CONHEÇA OUTSIDE WORLD, O EP DE ESTREIA DO AGE OF CAPELLA, BANDA FORMADA EM PORTUGAL

 

 

 

 

 

 

Age Capella Outside World
Ficha Técnica
Artista: Age Of Capella
Álbum: Outside World
Faixas: 06
Formação: Jota Fortinho (vocal), Andre “Zaza” Hernandes (guitarra), Pablo Romeu (guitarra), Gabriel Carvalho (baixo) e Fernando Castagna (bateria), Fabinho Jablonski (teclado) 
Gênero: Power/Prog Metal
Ano: 2021

INTRODUÇÃO

Formada em Lisboa, Portugal, o Age Of Capella é um projeto de Heavy Metal melódico que reúne músicos experientes da cena brasileira e internacional. A banda é formada por Jota Fortinho, vocalista da banda eslovaca Signum Regis, ex-Before Eden e Fortress, André “Zaza” Hernandes, ex-guitarrista do Andre Matos e do Angra, Pablo Romeu, experiente guitarrista de fusion, Gabriel Carvalho, ex-baixista do Terra Prima e Fernando Castagna, ex-baterista da Scenes From a Dream, tributo ao Dream Theater e Fabinho Jablonski, tecladista do Uli Jon Roth. Com previsão de um álbum completo para 2021, o Age Of Capella apresenta o EP “Outside World”.

SIGA O AGE OF CAPELLA NO INSTAGRAM

SIGA A HELL YEAH MUSIC COMPANY NO INSTAGRAM

THE PURGE

Uma bela intro de piano inicia os trabalhos com delicadeza. Em seguida, há a adição de corais que trazem clima alarmante ao que virá pela frente.

FALLING NATIONS

“Falling Nations” começa com um senso de urgência em seus riffs pouco usuais. Aliás, a estranheza e originalidade dos riffs de Zaza Hernandes, bem como, os solos criativos da segunda parte da canção, trazem grande brilho à faixa.

https://youtu.be/a-j2hXm73Qg

HIGHER

“Higher” surge com riffs estridentes e uma cozinha muito destacada. Quanto aos vocais, pode-se observar uma linha mais tradicional.

ON THE WALL

“On The Wall” começa com um dueto entre as percussões e as teclas e possui ritmos que transitam entre o erudito e o étnico. Pelo visto, a presença de Pablo Romeu, conhecido guitarrista de fusion, trouxe ao projeto uma bem vinda imprevisibilidade em termos de composição.

 

QUEEN OF THE LIONS

A penúltima canção do EP aparenta ser mais agressiva, mas não menos quebrada e progressiva. Novamente, o baixo surge surpreendendo com linhas groovadas que invadem o primeiro plano.

 

 

FEELINGS

A acústica “Feelings” chega em clima nebuloso e melancólico. Encerrar o EP com uma balada acústica é, no mínimo, uma escolha curiosa, no entanto, bem vinda, após quatro faixas de intensidade progressiva.

CONCLUSÃO

Enfim, o EP surpreende com seu instrumental extremamente bem trabalhado que, por vezes, até mesmo ofusca os vocais característicos do gênero Power Metal. Além disso, de cara é notável a boa produção e mixagem, possibilitando a todos os instrumentos soarem bem, principalmente, as guitarras, que guiam o trabalho.

Portanto, explorando um Power/Prog Metal intrincado, o Age Of Capella demonstra, já no seu primeiro EP, saber exatamente a linha que quer seguir. Afinal, trata-se de uma banda formada por músicos extremamente experientes.

https://open.spotify.com/album/5tlWsJg11govM9nSp17mPM?uid=7d52e022a36c4f246d22