Resenha do Livro: “A Espera” – especial Flima da Lygia Faguntes Telles.

A icônica escritora brasileira: Lygia Fagundes Telles, completa 98 anos hoje! Como um especial, a Flima relança, em livro digital gratuito, um conto “perdido” da autora que já ganhou dezenas de prêmios e ocupa a cadeira 16 na Academia Brasileira de Letras.

A Espera - LFT
Ficha Técnica
Autor: Lygia Fagundes Telles
Editora: Flima
Ano de lançamento: 2021
Sinopse: Publicado pela primeira vez em livro, “A espera” é a história do fugaz reencontro de um casal de namorados dez anos após uma abrupta separação. Nikos, o grego, saíra para dar uma volta antes de buscar Marghí para, juntos, assistirem à Missa do Galo. Ele não voltou. Em vez disso, decidiu sair pelo mundo. Um conto que retoma um tema caro à autora: amor versus liberdade. 

Introdução


Hoje, 19 de Abril de 2021, Lygia Fagundes Telles completa 98 anos. A autora também é conhecida como “a dama da literatura brasileira”, assim como, “a maior escritora brasileira viva”. Ela, com certeza, é uma das mais importantes e notáveis da nossa literatura, marcando boa parte do século XX e futuras gerações.

O conto “A Espera” foi um pedido especial de uma revista, em 1981, para uma homenagem a “Grécia”. Lygia logo entregou e, segundo especialistas, a história de poucas páginas é uma releitura de várias outras da própria autora. Aliás, dizem que a Lygia acredita que a reescrita do próprio trabalho é constante e, no fundo, os autores escrevem sempre a mesma história; apenas tentam dar uma melhoradinha.

Enfim, foram inúmeros livros e contos lançados. Também houve adaptações marcantes de suas obras. Uma das principais, e minha favorita, é sem dúvida: “As Meninas“. Vale a pena conferir!

As meninas - Lygia Fagundes Telles


Sobre a História


Fuga do Amor“. Nikos ama Marghí! Faz planos para viajarem juntos, dá presentes exóticos, planejam com cuidado as idas a Missa no Natal e os jantares íntimos. No entanto, ele vai embora, sem ter coragem para se despedir. Até tentou deixar um bilhete, apenas dizendo que “não ia dar certo”, mas não conseguiu. Foi embora, fez as viagens que tanto queria com a amada, sem ela… Voltou! 10 anos depois, Nikos voltou!

Vitória de Samotrácia
Vitória de Samotrácia

Marghí estava na mesma casa, com a mesma arrumação, sempre a espera, como se a vida nem tivesse passado. Mas, será que Nikos está pronto para ficar? Algum dia estará?


Considerações Gerais


O medo de se apegar, a “fuga do amor”, a recusa do afeto: seja por medo, ambição, fragilidade, enfim… são temas comuns para Lygia. Alguns contos como “Os mortos” (1949), “Tigrela” (1977) e outros, são bons exemplos.

Autora Lygia Fagundes Telles 2

A característica de “homem desfibrado” como Nikos se coloca, uma possível auto-depreciação exatamente por não conseguir se manter num relacionamento, também é recorrente. Outro elemento importante são as “janelas ovais“, que, segundo especialistas, pertencem à referências do suspense psicológico, não tão sombrio, à la Edgar Allan Poe (de quem Lygia é fã). Ainda temos o lenço de Agrinio, outro elemento grego, exalando riqueza e sabores. Além disso, há a imagem grega: Vitória de Samotrácia – a escultura da mulher com duas asas, posta na proa de um navio – representando leveza e liberdade. – Reparem bem nesses elementos e não se percam no texto! –

“A Casa o interrogava com suas janelas ovais, e então?!”

A autora tem como característica as descrições fantásticas em primeira pessoa, com pensamentos borbulhantes, turbulentos e cheios de paixão! Sendo assim, no menor deslize, a gente se perde na leitura… Eu tive de ler o conto duas vezes e mesmo assim, sei que tenho que ler mais a fim de pegar outros e muitos detalhes.

“Beijaram-se com fúria, Depois, os beijos foram ficando mais profundos, mais lentos, os cabelos, os olhos. A boca. O silêncio úmido murmurejando num gozo se desfez em choro manso. Doce.”

Por fim, um conto que parece simples, tem uma gama de riqueza textual e uma complexidade juvenil tão madura que se não fisgar nossa atenção e nos perceber ensandecidos, não estamos lendo Lygia Fagundes Telles.

Autora Lygia Fagundes Telles

* Onde Baixar *

Amazon



Leia mais sobre livros AQUI, no TG.