: Cooperativo, Multijogador, Um jogador
Disponível para: Xbox Series X, PlayStation 4, Amazon Luna, Xbox One, PlayStation 5, Google Stadia e PC

 

Far Cry é uma das séries favoritas de um grande número de jogadores, e isso se dá pela sua fórmula única de juntar uma série de ingrediente em um jogo de primeira pessoa. A cada jogo é claro, alguns ingredientes a mais são somados ou modificados para tornar a experiência diferenciada.

Entretanto alguns fatores sempre permanecem:

  • Enredo contagiante e reflexivo
  • Cenários paradisíacos
  • Mundo aberto
  • Furtividade ou ação frenética
  • Músicas características

Então que tal falar como cada um desses fatores se encaixa em Far Cry 6 e quais são as novidades? Sente bem confortável e vamos nessa, porque a análise vai começar e só pra você ficar ciente, a versão jogada foi a de PlayStation 5.

Far Cry 6_20211006220836
Prontos para iniciar? (Foto/Reprodução: Ígara Ferreira)

Enredo contagiante e reflexivo

Nessa nova história, nos encontramos em Yara, um paraíso tropical composto por várias ilhas e muita beleza. Porém seus moradores não podem apreciá-la, pois se encontram em meio a uma ditadura liderada pelo atual presidente, Antón Castillo. Nosso papel então será fomentar uma revolução e combater o regime opressor.

“Jogando como Dani Rojas, você vai embarcar na jornada de um ex-militar que se tornou um revolucionário da guerrilha. Para equilibrar a luta contra os militares de Antón, você terá que adotar a filosofia Resolver e usar um arsenal de novas e surpreendentes armas, veículos e animais para começar um movimento revolucionário que vai acabar com o regime tirânico.”

Assim como em Far Cry 5, podemos agora optar entre ser homem ou mulher para vivenciar essa história – e lógico que eu fui de menina. Dani então é uma órfã que quer a todo custo sair do seu país, mas acaba mergulhando na guerrilha. Afinal, uma vez guerrilheira, sempre guerrilheira.

Far Cry 6 RG
Provavelmente o “Y” em seu nome é o erro que Dani menciona durante o jogo. (Foto/Reprodução: Ígara Ferreira)

Algo inusitado, é a fisionomia da protagonista ser mostrada descaradamente em diálogos, permitindo uma melhor conexão com a personagem, afinal agora vemos ela interagir de verdade com as pessoas. Até mesmo quando entramos em zonas seguras, a câmera pela primeira vez na história do jogo, muda para terceira pessoa e podemos ter uma visão completa de Dani.

Cenários paradisíacos

Yara tem algo de especial que faz eu gostar mais dela, do que as paisagens anteriores. Talvez seja um gostinho do nosso Brasil? Não que por aqui seja normal ver crocodilos andando por aí e tubarões em nossas praias, mas com toda certeza temos muitas semelhanças ao apreciar as vegetações.

Se torna até mesmo difícil prosseguir na aventura, com uma iluminação impecável e texturas de tirar o fôlego. A cada momento você quer ativar o modo foto e sair tirando capturas dos cenários que encontrou. Some isso aos filtros e pronto, já era, seu tempo livre todo gasto em “fotinhas”.

Verde e azul sempre formam uma bela composição. (Foto/Reprodução: Ígara Ferreira)

Algo que recomendo fortemente é você pegar algum veículo aéreo e explorar a região, é de uma beleza realmente estonteante e é aí que você percebe que a performance do jogo está ótima, pois toda a paisagem e texturas estão carregadas por onde a sua vista alcançar. Mas tome cuidado, ou você pode ser abatido, ter que pular de paraquedas, cair no mar e fugir de um tubarão faminto – e de alguma forma, ainda vai achar toda a sua tragédia linda de ver.

Ah e agora temos opção de personalizar nosso personagem, de um jeito muito mais rico que no jogo anterior. Em Far Cry 6 é possível trocar de vestimentas, equipamentos e armas que podem ser encontradas em baús ou compradas de comerciantes. E essas vestimentas além de impactarem no visual da personagem, também garantem atributos específicos.

Mundo aberto

Far Cry 6 traz inúmeras missões e atividades para serem resolvidas e isso pode ser visto poucas horas após você iniciar sua campanha. Tendo um mundo aberto e amplo, é possível ir conquistar uma base do exército, ajudar um morador local ou cumprir uma operação da guerrilha. Mas isso não é tudo, existem diversas atividades disponíveis, como melhorar seu acampamento, pescar, caçar, as polêmicas rinhas de galo e muito mais.

