Simplista no enredo e divertido nas cenas de ação: Rambo V (ou Rambo: Até o fim) é um filme oitentista disfarçado de 2019. É um passatempo agradável para quem curte muita ação, sangue e luta sem muita perspectiva dramática por de trás de tudo isso.

Resultado de imagem para Rambo bloody

Sinopse

O tempo passou para Rambo (Sylvester Stallone), agora ele vive recluso e trabalha em um rancho que fica na fronteira entre os Estados Unidos e o México. Sua vida antiga marcada por lutas violentas, mas quase sempre vitoriosas, ficou no passado. No entanto, quando a filha de um amigo é sequestrada, Rambo não consegue controlar seu ímpeto por justiça e resolve enfrentar um dos mais perigosos cartéis do México.

Ficha técnica

Título Original: Rambo: Last Blood (Rambo: Até o fim)
Duração: 100 minutos
Ano produção: 2019
Estreia: 19 de setembro de 2019
Distribuidora: Imagem Filmes
Dirigido por: Adrian Grunberg
Orçamento: Não divulgado
Classificação: 16 anos
Gênero: Ação
Países de Origem: EUA

Rambo é um personagem clássico da cultura pop e tempos atrás até teve seu charme e uma certa relevância do ponto de vista político ou ideológico, principalmente nos dois primeiros filmes. Ele é, provavelmente, o maior ou um dos maiores personagens de filmes de ação da história do cinema. Ao abordar a Guerra do Vietnã, a política intervencionista norte-americana, o tratamento aos soldados sobreviventes das guerras, ao trauma pós-guerra dos soldados e o impacto disso na sociedade capitalista americana a franquia ainda tinha um certo significado. Que o filme é “deslocado” para 2019, não há dúvidas. Entretanto, isso não quer dizer que a película em questão não possa ser apreciada como obra de puro entretenimento escapista.

Resultado de imagem para Rambo bloody

Se nos dois primeiros a franquia ainda queria dizer alguma coisa de forma implícita, aqui não há muito mistério: há uma história de vingança quando uma jovem é raptada por uma gangue e John Rambo vai lá salvar o dia depois de ser torturado e sofrer tudo que ele, a priori, não queria (mas “precisava”, no sentido de fazer o filme acontecer).

Farei do seguinte modo: 3 perguntas, bate-bola jogo rápido!

1. Por que eu deveria sair de casa e gastar pra ver essa ‘tosqueira’?

Porque é um filme divertido pra caramba, cheio de explosões, sangue até o talo ao melhor estilo Charles Bronson! Portanto, se você não tiver nada a mais para fazer, tiver uma grana sobrando e gostar de trasheiras de ação “Rambo: last blood” está na medida pra você. Caso contrário, tome um sorvete: tá calor demais! Não vou problematizar filme de ação com políticas ideológicas e mimimi lacrador, fique tranquilo(a)!

Resultado de imagem para Rambo Last Blood

2.  Em relação ao roteiro, atuação e tudo mais?

O diretor é desconhecido, de ator mesmo tá lá quem importa: Sylvester Stallone (o resto são vilões que vão morrer ou figuras femininas que serão salvas ou servem de alívio cômico involuntário tipo a velhinha).  O roteiro é básico: história de vingança, mesma coisa que já foi feita por Duro de Matar, John Wick, Comando para Matar e tantos outros filmes.  As cenas de ação da metade para o final do filme são o que nos salvam da mediocridade! Há uma certa tentativa aqui e acolá de relacionar com o passado traumático de guerra, a falta de motivação pra viver, a melancolia da terceira idade, o sentimento de uma figura paterna, a falta de vida social de um veterano do Vietnam e vários outras nuances. Mas o que importa mesmo é que Rambo é foda! Mata mesmo, sem dó.

Vale ressaltar que, dada a idade do protagonista (73 anos!), o filme ainda torna crível ver Sylvester batendo e apanhando! Claro que há muito de efeitos de câmera, dublês e tudo mais, entretanto ainda sim, dá pra ver que Stallone tem fôlego pra sustentar uma porradaria com seu carisma. Além disso, o cara deve malhar e se cuidar muito.

As cenas de ação beiram o gore. Se não fosse pelo ator em questão que é muito icônico com seu personagem, seria muito possível encaixar esse final em qualquer “Tela quente” da Globo ou filmes da Band com atores genéricos.

Resultado de imagem para Rambo Last Blood

3. No fim das contas, qual a sua avaliação?

No fim das contas esse filme é uma farofa deliciosa com tempero de filmes de ação oitentistas que evocam o melhor do que Arnold Schwarzenegger, Charles Bronson, Steven Seagal e o próprio Sylvester já fizeram. Adicione a isso uma pitada da violência de John Wick, o exagero e má atuação da franquia Velozes e Furiosos e a tosqueira que filmes de ação sempre tiveram: tá pronta a receita. Tem até umas cenas meio tensas de violência sexual e mais sangria desatada do que eu imaginei. No fim, compensou.
Em suma, se você gosta de cenas de ação, lutas, porradas e assassinatos na forma mais visceral e simplista, Rambo V é pra você.  É a clássica história do lobo solitário. Ação pura. Se você problematiza demais esse tipo de violência em pleno século XXI, nem se preocupe em gastar seu dinheiro. Eu fui, assisti e gostei pela violência nonsense, mas não veria de novo. Filme aceitável, porém esquecível. Diversão e saudosismo, nada além disso.

 

Inscreva-se no canal do Teoria Geek no Youtube e nos acompanhe também nas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.