“Ontem, hoje e amanhã não são consecutivos, eles estão conectados em um círculo sem fim. Tudo está conectado.”  – Dark Netflix

 

Ficha Técnica

Produtor(es) executivo(s): Baran bo Odar, Jantje Friese, Quirin Berg, Max Wiedemann, Justyna Müsch

Empresa(s) de produção: Wiedemann & Berg Television

Cinematografia: Nikolaus Summerer

Distribuída por: Netflix

N.º de temporadas: 2

Episódios por temporada: 1ª temporada – 10 episódios

Elenco: Louis Hofmann, Oliver Masucci, Jördis Triebel, Maja Schöne, Sebastian Rudolph, Anatole Taubman, Mark Waschke, Karoline Eichhorn, Stephan Kampwirth, Anne Ratte-Polle, Andreas Pietschmann, Lisa Vicari, Angela Winkler, Michael Mendl

 

Sinopse: 

Quatro diferentes famílias vivem em uma pequena cidade alemã. Suas vidas pacatas são completamente atormentadas quando duas crianças desaparecem misteriosamente e os segredos obscuros das suas famílias começam a ser desvendados.

 

Resenha:

A série Dark é uma série complexa, pesada, cheia de surpresas, viagens no tempo, algumas pessoas amam e outras odeiam… E eu sou do time que curtiu muito a série!
Claro que demorei um tempo para entender e engrenar na história, pois tenho um pouco de dificuldade com histórias que ficam saltando no tempo, mas assim que me localizei melhor já estava querendo saber o mais rápido possível sobre tudo que acontece durante a série…
Essa série é uma produção Alemã com toques de drama e suspense, que faz parte do sistema de streaming Netflix.
O drama se passa na pequena cidade Winden, na Alemanha. Começa contando sobre o desaparecimento de duas crianças, em 2019. Entre essas crianças está Mikkel Nielsen que desapareceu em 4 de novem de 2019 enquanto explorava uma caverna com seus amigos.
Nos faz pensar sobre o quanto conhecemos das pessoas que moram próximas da gente e até nossos familiares… Em Winden vemos relações fraturadas, vidas duplas e o passado de quatro famílias que vivem lá.
O contexto que a série traz nos revela ideias científicas, filosóficas e religiosas, nos trazendo pensamentos e questionamentos mentais e éticos.
A série conta com viagens no tempo e o entrelaçamento temporal – onde passado, presente e futuro se conectam.
A primeira temporada começa em 2019, mas depois vemos histórias passando em 1986 e 1953, a história se repete a cada 33 anos de diferença, com vários personagens sendo retratados em diversas idades por atores diferentes para os mesmos personagens. Um dos elementos chave da série é a teoria de “Buraco de minhoca”, uma das formas que a física teorizou sobre viagens no tempo, através dos estudos sobre a teoria geral da relatividade criada pelo físico alemão Albert Einstein. Essa teoria consiste em ter alguma conexão entre 2 períodos de tempo diferentes onde é possível sair de um e ir ao outro…
O background da série é um acidente que ocorreu na usina nuclear de Winden ligado com as cavernas existentes abaixo da cidade que conectam as 3 linhas temporais.
Os figurinos dão um show à parte e conseguem ser o norte para a localização temporal de quando cada história se passa, já que os 3 anos escolhidos se alternam durante os episódios…

 

Curiosidades: O vilarejo retratado na série não existe fisicamente, os diretores optaram por não ter um sotaque muito forte para não retratar uma região específica da Alemanha e o nome Winden em inglês significa Twist e em português “reviravolta” o que explica as mudanças que ocorrem durante a série…

Trailer: 

//www.youtube.com/watch?v=v2FIQRsQR0Y