Ficha Técnica
Autor: Ali Hazelwood
Editora: Sphere
Ano de lançamento: 2021
Sinopse: Olive é uma estudante de Ph.D. do terceiro ano. Olive e Jeremy terminaram. Tudo bem, porque Olive não estava tão a fim dele mesmo. Mas Ahn, sua melhor amiga, está e é correspondida. Só que a regra da amizade envolve não namorar ex! Acontece que Olive sabe que Jeremy e Ahn foram feitos um para o outro – embora ela mesma não acredite muito no amor e nem mesmo pense a respeito do assunto.Então, como melhor amiga, Olive faz o que qualquer pessoa faria: ELA MENTE. Olive diz a Ahn que está namorando, e que tudo bem ela e Jeremy formarem um casal. Mas Ahn quer provas e… bem, é o que faz Olive beijar o primeiro homem que vê. E contar a todos que eles estão em um relacionamento.
Só que esse homem é Adam Carlsen, o professor mais severo de Stanford, que concorda em participar do namoro fake, já que ele tem suas próprias razões para isso.
De repente, seu pequeno experimento parece perigosamente perto da combustão. E Olive descobre que a única coisa mais complicada do que uma hipótese sobre o amor é colocar seu próprio coração sob o microscópio.

 

Imagine uma junção de vários clichês de romances? Então você imaginou The Love Hypothesis. Com direito a ex namorados, relacionamentos fakes e amizades verdadeiras, essa é aquela história que faz um fã de romance suspirar e dar muitas risadas. Passar um pouco de raiva também.

The Love Hypothesis

Olive é uma estudante de Ph.D do terceiro ano, após terminar seu namoro com Jeremy ela percebe que sua melhor amiga Ahn gosta dele, decidida a juntar os dois ela resolve contar uma mentira.

Olive diz a Ahn que está namorando, porém a amiga não acredita, sendo assim nossa protagonista tem a brilhante ideia de beijar o primeiro homem que aparece na sua frente, para que Ahn veja que ela está sendo sincera. Mas as coisas saem um pouco do controle quando ela percebe que beijou Adam Carlsen, o professor mais severo de Stanford.

Após isso Olive sabe que precisará contar a verdade para Ahn, afinal Carlsen nunca aceitaria essa situação. Mas, para a surpresa de muitos, vamos fingir surpresa, Adam aceita participar do namoro fake, e agora o que pode dar errado com esse experimento?

Para situar melhor a situação vamos deixar claro que Adam não é professor de Olive, eles são de departamentos diferentes, e não tem ligação com a pesquisa do outro.

Se você agora está pensando: “Nossa isso parece uma fanfic”. Bom, é que a história começou assim, e depois se tornou uma publicação tradicional.

Sobre os personagens principais: Adam apesar de parecer o professor severo é a pessoa que compra bebidas coloridas para Olive, mesmo criticando quem gosta dessas coisas. E Olive é uma estudante focada na sua pesquisa, que mesmo sabendo das dificuldades de ser acadêmica acredita no poder da ciência e de como pode mudar a vida das pessoas.

Além disso ainda temos os personagens secundários que dão sempre um alívio cômico na leitura, e cada um com seus próprios romances. É muita doçura.

Sobre a Leitura

O livro é bem escrito e cativante, daqueles que você nem percebe o quanto já leu e quando ver já está na metade.

Para quem gosta de ciência ou já fez algum projeto cientifico vai se identificar em muitas coisas com os acontecimentos referentes ao meio acadêmico, que fazem parte do plano de fundo do livro.

A única coisa que deixou a desejar foi o final que achei muito corrido, tiveram que resolver muitas coisas de última hora.

E para nossa alegria, a editora Arqueiro já confirmou que irá publicar o livro em 2022, aqui no Brasil.

Sobre a Autora

Ali Hazelwood escreve romances contemporâneos sobre mulheres em STEM e na academia. Sua estreia é The Love Hypothesis. Para mais informações clique aqui.

ONDE COMPRAR
Amazon