Lançamentos Intrínseca de Novembro

O escritor e ativista Yung Pueblo guia os leitores por uma jornada de autoconhecimento na sua mais nova obra, intitulada Clareza e Conexão. Com textos curtos que propõem uma análise profunda de nós mesmos, o autor expõe com sensibilidade e lucidez a importância de se libertar do passado e encarar emoções para se conectar com a própria essência e as pessoas ao redor. Em Cuidar uns dos outros, a diretora da London School of Economics and Political ScienceMinouche Shafik, reflete sobre as transformações sociais e ambientais que desafiam nossos deveres como cidadãos, ao propor soluções práticas e humanitárias para um mundo melhor. Fãs da série Percy Jackson e os olimpianos podem comemorar porque o autor best-seller Rick Riordan está de volta em uma aventura eletrizante no fundo do mar. Inspirada em Vinte mil léguas submarinas, clássico de Júlio Verne, A filha das profundezas traz o melhor da literatura de Riordan em uma trama envolvente e bem-humorada sobre família, coragem e amizade. Blake Crouch se junta a grandes nomes da literatura contemporânea em Forward, uma coletânea de contos inédita que aborda os avanços tecnológicos e seus desdobramentos para a humanidade. Quando ninguém está olhando, de Alyssa Cole, aborda temas raciais e gentrificação em uma história surpreendente e instigante repleta de acontecimentos estranhos e consequências mortais. Inédito no Brasil, Amor, sublime amor: West Side Story, de Irving Shulman, apresenta uma trama envolvente de amor proibido, lançando luz sobre questões atuais, como a intolerância aos imigrantes e o preconceito racial. O lançamento ocorre um mês antes da estreia de uma nova adaptação do musical para o cinema, dirigida por Steven Spielberg.
Intrínseca de Novembro

Clareza e Conexão

Yung Pueblo

LANÇAMENTO EM 4 DE NOVEMBRO DE 2021

Viver sob estresse, ansiedade e tensão nos faz esquecer de que não nos limitamos a esses sentimentos e que somos capazes de nos conectar com nossa essência e com as pessoas em um nível mais profundo.

O primeiro passo nessa direção é nos voltarmos para nós mesmos, iniciando uma jornada desafiadora rumo ao autoconhecimento e à autoconsciência. Mas esta caminhada não precisa ser solitária: Yung Pueblo, escritor e ativista com uma vasta experiência em práticas meditativas, compartilha em Clareza e conexão um acervo de insights, observações perspicazes, ensinamentos e orientações fundamentais tanto para os que pretendem iniciar a jornada para o próprio interior e alcançar a transformação pessoal quanto para os viajantes de longa data. Clareza & conexão é o livro de cabeceira perfeito, indispensável para todos que bus­cam se transformar e construir relações profundas e significativas. Uma obra para ser consultada diariamente e, assim, nos ajudar a lembrar quem realmente somos.

YUNG PUEBLO (pseudônimo de Diego Perez) nasceu no Equador e migrou para os Estados Unidos ainda criança. Na adolescência, abraçou o ativismo, mas foi anos depois, com a descoberta da prática meditativa Vipassana, que percebeu como seu amor pelo mundo era limitado e o quanto poderia se expandir. Decidido a compartilhar sua experiência com a meditação e próprio caminho trilhado para a transformação pessoal, Yung Pueblo passou a publicar poemas, frases e pequenos ensaios, tanto na internet quanto em livros, incentivando centenas de milhares de pessoas a iniciarem o processo do autoconhecimento e da autocura, desenvolverem inteligência emocional e alcançarem a paz interior.

Intrínseca de Novembro

Cuidar uns dos outros
Minouche Shafik

LANÇAMENTO EM 5 DE NOVEMBRO DE 2021
Todos os dias, mesmo sem nos darmos conta, participamos do contrato social ao cumprir obrigações como cidadãos. Cuidar de outras pessoas, pagar impostos e usufruir de serviços públicos são elementos do contrato social que nos sustenta e nos une.

Atualmente, contudo, o contrato está partido. A mudança nas tecnologias, os novos modelos de trabalho, o envelhecimento populacional e as alterações climáticas nos desafiam a rever nossos deveres enquanto sociedade. Em Cuidar uns dos outros, a economista Minouche Shafik nos guia por um passeio pelos estágios da experiência humana — criar filhos, estudar, adoecer, trabalhar, envelhecer — e assim nos mostra como a reorganização social é possível. Shafik identifica os elementos-chave para um contrato social mais humanitário e, com argumentos sólidos, nos faz pensar em soluções práticas para desafios atuais, mostrando como podemos construir uma sociedade melhor — juntos.