Far Cry 6_20211014222220
Os pequenos detalhes realmente importam. (Foto/Reprodução: Ígara Ferreira)

O jogo consegue aplacar a sensação de sufocamento com tantas coisas para serem feitas num mapa gigante, nos oferecendo diversos veículos, sejam seus ou roubados. Em seu próprio acampamento você encontrará locais de chamada para automóveis, helicópteros, aviões e cavalos. Isso mesmo, cavalos! Os animais estão bem presentes no jogo, principalmente aqueles que você pode interagir. Faz pouco tempo eu estava escondida em meio a um tiroteio e apareceu um pelicano do meu lado pedindo comida, e a Dani foi lá e lançou um peixe pra ele no meio do nada e o bichinho comeu com gosto.

Mas talvez quem tenha recebido mais atenção que os animais selvagens, sejam os animais de estimação. Existem cinco deles no jogo para você conquistar a amizade e usar ao seu lado nas batalhas, e garanto que eles fazem truques muito mais legais que sentar e rolar.

Furtividade ou ação frenética

O arsenal de armas nunca esteve tão grande e personalizável. Existem armas para todos os gostos e você pode modificá-las se tiver matéria prima para isso. Logo dependendo do material, você pode fazer uma garrafinha como silenciador ou produzir um equipamento de ponta baseado nos armamentos russos ou americanos. É uma gambiarra sem precedentes, mas que funciona e diverte.

Far Cry 6_20211007194423
Os carros também podem receber melhorias! (Foto/Reprodução: Ígara Ferreira)

Além das armas tradicionais, o que realmente chama a atenção é uma mochila especial chamada de “Supremo”. Essa obra prima das gambiarras é simplesmente fantástica e equilibrará o jogo mesmo quando as coisas ficarem impossíveis. Imagina que você está em campo aberto, e um helicóptero inimigo começa a flanquear você. Seria morte na certa, se você não tivesse um Supremo! Com essa mochila nas costas, você é capaz de lançar mísseis e explodir seu inimigo aéreo em mil pedaços. É claro que existe um tempo para carregar e não deixar o jogo fácil demais. Esses Supremos também podem ser modificados ou alterados, causando outros níveis de perturbação aos inimigos.

Como sempre o jogador pode tocar o terror, ou ser furtivo. Entretanto independente da sua maneira de jogar é recomendado que você observe o campo inimigo antes de tomar qualquer decisão. Observando com nosso celular, podemos detectar o tipo de inimigo e suas fraquezas, e então escolher os melhores equipamentos para lidar com a situação. Escolher uma munição perfurante pode perfurar capacetes, e uma venenosa causar confusão nos inimigos a ponto de eles atacarem a si mesmos.

Far Cry 6_20211009163421
Além das belas paisagens, você é acompanhado de uma ótima seleção de músicas. (Foto/Reprodução: Ígara Ferreira)

Músicas características

Sem dúvida essa trilha sonora é muito caliente, e aqui vai minha principal crítica ao jogo: a Dani não dança! Qual é Ubisoft, colocar uma coleção de músicas que faz o jogador querer dançar atrás do DualSense e não colocar uma opção para a Dani requebrar aqueles quadris foi um erro monumental.

Em Far Cry 6, sempre que pegarmos um veículo teremos uma ótima companhia sonora para a viagem. Mas seus efeitos sonoros e dublagem também estão ótimos, principalmente quando combinados com as características diferenciadas de vibração do controle. Passando por uma estrada de chão e seus pedregulhos, é possível escutar as pedrinhas e também as sentir na palma da sua mão.

Vale ressaltar que o jogo está completamente localizado em PT-BR. Até mesmo personagens não jogáveis foram localizados, e você pode ouvir as discussões ao caminhar pela rua. Rádios e TVs também, apesar de seus conteúdos serem focados em discursos políticos – e mentirosos – de Antón Castillo.

Far Cry 6: Vale a pena?

Se você gostou de qualquer jogo da franquia, vai adorar vivenciar as peripécias de Dani Rojas em Far Cry 6. A fórmula é a mesma, porém está mais picante e arrisco dizer, divertida. Em Yara não teremos histórias com uma pegada emocional tão profunda, mas iremos criar uma sede por justiça, devido as crueldades impostas pelo vilão da vez. Talvez o enredo não ser tão pessoal, pode afastar alguns, mas a personalidade de Dani e o carisma de outros personagens compensam por isso.

A Ubisoft fez uso do DualSense e garantiu uma boa experiência, principalmente no uso dos gatilhos, o que acaba enriquecendo a gameplay que realmente está excepcional. E é claro, temos atividades extras que não foram citadas, missões coop e até mesmo novas expansões chegando para aumentar a vida útil do jogo que já possui um tamanho considerável.

Alguns poucos bugs foram encontrados – indicações sumindo do mapa, interações falhando – e também perturbações no próprio sistema de jogo. Por exemplo, se você completa uma missão, um aviso aparece na tela e anula todas as outras informações, mas o jogo ainda está rodando! Então você as vezes perde uma saída porque o GPS sumiu naqueles segundos. Nada que estrague a experiência num aspecto geral, mas que pode ser melhorado.

Para mais notícias sobre games, largue o controle e clique aqui.