Abe conta a história de um garoto que tenta unir sua família através do seu amor pela gastronomia. Noah Schnapp, de Stranger Things, vive uma vida multicultural na cidade mais cosmopolita do mundo.

abe
Ficha Técnica
Título: Abe
Ano de Produção: 2019
Dirigido Por: Fernando Grostein Andrade
Estreia: 5/08/2021 (No Brasil)
Duração: 1h26
Classificação: Livre
Gênero: Drama
País de Origem: Brasil/Estados Unidos
Sinopse: Abe é um menino que tem uma vida muito conturbada, sobretudo dentro de casa. Através da comida e do amor ele tenta reunir os valores familiares e ter uma vida feliz.

Cultura

À primeira vista Abe é um filme infanto juvenil com pouca complexidade, de fato é. Contudo é muito interessante que um filme para esse público já traga uma discussão tão legal e atual sempre. Abe é um garoto de origem judaica e palestina. Ou seja sua família é polarizada entre o lado paterno e materno. Sua vida é fruto das diferenças e do seu ambiente primordialmente.

Nesse sentido é inteligente o filme usar Nova York, uma cidade tão repetida no cinema, para de fato imprimir algum sentido no enredo. A cidade mais cosmopolita do mundo e lar de tantas culturas diferentes é o palco perfeito para essa temática.

abe

Personagens

Ao passo que vamos acompanhando o filme somos apresentados à personagens de fácil assimilação. Os pais de Abe são dois adultos jovens liberais que tem um casamento conturbado sobretudo pelas brigas envolvendo a união de uma família judia e outra muçulmana.

Enquanto os avôs de Abe e seu tio são personagens que nos levam às tradições religiosas e estruturas rígidas familiares. Contudo sempre pensando no que eles consideram melhor para a criança. O pior erro é sempre aquele que tenta nos ajudar.

Abe ama culinária e escreve em suas redes sociais acima de tudo sobre o assunto. Durante as férias ele foge de um curso para aprender sobre aquilo que mais ama: a mistura. Nesse sentido ele conhece Chico, vivido por Seu Jorge, um cozinheiro que o ensina muito sobre como harmonizar ingredientes oriundos de qualquer lugar.

Tá, mas vale a pena?

Com certeza é um filme que eu indicaria para qualquer pessoa zapeando o Netflix sobretudo se a intensão é assistir algo em família. Abe é tocante quando mostra quanta pressão nossas rígidas formas tem sobre as crianças, mas também é inteligente mostrando como através de nossa personalidade em contrapartida das expectativas nos formamos.

Para mais textos meus clique aqui