American Made – Feito na América é um filme de 2017, dirigido por Doug Liman e escrito por Gary Spinelli. É estrelado por Tom Cruise, Sarah Wright, Jayma Mays, Jesse Plemons, Lola Kirke, Domhnall Gleeson e Mauricio Mejía.

  • SINOPSE: Durante a década de 1980, Barry Seal (Tom Cruise), um piloto oportunista da Trans World Airlines, é inesperadamente recrutado pela CIA para realizar uma das maiores operações secretas da história dos Estados Unidos.

Um filme que une fatos reais e Tom Cruise só poderia se tornar um sucesso!

Realmente é incrível ver Tom Cruise interpretando um personagem tão diferente do usual e estilo heroico do que é acostumado, mas mesmo assim a sua entrega ao fazer os filmes é diferenciada, independente do papel que irá fazer.

American Made – Feito na América conta a história de Barry Seal (Tom Cruise) que era um simples piloto numa empresa aérea pequena, mas que também aproveitava para contrabandear charutos em suas viagens, em pequenas quantidades, para ganhar um dinheiro extra. Porém ele foi descoberto pelo governo norte-americano.

Ao pensar que estava encrencado, Barry Seal, fica surpreso ao ser convidado para prestar serviços a CIA, onde teria que fotografar áreas dominadas por revolucionários na América Central. E além de ser convidado, também foi muito seduzido pelo dinheiro que ofereceram para realizar o trabalho.

A partir desse momento o filme tem uma narrativa temporal muito boa, pois vai avançando e nos mostrando como Barry Seal vai se comportando com as novas situações do seu novo “trabalho”.

American Made – Feito na América por ser baseado em fatos reais, e por ser na época de 1980, sem ter interferência de tecnologia e tudo mais, nos conta um pouco como eram as operações dos governos, como eles precisavam de informações nas quais eles mesmos não podiam fazer e tinham que contratar alguém de fora, ou alguém de dentro do governo que pensava numa estratégia diferente e precisava de uma pessoa de fora para realizar a tarefa.

Enfim, tem muita coisa interessante nesse filme, como também o encontro disso tudo com o cartel de Pablo Escobar. Sendo até nostálgico de ver como Pablo se comportava no início de sua jornada como grande traficante, até como lidava com um americano no meio de seus negócios.

Sim, Barry Seal (Tom Cruise) se tornava um agente duplo. Trabalhando ao mesmo tempo para a tão secreta CIA como também para o cartel de drogas de Medelín. E a vida dele fica uma loucura, pois ele ganha tanto dinheiro que ao pensar somente no dinheiro, não presta atenção na enrascada que está montando para ele mesmo ao aceitar todas as tarefas e trabalhos que lhes pedem.

Sem mais spoilers para quem ainda não assistiu, American Made – Feito na América ganhou muito por ter Tom Cruise no papel de protagonista, pois sua atuação se destaca nas cenas, nos levando a ficar presos ao filme até o seu desfecho final.

O filme conta com cenas muito boas, independente do ambiente ou com tomadas aéreas com os aviões, no qual Tom Cruise pilota realmente os aviões. O elenco é muito bom, todos nos entregam atuações diferenciadas.

Assista! American Made – Feito na América é baseado em fatos reais, é muito empolgante, e que nos envolve a cada minuto, nos contando a história de uma pessoa que não é um herói ou vilão, mas que aproveita a oportunidade para ganhar e fazer muito dinheiro.

Vale a pena assistir! Se ainda não assistiu, já agende na sua programação dos próximos dias para assistir esse incrível filme.

Nota IMDb: 7,2 / 10,0

Minha Nota: 8,0 / 10,0

Ficha Técnica:

Direção: Doug Liman

Elenco: Tom Cruise, Sarah Wright, Domhnall Gleeson, Jesse Plemons, Caleb Landry Jones

Género: Biografia, Suspense, Policial

Duração: 115 minutos

Distribuição: Universal Pictures

Lançamento: Brasil 14 de setembro de 2017 e Estados Unidos 29 de setembro de 2017

Orçamento: US$ 50 milhões

Receita: US$ 134.866.593

//www.youtube.com/watch?v=1ARDw9iAMZo&t=90s


~ Flavio Gabriel