The Ancient Magus Vol 3
Ficha Técnica
Autor: Kore Yamazaki
Editora: DEVIR
Ano de lançamento: 2020 (Reimpressão)
Sinopse: Em síntese, Chise Hatori é uma órfã de 15 anos, solitária e sem esperança no futuro. Sem saber o real motivo, ela foi comprada por Elias Ainsworth, um mago excêntrico que a transformou em sua discípula e… noiva. Desde então, ela se vê às voltas com seres fantásticos, reinos mágicos, feiticeiros, alquimistas, inimigos sobrenaturais e, claro, as inseguranças e angústias de uma adolescente. Neste volume: Uma Sleigh Beggy é uma criatura de grande poder, mas Chise ainda está confusa pois nunca desejou tal poder e nem o destino cruel que este lhe proporciona. Enquanto procura se adaptar à sua nova realidade, Chise é confrontada pelo feiticeiro responsável pela estagnação em Ulthar e acaba mortalmente ferida. Ao ver sua pupila caída, Elias revela a hedionda forma que lhe deu o nome “Pillum Murialis, o Bastião Devorador”.

 

“Magia é apenas um dos termos que podemos usar. É um tipo de energia que também recebe o nome de energia vital ou mana. A energia que circula pelo mundo. A moeda de troca para poder interagir com as leis da natureza. Talvez possa considerá-la o sangue que percorre no mundo”.

The Ancient Magus Vol 3

E é assim que vamos para mais uma resenha aqui no Teoria Geek e desta vez sobre um dos mangás que mais amo: The Ancient Magus Bride (ou Mahoutsukai no Yome ou A noiva do Mago).

Sobre a Autora:

Conhecida por produzir enredos de heroínas depressivas e introspectivas, Kore Yamazaki não era uma mangaká muito conhecida, até que veio o sucesso de fama internacional: The Ancient Magus Bride.

The Ancient Magus Vol 3

Iniciou a sua publicação do presente mangá na revista Comic Blade em 2014 e depois migrou para Comic Garden, todas do Grupo Mag Garden.

Aqui no Brasil, a obra ficou conhecida por meio da editora DEVIR com a excelente adaptação e tradução de Arnaldo Oka.

Minha opinião sobre a autora é que ela transmite um pouco das suas inseguranças em suas próprias personagens, basta ler os posfácios que você começa a entender o que eu estou dizendo.

É como se ela não acreditasse em seu próprio potencial. O que eu acho totalmente incoerente diante do espetáculo que é esse mangá (me ajuda a te ajudar, Kore).

Sobre o Enredo Principal:

A história é intrigante desde o início, pois acompanhamos a jovem Chise Hatori sendo vendida em um leilão em que ela mesmo se colocou à venda.

The Ancient Magus Vol 3

Mas calma, eu vou explicar! Acontece que tudo o que Chise mais desejava era um lar.

Chise Hatori é uma Sleigh Beggy, um ser detentor de energia ilimitada. Bem, quase isso! Na verdade, Chise tem tanto poder que o seu próprio corpo não suporta tanta magia, por isso, a maioria desses seres costumam ter uma vida bem curta.

Como ela é usuária de magia, ela consegue ver situações e seres que qualquer outro humano não pode ver. Porém, tal dom acaba por ser por muitos anos da vida desta garota, uma maldição.

Abandonada pelo pai e depois da morte da sua mãe (trágica, por sinal), Chise se viu “jogada” entre seus parentes que não entendiam o seu dom e tinham medo dela.

E com esse sentimento de abandono, que permeia todo o seu arco principal, ela entende como uma única alternativa, se vender para que alguém a compre e assim, ter um lugar para ficar (sim, é pesado).

É nesse leilão que conhecemos o excêntrico mago Elias Ainsworth. Mas não ache que ele é um mago como Gandalf ou Merlin, não! Na verdade, a aparência de Elias é bem assustadora e suas convicções são um tanto duvidosas a princípio.

Elias Ainsworth

Mas, nesse caso, você precisa entender que ele não é um humano e nem pensa como tal. Tanto é que ele tem dois propósitos quando compra Chise: 1) Ser sua aprendiz no mundo da magia e, 2) Sua noiva (opa, olha a referência do título aqui).

É nesse segundo propósito que você precisa se desprender das excentricidades que verá nesse mangá, para então, conseguir entender a incrível história de The Ancient Magus Bride.

Sobre os Personagens:

Vou te contar que se o mangá tivesse somente os personagens Chise e Elias, já era uma história e tanto, uma vez que é surreal ver todas as camadas dos personagens principais.

Ambos têm um passado. Um passado cheio de feridas e dores que aos poucos vai se desenvolvendo e amadurecendo numa história de superação e aprendizado.

