O filme começa com um flashback de 41 anos no passado, onde o Planeta Vegeta cercado por dezenas de naves da Federação de Comércio dos Planetas (PTF, por sua sigla em inglês provenientes de Planet Trade Federation). O Rei Vegeta está a par de sua chegada e uma massa de saiyajins (muito provavelmente de classe alta) vão cumprimentar o Rei Cold, que acabara de sair de sua nave. Neste momento, os saiyajins já tinham se filiado à PTF e já tinham trabalhado abaixo do Rei Cold por um tempo, mas o propósito desta visita era anunciar que o velho rei se retiraria e daria o comando ao seu jovem filho, Freeza. Isso marca o nascimento da Era Freeza na PTF e 500 scouters são dados aos saiyajins como presente.

Enquanto demonstrava as funções do explorador, Freeza se dá conta de que havia 3 franco-atiradores saiyajins que os seguiam de dentro das muralhas do castelo e elimina cada um deles com um death beam, antes que pudessem reagir. Depois, Freeza diz que tem altas expectativas quanto aos saiyajins e deixa o planeta.

Posteriormente, o Rei Vegeta visita uma câmara subterrânea em que se cuida de uma pequena quantidade de crianças, que em breve serão saiyajins de elite, em suas incubadoras. O Rei Vegeta afirma que o seu filho está mostrando um crescimento notável e que tem o potencial de um gênio. A poucos metros de distância, Broly também se encontra dentro de uma dessas incubadoras e a equipe de sayajins informa ao seu rei que a criança demonstra um poder anormal. Um dos seus rastreadores se quebra enquanto tenta medir o nível de poder de Broly, devido ao seu poder flutuante. Chocado e em negação, o Rei Vegeta decide se livrar de Broly, temendo que um dia não só desafie o seu filho pelo trono, mas sim, que também se torne um perigo para o Universo como um todo. Assim, Broly é logo retirado da incubadora e colocado dentro de uma nave. Destino: Planeta Banpa (“vampire” ou “banpaia” na pronúncia japonesa). Um planeta isolado, desprovido de vida humana.

Isso não ocorre sem chamar a atenção de Paragas, seu pai, que busca uma audiência com o rei na esperança de lhe fazer mudar de ideia, discussão que se resulta em vão. Irado e se sentindo traído, Paragas jura se vingar e vai embora em uma nave espacial com Beets, o saiyajin que vemos com ele no trailer (que lhe acompanha), seguindo a nave de Broly.

Sua aterrisagem é brusca, mas saem ilesos e logo vão em busca de Broly. O planeta está cheio dessas criaturas semelhantes a caranguejos e à medida que os dois saiyajins fazem todo o possível para evitá-los, finalmente encontram a criança Broly dentro de um ninho, tendo devorado muitos deles.

Depois que Paragas entra em contato com seu filho, percebe-se que a criança tinha se tornado um oozaru para destruí-los (aparentemente há uma lua perto do planeta Banpa). Em seguida, Paragus analisa Broly com seu scouter e é revelado que o seu nível de poder como uma criança é de 920. Depois disso, Paragas tenta abandonar o planeta, mas revela-se que a sua dura aterrisagem danificou gravemente a nave, inutilizando-a. Para economizar comida, Paragus mata o outro saiyajin que o acompanhava para que só ele e Broly sobrevivam o tempo todo possível, e em seguida ativa um chamado de socorro.

Cinco anos após a visita de Freeza ao Planeta Vegeta, a cena mostra Bardock chegando de uma batalha. Ele está conversando com seu parceiro saiyajin e suspeita muito da ordem de Freeza para que todos os saiyajins voltem ao seu planeta de origem. Bardock teoriza que Freeza poderia querer matá-los, por isso visita Gine e decide mandar Kakarotto para a Terra (onde estaria em segurança) por via das dúvidas. Apesar de relutante, Gine concorda com isso e temos um momento nostálgico em que Bardock consola Gine, que choraminga perto dele, enquanto seu filho parte do planeta em uma nave.