MINOUCHE SHAFIK é diretora da London School of Economics and Political Science. Nascida no Egito, emigrou ainda na infância para os Estados Unidos e depois se mudou para o Reino Unido, onde cursou uma pós-graduação em economia. Aos 36 anos, Shafik se tornou a mulher mais jovem a ocupar o cargo de vice-presidente do Banco Mundial e, desde então, foi secretária permanente do Departamento para o Desenvolvimento Internacional do Reino Unido, vice-diretora do Fundo Monetário Internacional e vice-presidente do Banco da Inglaterra, lidando com grandes problemas políticos no mundo todo.

Intrínseca de Novembro

A filha das profundezas
Rick Riordan

LANÇAMENTO EM 9 DE NOVEMBRO DE 2021

Depois de nos encantar e nos fazer gargalhar com as façanhas e confusões de inúmeros deuses, semideuses e pobres mortais desavisados, o autor best-seller da série Percy Jackson e os olimpianos, Rick Riordan, se lança em uma nova aventura, dessa vez no fundo do mar.

Ainda em terra firme, conhecemos Ana Dakkar, uma das estudantes mais dedicadas da Academia Harding-Pencroft, a escola que forma os melhores cientistas marinhos, guerreiros navais, navegadores e exploradores submarinos do mundo. A jovem e os demais alunos da turma se preparam para uma prova final importante e secreta quando ela testemunha uma terrível tragédia que mudará para sempre sua vida e a de seus amigos. Correndo contra o tempo, contra inimigos ameaçadores e contra as próprias inseguranças, Ana descobre ser herdeira de um legado ancestral lendário, e precisará liderar uma missão mortal para salvar seus companheiros e o lugar que aprendeu a chamar de lar. Inspirada em Vinte mil léguas submarinas, clássico de Júlio Verne, A filha das profundezas é uma história imperdível sobre família, amizade e coragem, trazendo o olhar único de Rick Riordan sobre os erros e acertos daqueles que vieram antes de nós.

RICK RIORDAN, considerado o “contador de histórias dos deuses”, é autor best-seller do The New York Times, premiado pela YALSA e pela American Library Association, com mais de 7 milhões de livros vendidos no Brasil. Por quinze anos ensinou inglês e história em escolas de São Francisco, e é a essa experiência que atribui sua habilidade em escrever para o público jovem. Além das séries As provações de ApoloPercy Jackson e os olimpianos Os heróis do Olimpo, inspiradas na mitologia greco-romana, Riordan assina as séries As crônicas dos Kane, que visita deuses e mitos do Egito Antigo, e Magnus Chase e os deuses de Asgard, sobre mitologia nórdica. Rick nasceu em San Antonio, no Texas, em 1964, e hoje mora com a esposa e os dois filhos em Boston

Intrínseca de Novembro

Forward

Blake Crouch, N. K. Jemisin, Veronica Roth, Amor Towles, Paul Tremblay e Andy Weir

LANÇAMENTO EM 16 DE NOVEMBRO DE 2021

Para alguns, a tecnologia é o prenúncio do fim do mundo. Para outros, é apenas o começo de uma nova era.

Renomado escritor de ficção científica, autor dos best-sellers Matéria escura e Recursão, Blake Crouch convidou grandes nomes da literatura contemporânea para traçar histórias audaciosas que mergulham nos desdobramentos que os avanços tecnológicos acarretam à humanidade. De potência criativa memorável, os contos desta coletânea se pautam em temas diversos, como inteligência artificial, colonização de outros planetas, engenharia genética e programação, para nos fazer encarar o que há de mais brutal e profundamente humano em nós e em nossa sociedade. Imersos em tamanhos medos, paixões, sonhos e ambições, Blake Crouch, N. K. Jemisin, Veronica Roth, Amor Towles, Paul Tremblay e Andy Weir trazem à tona a complexidade de se estabelecer limites e de realizar escolhas diante da busca pelo futuro que desejamos.