The Ancient Magus Vol 3

Porém, The Ancient Magus Bride é muito mais que Elias e Chise. Isso porque os demais personagens, que aparecem na história, são maravilhosos e cada um é trabalhado com tanta maestria, que você quer saber mais e mais, enquanto lê.

Dentre os demais personagens que vão sendo apresentados, os mais intrigantes são o familiar de Chise chamado de Ruth e o vilão, Catafílio. Aliás, você vai ter calafrios quando conhecer Catafílio e não se engane pela aparência de menino que ele tem (o cara é cilada).

Mas existem outros seres no decorrer da história como Angélica, Silky e o Mestre Lindel, que tenho certeza que vocês também vão se encantar.

Sobre as ilustrações:

Kore Yamazaki sabia muito bem o que estava fazendo quando criou as ilustrações de The Ancient Magus Bride.

A história contém ilustrações ricas em detalhes e uma beleza sem igual, principalmente, na figura das personagens.

The Ancient Magus Vol 3

O modo como a autora e desenhista recria o universo mitológico por trás de todo o enredo é um quadro diante das páginas.

Sério! Se o anime já é lindo, imagine ler a história nas páginas!

Sobre o Volume 3:

O enredo do volume 3 se inicia com a revelação da verdadeira forma de Elias após Chise ser mortalmente ferida por Catafílio no volume 2 e as consequências dessa transformação tão brusca.

The Ancient Magus Vol 3

Acreditem! É mais assustadora do que já é!

É aqui que passamos a entender o porquê que Elias é chamado de “Pillum Murialis”.

A propósito, esse termo refere-se a uma prática romana de colocar cercas de madeiras pontudas para a defesa do seu território, como se fosse um “muro de lanças”.

The Ancient Magus Vol 3

Neste capítulo, também conhecemos mais sobre Ruth e sua transição como familiar de Chise, bem como as suas motivações para o seu afeto e instinto protetor com a personagem principal.

Em paralelo ao enredo principal, há uma breve história que Chise presencia sobre uma Leanan Sídhe que é contada com uma sensibilidade sem igual. Digo isso porque esse ser introduzido neste volume 3 é uma fada-vampira que oferece inspiração artística aos homens em troca do seu sangue.

Neste mangá em específico, além de intensificar mais as relações de Chise e Elias, você vai começando a entender o que leva Chise continuar sendo “noiva” do mago. E vai presenciar mais uma etapa do seu aprendizado como maga, agora com o seu “avô”, Mestre Lindel (só lendo para saber, rs).

Sobre a mitologia:

A princípio, para quem já leu sobre a mitologia das Ilhas Britânicas terá uma certeza ao ler este mangá: a autora pesquisou muito para fazer essa história!

Contudo, para quem não leu, não se preocupe! A adaptação desse universo para esse mangá é maravilhoso de se ver.

The Ancient Magus Vol 3

Ela conseguiu mesclar essas crenças de civilizações antigas com a realidade atual e isso é um espetáculo à parte do mundo de Chise e Elias.

O universo é rico em seres fantásticos com magos, feiticeiros e fadas: estas desde às fadas caninas e felinas, até mesmo às popularmente conhecidas, como Oberon e Titânia (lembre-se da obra “Sonhos de uma Noite de Verão” de William Shakespeare).

Curiosidade 1:

The Ancient Magus Bride (ou Mahoutsukai no Yome) tem a sua versão em anime dividida em 24 episódios com 3 OVA’s e está disponível no Crunchyroll.

The Ancient Magus Vol 3

Curiosidade 2:

O site oficial da adaptação animada do mangá confirmou a produção de uma nova temporada de OVA’s para o projeto.

The Ancient Magus Vol 3

The Ancient Magus Bride (Vol. 3): Veredicto

Uma história com um quê de Sabrina, Fullmetal Alchemist e a Bela e a Fera, o mangá The Ancient Magus Bride possui um enredo desafiador, mas que vai te prendendo conforme você vai se familiarizando com a história de superação diante das crueldades e adversidades da vida.

Principalmente, quando você se desprende de certos conceitos apresentados nos primeiros volumes e chega a este volume 3.

Eu confesso que assisti primeiro ao anime e depois fui para o mangá. E posso dizer, a experiência da leitura é mil vezes melhor. Até porque as histórias são muito mais desenvolvidas.

Super recomendo que você não despreze os prefácios e posfácio da obra, pois você entende a autora em muito dos seus aspectos, bem como os segredos de uma personagem muito fofa que vive com os nossos personagens principais.

 • ONDE COMPRAR •
• AmazonAmericanasSubmarino

Quer saber mais sobre Animes e Mangás? Então, confira AQUI!

Quer saber mais sobre Livros e HQ’s? Então, confira AQUI!

Até mais, e Obrigado pelos Peixes!