Bardock pergunta à Gine sobre Raditz e ela diz que o colocaram na mesma equipe que Vegeta. Em sua nave, as notícias sobre as lendas do Super Saiyajin e o Deus Super Saiyajin chegam aos ouvidos de Freeza, que decide erradicar os saiyajins junto com o Planeta Vegeta para ter certeza de que não haja nenhuma possibilidade de que essas lendas se tornem realidade. Quando Freeza lança sua supernova em direção ao planeta, Bardock é o único saiyajin que revida lançando uma rajada de ki. Obviamente, sua tentativa falha e ele é consumido também pela enorme bola de fogo, que atinge o planeta e o destrói por completo.

Vegeta estava em outro planeta, junto com Raditz, Nappa e outros dois saiyajins. Nappa e os outros dois saiyajins se surpreendem ao ouvir que “um meteoro destruiu o Planeta Vegeta” e informam o príncipe. Raditz diz que tiveram sorte, enquanto Nappa diz que Vegeta supostamente também tinha um irmão (Tarble canonizado novamente ou uma referência a outro alguém ainda não apresentado) e se pergunta o que lhe aconteceu, ao que Vegeta responde dizendo que não tem importância. Nappa depois pergunta a Raditz sobre Kakarotto, que responde que ele era um fracote, por isso realmente não importa, mas menciona que ele recebeu uma mensagem de Gine em que ela mencionou que o enviaria para a Terra.

————————
Saltamos para os tempos atuais…
————————

Goku e Vegeta (com seu traje da Saga do Boo) treinam em uma ilha deserta, enquanto Bulma com Bra, Whis e Beerus estão saboreando comidas não muito longe dali. Depois de terminar sua sessão de treino, Whis pergunta a Goku porque continua em busca de mais poder. Goku então responde que o Torneio do Poder abriu seus olhos, diante de todos aqueles adversários tão fortes (é mostrada uma cena com os principais adversários do torneio, incluindo Ribrianne, Kefla e a Tropa Orgulho).

Whis pergunta a Vegeta qual é a sua razão para atingir novos limites, ao passo que este responde que é devido “ao perigo iminente de Freeza”. Vegeta notou que Freeza se tornou realmente forte em muito pouco tempo após a sua ressurreição e agora que ele está vivo outra vez, existe a possibilidade de ele se tornar ainda mais forte e os ataque de novo. Depois, Goku ingenuamente diz ao Vegeta que não deveria se preocupar já que Freeza os ajudou a ganhar o torneio. Depois eles se metem em uma discussão cômica em que Vegeta diz a Goku que ele é estúpido demais para compreender a gravidade da situação.

Bulma depois recebe uma ligação de Trunks, que lhe informa que alguém roubou as 6 esferas do dragão que tinha recolhido, assim como o radar do dragão. Quem poderia ter feito uma coisa dessas? A resposta é óbvia: Freeza fez com que dois de seus soldados se infiltrassem na Terra para roubá-las e estes já se dirigiam para a última esfera, que estava localizada no Continente Ártico. Já que Beerus diz não estar interessado e que não fará nada para ajudar, Bulma encarrega-o de cuidar de Bra até eles voltarem.

————————
Em algum lugar do espaço:
————————

São apresentados Chirai e Lemo, que têm a tarefa de encontrar pessoas fortes para se juntarem ao exército de Freeza.
Os dois passam pelo planeta Banpa e decidem pousar lá depois que o sinal de socorro que Paragas tinha iniciado 41 anos atrás é captado pela nave da dupla. Um Paragas muito velho e frágil sai de uma caverna depois que ele os vê e corre ao lado deles. Os dois analisam o seu nível de poder e o velho tem 4200 de poder de luta, o que ainda surpreende Chirai e Lemo.

Antes que possam terminar de falar, uma aranha caranguejo gigante os ataca, mas antes que ela possa lhes fazer alguma coisa, Paragas invoca Broly, que surge instantaneamente e acaba com a criatura. Impressionados, tentam analisar o nível de energia de Broly, mas seus scouters não conseguem processar o seu nível de poder. Surpreendidos, decidem levá-los com eles de volta para a base principal de Freeza.

