LITERATURA | Cantinho Literário: A Rainha Vermelha – Victoria Aveyard

É um belo dia, para uma bela leitura. A escolha de hoje foi “A Rainha Vermelha”, o primeiro livro da quadrilogia da escritora Victoria Aveyard. Então, vamos começar…

Livro: A Rainha Vermelha

Autor(a): Victoria Aveyard

  • Sinopse:  O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe – e Mare contra seu próprio coração.

A Rainha Vermelha é uma verdadeira mistura de muitos clichês, e acredite de algum modo isso deu certo. Não é a toa que são 4 livros. Claro, que como quase em todas as trilogias, quadrilogias e afins, o primeiro livro sempre é o melhor – pelo menos na minha opinião – e esse também se encaixa nesse padrão.

Mas, de momento vamos focar no primeiro livro, que é o assunto desse texto afinal de contas.

A Rainha Vermelha conta a história de Mare Barrow, uma garota que vive em um mundo dividido pelo sangue. Mas como assim? Na verdade existem os sangues vermelhos e os prateados. E qual a diferença entre eles? Basicamente quem tem sangue vermelho são os plebeus, sem poderes especiais e que nascem destinados a servirem. Já quem nasce com o sangue prateado são os nobres, o sangue prateado é a demonstração de poder, pois os mesmos nascem com poderes sobrenaturais e são considerados quase deuses.

Depois de alguns perrengues que nossa protagonista sofre, em meio a um “acidente” ela descobre seus próprios poderes, a questão aqui é que ela é uma sangue vermelha. Então como isso seria possível? Existem mais sangues vermelhos com poderes? A nobreza tenta esconder isso por qual motivo?

Durante o decorrer do livro o leitor vai descobrindo várias mentiras, traições e aprendendo a não confiar em ninguém. Você começa a pensar em algo, e depois uma reviravolta acontece. No meio de tudo alguns personagens precisam decidir entre o amor e o poder, e as consequências de suas escolhas podem destruir muitas vidas.

Lembro que li esse livro em um fim de semana, pois a história realmente me prendeu.

Se você curte um romance misturado com fantasia, então sem dúvidas eu recomendo esse livro, só se prepare para passar por algumas situações de raiva.

Como falei anteriormente o livro faz parte de uma quadrilogia.

Dica de ordem de leitura:

  • Coroa Cruel (spin-off)
  • A Rainha Vermelha
  • Espada de Vidro
  • A Prisão do Rei
  • Tempestade de Guerra

Por enquanto é isso…

Até a Próxima!


“As informações e opiniões expostas são de inteira responsabilidade dos autores e não
refletem necessariamente a opinião oficial do Teoria Geek.”

~Milena Félix


Inscreva-se no canal do Teoria Geek no Youtube e nos acompanhe também nas redes sociais FacebookTwitter e Instagram.