Estreou nesta última sexta-feira (26) a mais nova produção da Netflix, O Mundo Sombrio de Sabrina. A série é baseada nas HQs que inspiraram o clássico da década de 1990. Sombrio, divertido, sangrento e cheio de boas atuações. A série tem a assinatura de  Roberto Aguirre-Sacasa, que também é showrunner (Showrunner é, em televisão, um termo em inglês que define um encarregado ao trabalho diário de um programa ou série de televisão, e que visa, entre outros, dar coerência aos aspectos gerais do programa. O termo é quase restrito aos Estados Unidos e Canadá. Geralmente este cargo é ocupado pelo criador do programa )  da série Riverdale, a série não economiza nos elementos de bruxaria e cultos, além de conseguir abordar temas importantes dentro desse universo.

A nova série original da Netflix consegue reunir bom humor e dá um novo tom para a história, deixando para trás a primeira série, Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira, lançada nos anos 90 ( que aliás tinha o seu valor e era bem divertida por sinal ). Nesta nova série, Sabrina é apresentada como uma garota destemida, questionadora e crítica. A meia-bruxa e meio-humana é de personalidade forte, questiona a tradição e rituais de sua religião, defende suas amigas e luta contra as injustiças.

Kiernan Shipka (Sabrina Spellman) é ótima, ( já virei fã dessa menina ). Jovem e cheia de talento, rouba a cena com uma atuação impecável, dark e perfeita para a proposta do seriado, que, apesar de obscuro, tem uma pegada jovem e fresca. Com uma química natural entre os atores, principalmente entre Shipka e Ross Lynch, que interpreta o namorado de Spellman, Harvey, os personagens são carismáticos e convencem o público, tem boas atuações e passa uma boa naturalidade.

Sem deixar de lado o ambiente ensino médio que amamos, ( nem todos rs ), no maior estilo Riverdale, O Mundo Sombrio de Sabrina chega recheada de elementos do ocultismo, bruxaria e até mesmo satanismo, mas com uma atmosfera leve, bem humorada, assim como nas produções de Tim Burton, a trama trata de forma leve a religião satânica.

O Mundo Sombrio de Sabrina” não é sobre adoração ao demônio, é sobre a luta de uma menina que busca o autoconhecimento, a relação dela com o mundo e a quebra de paradigmas e preconceitos. Se trata de uma menina com personalidade forte, em busca do que ela acredita ser o melhor. Com certeza uma ótima série. Não assistiu ainda? Corre lá e assiste já!

//youtu.be/c1N3tpnmy-c