Uma vez lá, Paragas e Broly se encontram com Freeza. Enquanto Paragas é muito educado e cuidadoso, Broly transmite indiferença e age de uma forma que lembra Tarzan, selvagem e incivilizado. Freeza informa Paragas de que o filho do Rei Vegeta, o príncipe Vegeta, ainda está vivo e bem na Terra, o que incita a Paragas a aceitar “unir” forças em prol da vingança. A seguir ocorre uma cena com Broly no chuveiro e adquirindo seu novo equipamento. Após o banho, Chirai convida Broly à mesa para socializar, mas um soldado de Freeza bêbado, em busca de problemas, bate em Lemo, o que provoca um Broly muito irritado a dar um chute no traseiro do soldado. Diante do temor de que Broly se deixe levar, Paragas pega seu controle remoto e ativa o colar de Broly (que envia correntes de alta voltagem através do seu corpo para que ele se acalme controlando seus acessos de fúria). Descontente com essa situação, Chirai critica Paragas e consegue roubar o controle remoto do seu bolso, sem que ele o note. Em seguida, um soldado de Freeza chama Paragas, e dá a entender que deseja falar com ele no privado.

Broly depois vai com Chirai e Lemo a algum lugar tranquilo e os três começam a desenvolver uma amizade. Broly explica que a pele verde que carrega é originária do seu primeiro “amigo”. O planeta Banpa tem dois tipos de criaturas: os caranguejos-aranha e algumas criaturas gigantescas com forma de cachorro, de cabelo comprido e pele verde, que vivem dentro das crateras presentes na superfície do planeta. Quando era criança, Broly treinava se esquivando continuamente dos ataques de uma dessas criaturas de pelagem verde, e ao fazê-lo repetidamente se tornaram amigos. No entanto, um dia, Paragas atacou esta criatura, cortando-lhe uma de suas orelhas. Depois desse incidente, a criatura parou de interagir com Broly, que, triste pelo ocorrido, resolveu usar a pelagem dessa orelha cortada ao seu redor para que eles sempre estivessem juntos, como uma lembrança. Depois de ouvir essa história, Lemo diz que Broly é um ser realmente puro, ao que Chirai adiciona que acha que Broly realmente não quer brigar, mas sim que seu pai patético o está usando como uma ferramenta para obter sua vingança. Os dois lhe dizem que ele deveria se livrar dele, mas Broly diz que não desobedecerá seu pai.

————–
Enquanto isso, na Terra:
————–

Bulma parte em direção ao continente ártico junto com Goku, Vegeta e Whis. Perguntam-lhe porque ela estava tentando reunir as esferas e ela revela que o seu desejo é se tornar 5 anos mais jovem. Essa brincadeira é um contraste direto com o desejo de Freeza (também algo cômico): ficar 5 centímetros mais alto. Enquanto isso, os dois soldados de Freeza conseguiram encontrar a última esfera e o chamam ao lugar. Quando os velhos inimigos se encontram mais uma vez, Freeza apresenta-lhes a Paragas e Broly, como outro grupo de saiyajins sobreviventes. Nem Vegeta nem Goku dão bola para isso e apressam Freeza para que lhes devolva as esferas. Ao ver Vegeta, Broly fica progressivamente impaciente e Paragas aponta para que Broly ataque Vegeta.

Inicialmente, Vegeta em sua forma base tem vantagem sobre a base de Broly. Mas a sua forma base logo se equilibra, o que faz Vegeta afirmar que Broly parece aprender e se fortalecer enquanto luta. Em seguida, Vegeta transforma-se em SSJ (algo que surpreende Paragas) e pressiona Broly antes que este consiga se igualar novamente. É então quando Vegeta revela o Super Saiyajin Deus e começa a dominar por completo Broly em sua forma base, sem esforço.

Tanto que o manda voando através de várias montanhas com um só golpe. Paragas cai de joelhos, achando que esse é o limite do poder do seu filho, mas algo estava gradualmente despertando dentro de Broly. Quando o príncipe saiyajin está prestes a acabar com Broly, este se irrita cada vez mais e o seu poder explode quando acorda uma forma imperfeita do “SSJ”. Isso permite Broly mais uma vez se igualar a Vegeta, mesmo em sua forma de Super Saiyajin Deus.

Paragas menciona algo como que “esta forma” (olhos amarelos com músculos enormes) significa que broly usa o poder do oozaru enquanto está na sua forma humana e que é algo muito difícil de controlar. A musculatura de Broly depois cresce por completo e ele consegue dominar a sua transformação completamente. Goku depois intervém e diz que é a sua vez de brigar com Broly.

