Trailer de “Galeria Futuro” mostra Marcelo Serrado, Otávio Muller, Ailton Graça e Luciana Paes em história inusitada sobre o encontro do passado com o futuro  

Com direção de Fernando Sanches e Afonso Poyart, longa estreia dia 18 de novembro exclusivamente nos cinemas.

galeria futuro 4

Com uma pegada cringe, fazendo uma conexão entre o passado e o presente e unindo diversos gêneros do cinema, Galeria Futuro, dirigido Fernando Sanches e por Afonso Poyart, chega aos cinemas dia 18 de novembro. Assinam a produção a Black Maria e Maya Filmes, em coprodução com Globo Filmes e Universal e com distribuição da H2O Films.

Valentim (Marcelo Serrado), Kodak (Otávio Müller) e Eddie (Ailton Graça) são amigos desde a infância e trabalham na Galeria Futuro. Todos trabalham em lojas típicas de galerias: Valentim é o único funcionário de uma locadora de vídeo, Kodak é dono de uma loja de fotografia e Eddie trabalha como mágico. O local, que ostentava luxo no passado, agora será vendido para uma Igreja Evangélica para sanar suas dívidas. Os três se unem à manicure Paula (Luciana Paes) e juntos bolam um plano a partir de uma pílula da felicidade instantânea para salvar o local.

O roteiro é feito a várias mãos por Pablo Padilha, Cristiano Gualda, Matheus Souza, Bia Crespo e Fernando Sanches. O elenco conta ainda com Klara Castanho, Taumaturgo Ferreira, Milhem Cortaz, Zezé Motta e Jackson Antunes.

Sinopse: Valentim (Marcelo Serrado), Kodak (Otavio Muller) e Eddie (Ailton Graça) se conhecem desde de pequenos e são lojistas da Galeria Futuro, um centro comercial em Copacabana que ostentava luxo e pompa em seu passado, e que hoje, não passa de um lugar triste e decadente. Cheios de dívidas e prestes a falir, a administração da galeria é surpreendida por uma proposta milionária de um Pastor, que quer transformar o espaço em uma Igreja Evangélica. Os três amigos ficam destruídos com a possibilidade de perder a tão amada Galeria Futuro mas, a sorte deles muda quando acham um baú cheio de uma substância alucinógena dos anos 70, capaz de realizar os desejos mais insanos de quem a consome. Contando com a ajuda de Paula (Luciana Paes), uma recém chegada lojista, eles vão criar um plano mirabolante e surreal para tentar salvar a Galeria e impedir sua venda. Galeria Futuro é uma história inusitada sobre amizade, nostalgia e evolução pessoal. Os personagens, presos no passado, terão que confrontar o presente, vencer suas limitações e, por mais amedrontador que pareça, encarar o futuro.

 

Elenco Principal: Marcelo Serrado (Personagem Valentim), Otávio Müller (Personagem Kodak), Ailton Graça (Personagem Eddie), Luciana Paes (Personagem Paula) e Taumaturgo Ferreira (Personagem Dudu).

 

Ficha Técnica:  

Direção: Fernando Sanches e Afonso Poyart

Produção: Afonso Poyart, Diane Maia, Marcio Fraccaroli e Sandi Adamiu

Coprodução: Globo Filmes e Universal Pictures

Distribuição: H2O Films

Roteiro: Matheus de Souza, Pablo Padilla, Cristiano Gualda, Bia Crespo e Fernando Sanches

Produtor Associado: Carlos Diegues, Marcelo Serrado e Otavio Muller

Produção Executiva: Emerson Rodrigues e Angela Farinello

Direção de Produção: Jair Neto

Produção de Elenco: Renata Kalman

Direção de Arte: Mariana Falvo

Figurinista: Melina Schleder

Maquiagem: Rafaela Figueiredo

Direção de Fotografia: Carlos Zalasik

Som Direto: Denis Melito

Montadores: Saulo Simão e Alexandre Boechat

Pós-Produção: Picma Post

Som e Mixagem: Pipoca Sound

Trilha Sonora: Lucha Libre

 

Sobre Fernando Sanches 

Com mais de 23 anos de experiência no mercado audiovisual, após cursar a faculdade de Radialismo e TV na Universidade Metodista em 97, Fernando Sanches começou sua carreira fazendo pós-produção e animação em grandes produtoras de São Paulo e Rio de Janeiro. A 16 anos como atuando como diretor se destaca por uma visão multidisciplinar visando a experimentação tanto na narrativa quanto na forma, sempre buscando um jeito diferente para contar histórias com audiovisual, misturando técnicas de animação, efeitos digitais e imagens em Live Action. Foi premiado em festivais nacionais e internacionais como Leão de ouro no Cannes Lion Festival, Clio Awards, Animamundi e Profissionais do ano da Rede Globo. Com passagens por diversas produtoras brasileiras como Conspiração Filmes, Prodigo, Academia de Filmes e Vetor Zero. Dirigiu vários videoclipes e curtas metragens, rodou seu primeiro longa em 2017 “A Pedra da Serpente” um drama com pitadas de ficção cientifica sobre uma abdução extraterrestre que foi lançado em junho de 2018 na sessão de encerramento do maior festival de cinema fantástico da América Latina, o Fantaspoa. Em 2019 dirigiu seu segundo longa: Galeria Futuro pela Black Films com distribuição da H2O lançado em 2021. Atualmente Trabalha na pré-produção de mais 3 longas metragens, “Vermelho Intenso” um drama passado na cidade de São Paulo, ganhador do Prodav 05 de desenvolvimento de roteiro do Fundo Setorial e “O grifo de Abdera” baseado na obra homônima de Lourenço Mutarelli  e “As 7 Pecadoras” filme de terror atuado apenas por mulheres, derivado do curta “5 estrelas” que é finalista do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro.

