Dezesseis Luas é um filme baseado na série de livros Beautiful Creatures, escritos por Kami Garcia e Margaret Stohl e composto por 4 volumes principais.

Ficha Técnica:

Título em Português: Dezesseis Luas

Título Original: Beautiful Creatures

Duração: 2 h e 4 minutos

Gênero: Fantasia e Romance

Ano: 2013

País: EUA

Direção: Richard LaGravenese

Elenco: Alden Ehrenreich, Alice Englert, Jeremy Irons, Viola Davis e mais

Sinopse: A história gira em torno de Ethan e Lena, dois grandes opostos. Ethan é órfão de mãe, um garoto estudioso e popular na escola, já Lena é uma garota que se mudou recentemente para a cidade de Gatlin, desde o início ela se exclui das demais pessoas do colégio, evitando ao máximo até uma simples conversa, o que não foi de muita dificuldade, pois mesmo vindo de uma família que fundou a cidade de Gatlin, seus familiares tem a “fama” de serem satanistas, o que causa muito aversão e afasta muitas pessoas da cidade, no entanto Ethan e Lena acabam se aproximando e se apaixonando. Mas Lena é uma garota diferente das demais, possuí poderes que muitas vezes fogem de seu controle, principalmente quando suas emoções fogem do controle e se mostra uma garota muito poderosa.

Ethan acaba por entrar em um universo totalmente diferente de tudo o que conhece, um mundo cheio de magias e que possui o lado do bem e o do mau constantemente presentes. Mas as coisas não param apenas nessa divisão, todos dessa família sofrem com uma maldição, em seu aniversário de 16 anos, serão convocados para um dos lados sem opção de escolha.

Para que Lena não seja convocado para o lado das sombras, ela e Ethan começam uma pesquisa para que a jovem feiticeira possa escolher e ser livre, mas será que ela irá conseguir fazer essa escolha?

Nota: Para os amantes da saga, o filme em muitas partes foi decepcionante, pelos seguintes fatores:

– No filme há Amma Treadeau, uma personagem carismática, tanto no filme quanto nos livros. “Ah, então qual o problema dela?”, bem, a personagem do filme acaba por ser a fusão de duas a três personagens do livro, o que atrapalha muito em uma continuidade da história.

– O filme quis de uma forma simples, porém só complicando tudo, juntar os 4 livros em um único momento, no Dezesseis Luas, o que acaba com todo o encanto e confunde todo o desenvolvimento, já que os livros se chamam: Dezesseis Luas, Dezessete Luas, Dezoito Luas e Dezenove Luas. Os títulos dos livros correspondem a cada idade da protagonista Lena, e em cada ano, ela terá que enfrentar algum problema (familiar, mágico…) conforme o seu amadurecimento (ou falta dele) além de mostrar também o desenvolvimento de Ethan.

– Há muitas pontas soltas ao término das 2h de filme, já que há a mistura de muitos elementos dos diversos volumes envolvidos em um só lugar e que não foi possível ser trabalhado devidamente.

– Muitos personagens não puderam ter seu devido destaque na história, mesmo tendo uma importância gigantesca na história.

No entanto, o filme não é de todo ruim, pois quem não conhece a história consegue se divertir com ele, além de ajudar muito a cativar o público para a leitura dos livros.