À medida que Broly continua irritado, perdendo o controle, seus gritos ficam cada vez mais fortes e mais frequentes. Goku adota a já conhecida abordagem de mudar de transformação em transformação, a fim de medir a força do seu adversário e atacar progressivamente. Goku começa na forma base, mas se vê oprimido rapidamente, o que o impulsiona a virar SSJ, mas isso também resulta em nada. Depois passa para o SSG e consegue paralisar aparentemente os movimentos de Broly com uma técnica, não nomeada, mas, aparentemente, nova.

Enquanto restringe os movimentos de Broly, Goku faz um monólogo sobre como pensa que Broly não é uma má pessoa, mas sim que se deixa influenciar pelas pessoas erradas e tenta acalmá-lo. O esforço de Goku é em vão, já que Broly se irrita mais e quebra a paralisia, indo em direção ao Goku e o pega pela perna e o sacode de um lado para o outro (como Hulk fez com o Loki). Broly depois começa a destruir todo o campo de batalha, batendo no saiyajin, que fica tão mal que Goku chega a perder o ar, por causa da surra. Durante toda a confusão, Freeza instrui suas tropas para que peguem as esferas do dragão e fujam do campo de batalha.

É então, que Piccolo contata telepaticamente Goku (no topo de uma colina do outro lado da Terra) e diz-lhe que não tem que vencer e continuar lutando. Goku diz a Piccolo que está em apuros, ao que Piccolo concorda, e diz que, infelizmente, não pode se juntar a ele e que não lhe servirá de nada. Goku depois recobra seus sentidos e torna-se Super Saiyajin Blue. A luta continua, até que Broly lança o ataque Gigantic Meteor (mostrado no trailer) e destrói todo o campo de batalha.

Mudando toda a paisagem do local, transformando-a em algo semelhante ao de Namek durante a batalha final contra Freeza, com lava, vulcões, etc. Goku consegue evitar ser atingido pelo ataque e continua lutando contra Broly, defendendo-se principalmente.

Ao ver como Broly parece ter atingido um limite, Freeza pergunta a Paragas se esse é realmente o limite do poder do seu filho. Freeza lembra como ter assassinado Kuririn em Namek fez Goku se tornar SSJ, e por isso decide assassinar Paragas, lançando um death beam diretamente através de seu peito. Freeza depois grita para chamar a atenção de Broly e diz-lhe que seu pai foi morto como resultado da batalha (por causa dos ataques descontrolados pelo campo de batalha). Ao ver o cadáver de seu pai, Broly enlouquece e se transforma em SSJ, em uma das sequências de transformação mais impressionantes já exibidas na série.

Depois de completar sua transformação, um irado Broly bombardeia o campo de batalha com uma chuva de explosões de ki e, quando Goku começa a se sentir acuado, Vegeta decide juntar-se à luta e ajudá-lo. Broly como super saiyajin oprime por completo o SSB Goku e SSB Vegeta juntos, até mesmo sem pestanejar diante do combo de Kamehameha + Galick Ho, contratacando somente com seu próprio ki.

Vendo o quão feias as coisas estão, Goku pega Vegeta e se teletransporta para onde está Piccolo. Quando os dois somem do campo de batalha, Broly fixa seu olhar em Freeza e parte para atacá-lo. No outro lado da Terra, Goku diz que Broly é forte demais para eles e que a única alternativa é que realizem a fusão. Como não há potaras por perto, Goku tenta convencer Vegeta para que ele realize a Dança Metamoru. Este momento é particularmente uma cena divertida, já que o Vegeta tem conhecimento sobre a dança, pois sabe que Goten e Trunks já a fizeram no passado e se recusa a fazer movimentos tão vergonhosos, dizendo que preferiria deixar que Broly destruísse tudo.

