Baseado em fatos reais e com status de superprodução, “DOM” chega ao Amazon
Prime Vídeo, mostrando que mesmo com uma ótima estrutura familiar, a cocaína pode entrar em sua casa e destruir sua família.

dom
Ficha Técnica
Título: DOM
Ano de Produção: 2020
Dirigido Por: Breno Silveira
Estreia: 4 de junho de 2021
Duração: 60minutos – 8 episódios
Classificação: 18 anos
Gênero: Drama policial
País de Origem: Brasil
Sinopse: DOM conta a história real de Pedro Dom (Gabriel Leone), um atraente rapaz da classe média carioca que é apresentado à cocaína muito cedo, evoluindo para se tornar o líder de uma gangue criminosa que estampa os tablóides no início dos anos 2000. Do outro lado está o pai de Pedro, Victor Dantas (Flavio Tolezani), que acabou entrando no serviço de inteligência policial por ter feito, ainda na adolescência, uma importante descoberta no fundo do mar e tê-la denunciado às autoridades. Ao longo da década de 70, Victor se engaja no combate às drogas, sem imaginar que, anos depois, precisaria lutar para retirar o próprio filho do mundo criminoso. São jornadas opostas que, por vezes, se espelham e se complementam, enquanto ambos enfrentam situações que confundem os limites entre o certo e o errado.

.


INTRODUÇÃO


Baseada no livro de Tony Belloto, recheada de ação com cenas eletrizantes em oito episódios de uma hora cada, “DOM” esta disponível a partir desta sexta-feira (4), para os assinantes do streaming Amazon Prime Video.

Como já dito ao final da sinopse: O drama policial ‘DOM’ mostra a jornada de pai e filho vivendo vidas opostas, muitas vezes se espelhando e se complementando, enquanto ambos enfrentam situações que confundem os limites entre o certo e o errado.

Com três linhas do tempo (1970, 1990 e 2000), nos é mostrado as histórias de Pedro Dom (Gabriel Leone) e de seu pai Victor Dantas (Flávio Tolezani). O clima de tensão acompanha a série do inicio ao fim deste o primeiro minuto.

DOM imagem
O bonde do DOM formado por Lico (Ramon Francisco), Jasmin (Raquel Villar), Pedro Dom (Gabriel Leone), Armário (Digão Ribeiro) e Viviane (Isabella Santoni) — Foto: Divulgação

PRODUÇÃO, DIREÇÃO E ELENCO


Produzida pela Conspiração Filmes e dirigida por Breno Silveira e Vicente Kubrusly, “DOM” foi gravada totalmente nas ruas do Rio sem cenas em estúdio, a série conta com fotografia e trilha sonora excelentes, que não devem em nada para os longas e seriados do mesmo gênero em nível internacional.

Além de Gabriel Leone (Pedro DOM) e Flavio Tolezani (Victor Dantas), o elenco também conta com Filipe Bragança (Victor Dantas jovem), Raquel Villar (Jasmin), Isabella Santoni (Viviane), Ramon Francisco (Lico), Digão Ribeiro (Armário), Fábio Lago Siqueira), Julia Konrad e André Mattos, entre outros. Dom é dirigida por Vicente Kubrusly e Breno Silveira, que também lidera a equipe de roteiristas formada por Fabio Mendes, Higia Ikeda, Carolina Neves e Marcelo Vindicatto. A série é produzida por Renata Brandão e Ramona Bakker da Conspiração. Antonio Pinto compôs a trilha sonora original.

O seriado surgiu a partir da iniciativa do diretor Breno Silveira, da produtora Conspiração, que assume também a função de showrunner, uma espécie de realizador, tendo ainda participado do roteiro.

OBS: Segundo o diretor Breno Silveira, o próprio Victor Dantas o procurou pedindo que fosse contada a história de seu filho Pedro de outra visão.

DOM Victor Dantas


A HISTÓRIA


Mais do que a história de um dependente de cocaína e criminoso, os oito capítulos focam na relação entre pai e filho, sempre conturbada.

A história já começa com o Victor o pai de Pedro Dom, “invadindo” um baile Funk na comunidade da Rocinha para buscá-lo, mesmo cercado por diversos traficantes ele consegue levar o filho pra casa.