 

Sobre Afonso Poyart: 

Afonso começou sua carreira como animador e motion designer e consolidou dirigindo inúmeros comerciais para proeminentes agências e clientes nacionais e internacionais. Sua estreia na direção de longa metragem veio com “Dois Coelhos”, que ele escreveu, coeditou e produziu. Afonso Poyart ganhou rápida projeção no cinema após sucesso de “Dois Coelhos” e foi chamado para dirigir o thriller paranormal “SOLACE”, uma produção Hollywoodiana estrelada por Anthony Hopkins e Colin Farrel. Em seguida voltou ao Brasil para comandar “Mais Forte que o Mundo”, a cinebiografia do lutador de MMA José Aldo, uma das maiores bilheterias nacionais de 2016, o filme foi lançado internacionalmente pela Netflix e foi adaptado em formato de minissérie e exibida com grande sucesso em horário nobre na TV Globo, sendo indicada ao Emmy Internacional daquele ano. Também para TV Globo, Poyart acaba de concluir duas temporadas do seriado “Ilha de Ferro”, uma super-produção estrelada por Cauã Reymond, Maria Casadeval e grande elenco, que mistura drama e ação no universo de extração petróleo off-shore. Ainda como produtor, ele está a frente do ainda inédito “Galeria Futuro”, longa metragem de comédia, realizado em coprodução com Universal Internacional e Globo Filmes. 

 

Sobre a Globo Filmes 

A Globo Filmes atua como produtora e coprodutora de filmes brasileiros com foco na qualidade artística e na diversidade de conteúdos que valorizam a nossa cultura, maximizando a audiência no cinema e demais janelas. 

Desde 1998, participou de mais de 400 filmes, levando ao público o que há de melhor do cinema brasileiro; comédias, romances, documentários, infantis, dramas e aventuras. Fazem parte de sua filmografia recordistas de bilheteria, como ‘Tropa de Elite 2’ e ‘Minha Mãe é uma Peça 3’ – ambos com mais de 11 milhões de espectadores –, sucessos de crítica e público como ‘2 Filhos de Francisco’, ‘Aquarius’, ‘Que Horas Ela Volta?’, ‘O Palhaço’ e ‘Carandiru’, e longas premiados no Brasil e no exterior, como ‘Cidade de Deus’ – com quatro indicações ao Oscar – e ‘Bacurau’, que recebeu o prêmio do Júri no Festival de Cannes.

 

Sobre a H2O Films 

Fundada em 2012, a H2O Films é uma distribuidora de Cinema com capital 100% nacional. Sua missão é potencializar ao máximo o desempenho dos filmes que lança. Em um mercado altamente competitivo, a H2O Films busca tratar e pensar cada projeto de forma exclusiva. Para isso, tem como grande diferencial a expertise em marketing e o know-how em programação de sua equipe.

A empresa é responsável pela distribuição de mais de 30 filmes, em 2014 lançou “Made in China”, com direção de Estevão Ciavatta e protagonizado por Regina Casé, com mais de 400 mil espectadores; “Cássia Eller”, de Paulo Henrique Fontenelle, que, com 72 mil espectadores, se tornou um dos documentários mais bem-sucedidos de mercado e de crítica; “Vai Que Cola – O Filme”, com a maior bilheteria de abertura nacional do ano de 2015, que contou com um público de mais de 3,2 milhões de espectadores; a continuação da comédia de Andrucha Waddington “Os Penetras 2 – Quem dá mais?” e os longas “Um Tio Quase Perfeito”, ambos com Marcus Majella, ambos em 2017. Em 2018, lançou “O Grande Circo Místico”, de Cacá Diegues, indicado pelo Brasil a concorrer a uma vaga ao Oscar, e, em 2019, a sequência da comédia “Vai Que Cola 2- O Começo” e o show “Roberto Carlos em Jerusalém 3D” que fez mais de 70 mil de público.

Entre Outubro de 2020 e Outubro de 2021, período duramente afetado pela pandemia de Covid-19, a distribuidora lançou 4 comédias para toda a família em formato híbrido de cinema e streaming: “Não Vamos Pagar Nada”, com Samantha Schmütz e Edmilson Filho, “De Perto Ela Não é Normal”, com Suzi Pires e grande elenco, “Um Tio Quase Perfeito 2”, continuação da história protagonizada por Marcus Majella, “Missão Cupido”, de Rodrigo Bittencourt, “Um Casal Inseparável”, de Sérgio Goldenberg, com Nathallia Dill e Marcos Veras, e “O Jardim Secreto de Mariana”, de Sérgio Rezende estrelado por Andréia Horta e Gustavo Vaz.