Goku em seguida critica Vegeta, dizendo que Bulma morrerá por culpa dele, ao que Vegeta reage com um pouco de vergonha, o que finalmente faz com que ele aceite. Goku e Piccolo ensinam os passos a Vegeta e os dois saiyjins praticam a dança, falhando as duas primeiras vezes, o que resulta em Veku gordo e depois um Veku anorécico. Uma coisa muito importante a se destacar é o fato de que se estabelece explicitamente que tiveram que esperar 30 minutos entre cada uma das suas tentativas de fusão, enquanto Broly continua espancando Freeza continuamente durante todo esse tempo (durante mais de uma hora). Freeza, mesmo na forma Dourada, continua apanhando, uma surra pior do que a proporcionada por Toppo em sua forma de Deus da Destruição durante o Torneio do Poder.

Na terceira tentativa, Goku e Vegeta finalmente conseguem fazer a fusão e depois decidem um novo nome, já que Vegetto está reservado para a sua contraparte da fusão Potara, e assim, obtemos uma cena em que Gogeta nomeia a si mesmo. Gogeta, em sua forma base, se teletransporta ao campo de batalha e salva Freeza, segundos antes de Broly finalizá-lo. Broly depois fixa seu olhar em Whis e tenta atacá-lo, mas acaba acertando o ar enquanto Whis dança agilmente em volta dele enquanto ri por cerca de 5 segundos. Depois, Gogeta enfrenta o SSJ Broly e consegue ficar equiparado a ele sozinho na sua forma base por um momento.

Gogeta depois transforma-se em SSJ e, à medida que se enfrentam, com poderes tão grandes que acabam transportados para outra dimensão (que se parece com uma sala de espelhos cheia de camadas de diferentes cores). Enquanto os dois lutam entre si, destroem (literalmente) vários desses planos / dimensões e Broly logo se vê obrigado a atingir seu estado de SSJ Full Power, o que faz com que Gogeta passe para o SSB.

Ambos seguem destruindo dimensões até que finalmente voltam para a Terra. Lá, SSB Gogeta continua lutando contra Broly, dominando-o durante todo o restante da luta. Apesar de Broly continuar aumentando seu poder, SSB Gogeta simplesmente retalia com ainda mais poder, de forma que oprime o selvagem saiyajin. Em outro lugar, Chirai e Lemo decidem usar as esferas do dragão para salvar Broly, porque sabem que só o estão/estavam usando como um fantoche.

Convocam Shenlong (que parece conceder um único desejo agora) e se preparam para pedir um desejo. Enquanto isso, Gogeta, em SSB, prepara um kamehameha massivo para acabar com um Broly quase derrotado e, justo quando o ataque estava prestes a acertá-lo, Chirai pede que Broly seja transportado de volta para o planeta Banpa, salvando assim sua vida no processo.

Assim que foi concedido o desejo, Chirai e Lemo roubam uma das naves menores de Freeza e decidem fugir para o planeta Banpa para se reunir com Broly. Um astuto Freeza se dá conta disso e estava prestes a derrubar a nave deles quando Gogeta o pára.

Frustrado com o fato de seus planos falharem mais uma vez, Freeza decide ir embora, mas não antes de avisar a Gogeta que ele voltará. A cena muda para Beerus cuidando das crianças, que se sente aliviado por tudo ter corrido bem. Algum tempo depois, é mostrado Freeza em sua nave principal no meio de um assalto planetário, com muitas naves de Freeza atirando lasers em um planeta próximo. Ele diz que, mesmo que tenha falhado nesta ocasião, este evento teve um desfecho interessante que pode vir a ser útil no futuro.

No Planeta Banpa, vemos um Broly vendado e maltratado que compartilha alguma porção de sua comida com Chirai e Lemo, que finalmente chegaram. Ambos quase vomitam porque a comida é nojenta. É aí que Goku aparece do nada com o teletransporte. Foi visitar Broly e também levar alguns presentes: uma casa-cápsula (cortesia de Bulma), comida e dois senzus (“feijão eremita” ou “sementes dos deuses”, na dublagem original brasileira). Mesmo com Chirai muito suspeita e hostil com Goku, este último fala que só quer visitar Broly de vez em quando para que possam lutar mais um pouco. Goku prossegue dizendo que Broly é um lutador incrível e que até poderia ser mais forte que o próprio Beerus. O filme acaba com Broly relaxando, com uma melhor impressão quanto a Goku, com um sorriso, enquanto o nosso herói se teletransporta de volta para a Terra.

Fim, sobem os créditos.


Referências:

Comics Dragon Ball ESP