Na noite desta última quarta (15), Kevin Feige, presidente do Marvel Studios, participou de uma sessão de “Ask Me (Almost) Anything” no Reddit, respondendo a perguntas dos fãs, e quando perguntando sobre quais seriam as ideais que mais teve que batalhar para convencer a Marvel a realizar, respondeu:

“Sempre existem conversações e discussões antes de um filme ser feito, e na maior parte tem sido uma incrível colaboração, mas, voltando a quando começamos, as duas que me vem à mente de dez anos atrás são a escalação de Robert Downey Jr. e a decisão de fazer de Capitão América: O primeiro Vingador um filme da Segunda Guerra Mundial.” (via MCUCosmic)

Antes de se transformar em um dos maiores nomes de Hollywood graças ao Homem de Ferro, Robert Downey Jr. enfrentava à época de sua escalação muita desconfiança em razão de seu passado de dependência química que acabou rendendo a ele alguns períodos na prisão.

Hoje Kevin Feige é um dos maiores nomes da indústria cinematográfica, responsável pela maior franquia do cinema, mas durante os primeiros anos viveu em conflito com Ike Perlmutter, ex-proprietário da Marvel que, mesmo após a compra da empresa pela Disney, permaneceu com cargo de chefia. Feige apenas liberdade, não precisando mais responder a Perlmutter, depois que a Disney decidiu dar-lhe total controle sobre o Marvel Studios, respondendo apenas a Alan Horn, chefe do Disney Studios, e o próprio CEO da companhia, Bob Iger.