O coreógrafo de lutas Andy Cheng, que já trabalhou em Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, deu uma entrevista à Variety, e disse que o filme live-action de Cavaleiros do Zodíaco, obra de Masami Kurumada, pode se tornar uma franquia. Cheng disse também que apesar do filme de CDZ ter menos tempo e orçamento que o de Shang-Chi, a intenção é a mesma: Criar algo único a partir da cultura asiática, mas com apelo universal.

Cavaleiros do Zodíaco Live-Action

Além disso, a Variety disse que o orçamento do live-action de CDZ seria em torno de 60 milhões de dólares (327 milhões de reais), e que a Toei Animation está planejando que o filme pode se tornar uma franquia de 6 ou 7 filmes. Mas, para isso acontecer, irá depender do sucesso do primeiro filme.

O filme é um projeto da Toei Animation com a Sony Pictures Worldwide Acquisitions, e terá como diretor o polonês Tomasz “Tomek” Bagiński, que co-dirigiu a série de The Witcher, da Netflix. A estreia do live-action de Cavaleiros do Zodíaco está marcada para 2023 nos cinemas.