É, Não foi desta vez!

A Saga dos X-Men chega ao seu final na Fox, com um filme que parece comida requentada e fora do contexto.

FICHA TÉCNICA:

Título: Dark Phoenix (Original)
Ano produção: 2019
Produção: Simon Kinberg, Lauren Shuler Donner, Hutch Parker
Direção:
Simon Kinberg
Produtoras: 20th Century Fox, Marvel Entertainment, Bad Hat Harry Productions, TSG Entertainment, The Donners’ Company
Elenco:
Sophie Turner, James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Jessica Chastain
Estreia:
6 de Junho de 2019 ( Brasil )
Duração: 113 minutos
Classificação: 12 – Não recomendado para menores de 12 anos
Gênero: Ação Aventura Ficção Científica
Países de Origem: Estados Unidos da América

Sinopse: Após um acidente em uma missão de resgate no espaço, Jean Grey começa a desenvolver incríveis poderes que a corrompem e a transformam em uma Fênix Negra. Agora, os X-Men precisam decidir se a vida de um membro da equipe vale mais do que todas as pessoas do mundo.

O filme começa muito bem, com os X-Men com prestigio em alta com o governo Americano, com total apoio da população e a equipe com status de verdadeiros super-heróis. Quando eles são mobilizados para uma missão de resgate de um ônibus espacial, a missão “foi bem sucedida”, graças ao trabalho em equipe dos X-Men. A cena é bem feita, os efeitos especiais excelentes, os atores bem dirigidos e com boas atuações, a transição da Jean Gray para Fênix muito bem trabalhada, parecia que o filme iria deslanchar! mas infelizmente da metade pra frente, o filme mais uma vez caiu naquele velho problema dos filmes da Marvel na Fox, a incoerência narrativa, um professor “X” irreconhecível, vaidoso, meio inconsequente, perdido em alguns momentos e frio em outros, como em uma cena chave da morte de um personagem importante, em que mesmo com a proximidade dele com este personagem, achei sua reação muito fria, mesmo no enterro com um discurso genérico que pouco emociona. Tivemos uma versão do Magneto “Paz e Amor” no inicio do filme, mas que depois voltou a ser o Magneto que conhecemos (E gostamos… admita!)Tive a impressão que apesar das boas atuações, o elenco estava ali “pra cumprir tabela”, já que o roteiro não era lá estas coisas, e os atores, pelo menos os mais experientes perceberam isso.

O ponto positivo do filme, são as as cenas de ação que foram muito bem coreografadas bem ao estilo X-Men mesmo! fizeram bastante uso dos poderes, com destaque para a própria Jean Gray, que mostrou que com a Fênix Negra não se brinca, E posso garantir que o Próprio Thanos não seria páreo  frente a esse poder incrível demonstrado no filme. Magneto como sempre com sua dualidade alternando entre a vilania e heroísmo, gostei muito também do destaque dado ao Ciclope(finalmente) e a Tempestade, que demonstraram a plenitude de seus poderes, O fera, correu rosnou pulou e só. E o Mércurio? muito mal aproveitado! os produtores não souberam aproveitar o carisma deste personagem conquistado nos outros filmes dessa equipe dos X-Men, ele apareceu só no inicio do filme e depois foi esquecido (não deve ter tido nem 5 minutos de tela, uma pena!).  Dos vilões, destaque mesmo só para a personagem da Jessica Chastain, que entre outras coisas demonstrou a Jean Gray toda a dimensão dos poderes que ela tinha adquirido, se oferecendo como uma guia para esta novas possibilidades, mas com intenções nada amigáveis, os demais vilões me lembraram aqueles “bonecos de massa” da Rita repulsa dos Power Rangers, só serviram pra levar porrada.

Minhas considerações: X-MEN: Fenix Negra Para um filme com criaturas com super poderes  e sem conexão com outros, é realmente um bom filme.
Mas como um filme da franquia dos X-Men que na minha humilde opinião de fã desde criancinha, não rolou! Alias a Fox em nenhum momento desde que iniciou a franquia dos X-Men, conseguiu dar a estes heróis, um filme realmente digno de sua grandeza, sim houve ótimos momentos  dos mutantes na fox, mas a bagunça na linha do tempo, as idas e vindas, deixaram muito a desejar.
Pelo menos com o encerramento da franquia da fox, não teremos mais que engolir uma Mistica Heroína e líder dos X-Men.

Agora que nossos Mutantes mais queridos estão voltando pra casa, espero que a Marvel dê aos X-Men, filmes realmente do tamanho de sua grandeza.

Até a próxima.

Trailer Legendado:

//youtu.be/ib7m5FqU7QI