As atitudes de Pedro Dom são cíclicas, Isso desde que se tornou dependente de cocaína ainda criança, e passa por vários períodos de internação, mas sempre tem recaídas e volta para a droga, foge de casa e volta para o morro.

A construção do personagem que começa ainda menino (anos noventa) até a vida adulta (inicio do anos dois mil) e de dependente químico à líder de um grupo criminoso que botou o terror as famílias de classe média alta e alta na zona sul do Rio de Janeiro em sua maioria. A historia foi contada cronologicamente com o aval da direção. Essa escolha facilitou a vida de Gabriel interprete de Pedro Dom.

DOM


OS PERSONAGENS


Pedro Dom: O verdadeiro Pedro Dom, possuía fama de violento e as vítimas o descreviam como um personagem de cenas de terror, colocando, por exemplo, uma granada na cabeça de uma criança para forçar as vítimas a dizer onde guardavam seus pertences valiosos. Na série, o Pedro Dom não foi retratado tão violento.

Para sustentar seu vício em cocaína, Pedro vivia escondido na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, e integrava a facção criminosa ADA (Amigo dos Amigos), mas seu estilo extravagante e luxuoso chamava muita atenção de quem o via nas ruas da cidade.

Victor Dantas: Foi um (ex.)policial de elite que combate o crime desde a adolescência, mas não consegue impedir que a cocaína entre em sua casa destruindo sua família.

Antes de virar policial, Victor quando jovem (interpretado por Filipe Bragança) tinha um sonho de se tornar mergulhador, até encontrar em um de seus mergulhos algo que mudaria sua vida. Sendo recrutado pelo oficial do exercito como uma espécie de agente infiltrado.

Jasmin: Uma mulher sozinha que mora no morro e tem que se virar. Inicialmente, ela vê o Dom como um aliado, mas depois eles se acabam se envolvendo. A atriz Raquel Villar que vive a Jasmin, assistiu um documentário sobre o “Bonde do DOM” e procurou mergulhar no universo dos anos 2000 sem cair no estereótipo, e fez muito bem já que sua interpretação é muito convincente.

Lico: Interpretado pelo talentoso ator Ramon Francisco, Lico foi o melhor amigo do Pedro DOM desde sua infância

Viviane: Interpretada por Isabella Santoni, Viviane, é uma mulher que não encontra afeto em casa e acaba deixando a família para ir morar na comunidade, viciada em cocaína se torna membro importante do bando de Pedro Dom, compondo um triangulo amoroso com Pedro e Jasmin.

Armário: Antes de se juntar ao bando, “Armário” interpretado por Digão Ribeiro, acaba ingressando ao bando de DOM, logo após o bandido “Mauricinho para quem ele trabalhava acaba sendo preso pela policia.

A série apresenta uma quantidade expressiva de personagens interessantes, inclusive do núcleo dos anos de 1970, como por exemplo o traficante “Siqueira”, vivido por Fábio Lago (O inesquecível “Bahiano” de tropa de elite), que acaba desenvolvendo uma relação de amizade e confiança com Victor Dantas em sua juventude. E entre os anos de 1990 e 2000, Laila Garin brilha no papel de mãe do Pedro Dom.


MINHAS CONSIDERAÇÕES


Por se tratar de uma história real, “DOM” produz um verdadeiro carrossel de emoções! Você consegue ter vários tipos de sentimentos que vão da pena a raiva em questão de minutos.

A história foi contada de um modo bastante didático (dividida entre 3 linhas do tempo), onde quem viveu na época dos crimes cometidos pelo “bonde do Dom”, tem a memória ainda é bem ativa na mente dos moradores do Rio de Janeiro (principalmente os da zona sul). Com excelente cenografia, caracterizações, locações e trilha sonora, a série nos faz realmente viajar no tempo.

“DOM” nos mostra tudo que as “autoridades” não devem fazer no combate as drogas e criminalidade. Enquanto não houver ações efetivas do estado (em geral), como levar educação, saúde e infraestrutura de qualidade aos moradores das comunidades, milhares de “Pedros Dom” e “Siqueiras”, continuarão surgindo cada vez mais.

Parabéns e obrigado  ao Amazon Prime Vídeo e a Conspiração filmes por nos brindar com uma série tão necessária, real, e porque não dizer tão atual.

.

“DOM” está disponível integralmente no Amazon Prime Vídeo, acesse aqui


Saiba mais sobre os conteúdos da Amazon no TG, aqui!