A sequência do álbum Ordinary Man de Ozzy Osbourne, em 2020 , pode muito bem ser um caso repleto de estrelas …

 

Ozzy Osbourne está trabalhando a todo vapor e temos algumas novidades bem interessantes sobre o próximo disco do vocalista para a alegria de seus fãs e de música boa.

Em uma nova entrevista, o produtor Andrew Watt — que já assinou a obra mais recente do cara, o ótimo Ordinary Man — deu mais detalhes sobre o que vem por aí e confirmou a presença de alguns outros astros do Rock no álbum:

Há um monte de pessoas envolvidas. Eu não posso dizer com certeza até o final, mas eu comecei a fazer algumas faixas básicas com o Chad [Smith, baterista do Red Hot Chili Peppers] e o Robert Trujillo [baixista do Metallica], que costumava tocar na banda do Ozzy. E o Taylor Hawkins [baterista do Foo Fighters] também veio e tocou bastante no disco, o que adiciona uma pegada diferente — meio que lembra a era anos 80 do Ozzy, de uma ótima forma. E eu acho que é tão legal que um fã de Rock possa ouvir um disco em que metade tem o Chad Smith na bateria, e aí você vira o lado e você ouve o Taylor Hawkins.

Então é isso: além de Ozzy, poderemos ouvir um pouco de MetallicaRed Hot Chili Peppers Foo Fighters nesse disco, que já está praticamente metade concluído segundo Watt. O produtor, aliás, deve assumir as guitarras da mesma forma que fez em Ordinary Man.

Novo disco de Ozzy Osbourne

Ainda segundo Andrew, infelizmente a situação da COVID-19 tem dificultado o processo de gravação do álbum para que tudo seja feito de uma forma segura para Ozzy, que aliás viu sua esposa Sharon se afastar recentemente por ter sido diagnosticada com a doença.

Ele explica:

Sabe, tem sido difícil com a COVID e tudo mais mantê-lo seguro. Nós todos nos testamos todos os dias antes de trabalhar e somos só eu, o Ozzy e o meu engenheiro. Então está levando um pouco mais de tempo dessa vez, mas é legal porque o último foi feito nesse, tipo, caso de amor cheio de paixão e rápido, tipo, ‘Ah meu Deus, isso é incrível!’. Mas dessa vez todo mundo está se mexendo um pouco mais devagar e nós estamos levando um pouco mais de tempo. E as músicas, há algumas músicas ali que têm tipo oito ou nove minutos que são essas jornadas muito doidas. Estou realmente empolgado com isso.