Apostando mais uma vez e com muito sucesso a Netflix tem como objetivo contar a História do Power Man.

Luke Cage ( Carl Lucas) criado pela Marvel Comics em 1972 e com a missão de ser o primeiro herói negro a ter sua história contada nos quadrinhos Americanos.

Se tornou a primeira série original da Netflix de um herói negro para um futuro de séries baseada no universo Marvel, com o intuito de um objetivo maior que é chegar aos Defensores.

A introdução de Luke Cage foi com sua participação na série original Netflix da nossa detetive e investigadora Jessica Jones, que não só ajudou nossa heroína como também mostrou seus poderes, com isso chegando a sua série própria com lançamento no ano de 2016 no catálogo Netflix.

A série é regada com muita música boa, referência aos quadrinhos e trocadilhos como ” aceita tomar um café”…para quem já assistiu vai entender a referencia que estou falando.
Mostrando o melhor e o pior do bairro Harlem.

Luke Cage tem a origem de seus poderes contada nessa série de maneira detalhada e toda sua trajetória de detenção ( indevida ) no presídio Seagate com direito a mais uma referência ao seu traje original dos HQs.

Power Man com sua pele impenetrável e com sua super força se torna o herói do Harlem, que devido a briga de gangues acaba adquirindo alguns inimigos como Cornell Stolkes (Boca de Algodão) e Mariah Dillard.

E para finalizar com chave de ouro e mostrar que para um heroi os problemas não param de surgir, Kid Cascavel aparece para desenterrar o passado do nosso Luke Cage.

Certamente uma série que um fã da Marvel não pode deixar de ver.