A série The Witcher, no catálogo da Netflix, mistura referências aos jogos e a saga de livros mantendo uma única linha temporal nesta temporada.

Poster The Witcher 02
Ficha Técnica
Título: The Witcher
Ano de Produção: 2020/2021
Dirigido Por: Lauren Schmidt Hissrich
Estreia: 17 de dezembro de 2021
Duração: 60 minutos
Classificação: 18 anos
Gênero: Fantasia e Ação
País de Origem: Estados Unidos
Sinopse: Na 2ª temporada de The Witcher podemos acompanhar as missões de Geralt de Rívia, as conexões dele com Cirila, Yennefer, Jaskier e outros personagens, além de muita ação, trama política e obstáculos para o Bruxo e quem anda com ele.
Geralt de Rivia
Créditos: Imagem retirada da Internet
Temporada com Referências aos livros e aos jogos

A segunda temporada de “The Witcher”, retorna ao catálogo da Netflix, trazendo histórias e personagens presentes nos livros e nos jogos, após uma espera de dois anos. A série é baseada na saga literária de Andrzej Sapkowski.

“Algo mudou, Geralt e o mundo anda estranho!”, no trailer já temos algumas pistas do que encontramos nesta temporada…

Além disso, a saga vem em um crescente após a temporada de estreia, com muita ação, trama política e obstáculos para Geralt (Henry Cavill) e quem anda com ele.

Uma das histórias que mais chama a atenção nessa temporada é envolvendo o Vesemir (Kim Bodnia), que inclusive está no trailer.

Também vale a pena observar como os caminhos entre os personagens se cruzam, porém, cada um mantem o seu caminho…

Por fim, achei bem interessante ver os monstros e batalhas épicas mostradas nesta temporada!

Geralt e Cirir
Créditos: Imagem retirada da Internet
Ciri, Yennefer e Jaskier

Um dos pontos altos desta temporada é ver a conexão de Geralt com a Ciri (Freya Allan) e ver o treinamento que ela está disposta a passar, apesar de ser bem corrido a forma como ela descobre os poderes…

Geralt precisa e quer proteger a Ciri dos perigos que a rondam e querem o domínio do Continente, assim mostrando o seu lado “paizão” do Bruxo.

Outro detalhe interessante é rever a Yennefer (Anya Chalotra) e o Jaskier (Joey Batey), pois são personagens importantes para a saga!

A Yennefer traz à lembrança do lado romântico de Geralt, mesmo sem tanta interação entre o Bruxo e a Feiticeira.

Já o Jaskier continua como alivio cômico em diversas cenas, como estar preso e conversar com alguns ratos no local…

Dandelion também trabalha nas sombras contra políticas higienistas e segregacionistas contra elfos.

Roteiro que aborda o lado político

Ainda temos a Guerra de Nilfgaard, um império poderoso, munido com um exército muito bem armado e que pode mudar os rumos da história…

Nilfgaard pretende conquistar outros territórios e, para isso, utiliza todos os seus recursos de guerra, por exemplo, ter muitos soldados e contar com a magia dos feiticeiros em suas batalhas, onde vemos a Fringilla (Mimi Ndiweni).

Os outros territórios odeiam Nilfgaard, e por outro lado, os nilfgaardianos não veem os povos das regiões conquistadas como cidadão legítimos.

Vale lembrar da importância da participação do povo Elfo nessa guerra, na mesma linha, Yennefer que é meio elfo e meio humana, também é importante!

Para Henry Cavil, a 3ª temporada pode ter mais referências aos livros, como a nossa parceira Lu Guedes escreveu nessa matéria: acesse aqui!


Quer ver mais resenhas escritas por mim? Acesse aqui!