Como Treinar o Seu Dragão 3 esta sendo um sucesso de bilheteria e desde o primeiro filme, Como Treinar o Seu Dragão (2010), vimos muito sucesso, acompanhando Soluço, filho do Chefe Viking, crescer e amadurecer a cada desafio colocado em seu caminho. No terceiro e último filme da trilogia não é diferente, mostrando novos vilões.

O filme continua a contar a história de Soluço, porém desta vez ele esta determinado a fazer de Berk lar ideal entre homens e dragões. Assim, o menino e seus amigos seguem atrás de caçadores de dragões, para não só libertar suas presas, porém também impedir a morte dos animais. A fama de Soluço e da própria Berk chama a atenção de Grimmel, uma grande matador de Fúrias da Noite, que ao descobrir a existência de Banguela, não mede esforços para mata-lo. E para chegar até ele usa uma Fúria da Noite, ou melhor dizendo, Fúria da Luz, para atrair Banguela e o capturar.

No inicio do filme o novo desafio nos é apresentado, mais caçadores de dragões e a Fúria da Luz, que traz uma fofura maior ainda para o filme. Além dos avanços como as vestes á prova de fogo produzido com couro de dragão, mostrando os animais como aliados.

O roteiro e direção de Dean DeBlois foram bem construídos, os próprios personagens preparam o espectador para os acontecimentos ao longo da história, como quando o ferreiro, Bocão, vê o dragão, chamado de “Papa Tudo”, e reclama poro terem trazido, pois ele poderia trazer mal pressagio (azar). E logo depois o vilão, Grimmel, é inserido ao contexto.

Um ponto positivo para o filme foi o desenvolvimento da própria cidade de Berk, no primeiro filme ela é escura, sempre com o tempo mais acinzentado. No último temos uma Berk mais colorida e organizada para uma vida entre dragões e humanos. Além disso, o mundo escondido dos animais foi delicadamente pintado em cores incríveis, transformando até os já conhecidos dragões em belezas maiores ainda.

Os flashbacks de Stoick, pai de Soluço, ajuda no amadurecimento do personagem e na resolução de alguns problemas, como a procura do mundo escondido.

Ao longo do filme, vários temas foram abordados de forma simples, mas conseguindo mostrar para o espectador seu real. Como não devemos subestimar a inteligência e capacidade dos nossos adversários, no caso Grimmel sempre parecia estar à frente de Soluço, e o menino ignorava. Entretanto, também ensina a valorizarmos nosso próprio potencial, o garoto como um líder e também o trabalho em equipe, já que a maioria das batalhas e ataques eram feitos em grupos.

Outro tema é o casamento arranjado, mostrado pelo Bocão quando ele tenta forçar o pensamento de um casamento entre o Soluço e Astrid, porém os personagens possuem suas preocupações e responsabilidades individuais, e respeitam um o momento do outro, apenas estando ao lado um do outro para auxiliar quando necessário.

Entretanto nenhuma mensagem é mais forte quanto a mensagem principal do filme, que é o amor, parece até clichê falar isso, porém é o que ainda precisar fortalecer em nós humanos. Quando Soluço fala para seu parceiro, Banguela, ir embora para o mundo escondido com os outros dragões, ele esta amando de uma forma extremamente pura. Pois o amor sempre liberta, e isso é o que nós precisamos aprender: amar sem prender. Isso serve para nossos romances, nossos familiares e amigos.

Ficha Técnica:

Titulo Original: How To Train Your Dragon – The Hidden World

Distribuidora: Universal Pictures

Ano de Produção: 2019

Diretor: Dean DeBlois

Roteirista: Dean DeBlois

Fotografia: Roger Deakins (Supervisão)

Duração: 128 minutos

Classificação: Livre para todos os públicos

Trilogia: Como Treinar o Seu Dragão (2010), Como Treinar o Seu Dragão 2 (2014) e Como Treinar o Seu Dragão 3 (2019).

Trailer Legendado:

//www.youtube.com/watch?v=P5GAg92efK0