Laranja Mecânica é um dos clássicos da literatura e do cinema, pela forma distinta com que trata de temas polêmicos e perturbadores. O filme conta com uma trilha sonora diferenciada, figurinos coloridos e cenários um tanto quanto peculiares. A história gira em torno do protagonista Alex e seus constantes crimes. Com grandes reviravoltas, manipulações, violência e muitas críticas sociais.

Título em Português: Laranja Mecânica
Título Original: A Clockwork Orange
Duração: 136 minutos
Gênero: Ficção Científica, Drama
Ano: 1972
País: Reino Unido e Estados Unidos da América
Direção: Stanley Kubrick

 

Sinopse: Alex é um adolescente brilhante e problemático, que comete crimes junto de seus amigos, mas tenta passar a ideia de bom moço para seus pais e seu tutor para que não seja preso, pois tem um histórico sujo e corre o risco de não voltar a liberdade caso seja preso novamente. Mas tudo sem perder uma possibilidade de ir contra a lei.

 

Laranja Mecânica tem como protagonista o jovem Alex, um adolescente inteligente, com atitudes perturbadoras e fã de música clássica, em especial Beethoven. Quando não está cometendo crimes junto de sua gangue de bratty, ele se faz de bom moço para seus pais e tutor.

Alex e seu grupo tem por hábito espancar bêbados, estuprar mulheres e invadir casas. Uma certa noite, a residência para a invasão acaba por ser de um escritor, eles destroem o interior da residência, espancam o casal e o grupo estupra a esposa.

O lado agressivo e sádico do protagonista, reflete em constantes maus tratos de seus amigos, em principal para se manter como um líder autoritário, no entanto, esses seus atos acaba refletindo em uma reação do grupo, que o leva para uma emboscada.

Para isso, seus bratty sugerem que invadam a casa de uma senhora dona de diversos gatos, para roubar seus pertences, o que cativa a atenção de Alex e o faz concordar com o plano, sem suspeitar de nada. O resultado da invasão e a situação trágica que aconteceu dentro da residência, resulta na prisão do protagonista.

Enquanto preso, acaba por usar sua mente perspicaz para ficar ileso aos demais presidiários e conseguir escapar de lá o quanto antes. Alex volta a usar sua máscara de bom moço e engano o padre da prisão, tendo-o como um aliado para sua saída, que apenas se concretiza quando, uma visita diferenciada chega no local a procura de uma cobaia para um novo experimento.

O jovem não tem ideia do que o espera nessa sua saída da cadeia, por mais que o ambiente pareça confortável, momentos de tortura e desespero para Alex acabam por acontecer, o que fará com que ele não seja mais o mesmo.

Com cenas perturbadoras e chocantes, esse é um filme que a cada vez que se assiste, traz novas perspectivas e reflexões.

 


Curiosidades:

  • O filme não explica o motivo do nome Laranja Mecânica, no entanto, o livro faz isso, no momento em que Alex e sua gangue estão destruindo a casa do escritor. O protagonista quando está destruindo os manuscritos do dono da residência, repara no título Laranja Mecânica. Quando lê parte do conteúdo, percebe que é uma crítica ao governo e as ações que o mesmo tinha. Mas também há a explicação de ser uma “brincadeira” do autor em se referir ao “Homem Mecânico”, que pode ser controlado.
  • As publicações possuem um dicionário das gírias rimadas eslavas utilizadas durante toda a história, para que assim o leitor possa compreender melhor todo os acontecimentos.
  • O filme é exibido em alguns cursos de psicologia, devido os experimentos tidos com o protagonista e o comportamento dos demais personagens.
  • Em 1972, o filme teve diversas indicações para o Oscar e o Globo de Ouro:

Oscar:

  • Melhor Filme
  • Melhor Diretor – Stanley Kubrick
  • Melhor Roteiro Adaptado
  • Melhor Montagem

Globo de Ouro:

  • Melhor Ator em Filme Dramático – Malcolm McDowell
  • Melhor Filme Dramático
  • Melhor Diretor – Stanley Kubrick

Inscreva-se no canal do Teoria Geek no Youtube e nos acompanhe também nas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.