BLAKE CROUCH é roteirista e autor de diversos best-sellers internacionais. Sua trilogia Wayward Pines foi adaptada para uma série de TV exibida pela Fox e seus livros já foram traduzidos para mais de trinta idiomas, somando mais de um milhão de exemplares vendidos. O escritor mora no estado americano do Colorado, com a família. Pela Intrínseca, publicou também Matéria escura Recursão, ambos sucesso de crítica e público.

N. K. JEMISIN é uma prestigiada autora norte-americana de ficção especulativa e fantasia. Suas obras, novelas e contos receberam os mais importantes prêmios dedicados aos gêneros, como Nebula, Locus e Hugo, do qual se tornou a única escritora a ser agraciada por três anos consecutivos. Foi também finalista do World Fantasy Award. É autora das marcantes trilogias A Terra Partida e The Inheritance, assim como da duologia The Dreamblood e de Nós somos a cidade. Em seus textos, a escritora explora com maestria temas como opressão, conflitos culturais, preconceito, racismo e a complexidade do comportamento humano.

VERONICA ROTH é autora de obras de ficção científica e fantasia. Best-seller do The New York Times, sua série de estreia, Divergente, a consagrou no mundo literário e foi adaptada para o cinema em produções de sucesso. Escreveu ainda as séries Crave a marca e Chosen Ones, além da coletânea The End and Other Beginnings. Seus contos já figuraram em diversas antologias de destaque. Ela mora com o marido e o cachorro em Chicago, nos Estados Unidos.

AMOR TOWLES nasceu em Boston, Estados Unidos, graduou-se pela Universidade Yale e recebeu o título de mestre em Língua Inglesa pela Universidade de Stanford. Após trabalhar por mais de vinte anos no mercado financeiro, passou a se dedicar em tempo integral à escrita. É autor de livros de sucesso, como Regras de cortesia e Um cavalheiro em Moscou, e seus contos foram publicados em veículos de destaque, como Paris Review. Towles mora em Manhattan com a esposa e os dois filhos.

PAUL TREMBLAY é um prestigiado autor de suspense, terror, fantasia sombria e ficção científica, com sólida formação acadêmica em matemática. Jurado do Shirley Jackson Awards, foi vencedor de prêmios de renome, como o Bram Stoker Award por O chalé no fim do mundo e Na escuridão da mente. Também é autor de Disappearance at Devil’s RockSurvivor Song, entre outros, e seus contos e ensaios foram publicados em veículos como Los Angeles TimesThe New York Times, no site da Entertainment Weekly e em numerosas antologias. Tremblay mora com a família nos arredores de Boston, Estados Unidos.

ANDY WEIR é um escritor norte-americano best-seller do The New York Times. Sua obra de estreia, Perdido em Marte, foi adaptada para o cinema sob direção de Ridley Scott e recebeu sete indicações ao Oscar, incluindo Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Filme. Premiado em 2016 com o John W. Campbell Awards, destinado a autores estreantes de fantasia e ficção científica, Weir era programador antes de se tornar escritor em tempo integral e tem como hobby se dedicar a assuntos como física relativista e mecânica orbital. Também é autor de Artemis Devoradores de estrelas. Atualmente mora na Califórnia, Estados Unidos.

Intrínseca de Novembro

Quando ninguém está olhando
Alyssa Cole

LANÇAMENTO EM 19 DE NOVEMBRO DE 2021

Sydney Green nasceu e foi criada no Brooklyn, em Nova York, mas cada vez que ela pisca os olhos seu amado bairro parece mudar. Condomínios se espalham como erva daninha, placas de “vende-se” surgem da noite para o dia e os vizinhos que ela conhece a vida toda estão sumindo.

Para manter de pé tanto o passado quanto o presente da comunidade, Sydney decide canalizar sua frustração planejando um passeio guiado em que pretende contar a verdadeira história do local. Só que, para tornar o projeto realidade, vai precisar aturar seu novo vizinho, Theo, como assistente. Mas o que era apenas uma distração vira uma história de paranoia e medo. No fim das contas, talvez os vizinhos não tenham se mudado para outros bairros e a revitalização do lugar seja mais mortal do que eles imaginaram. Quando ninguém está olhando nos conduz por um enredo hipnotizante e surpreendente, que aborda com perspicácia a violência racial e as assimetrias sociais, em uma sequência de eventos instigantes que aos poucos dão forma a um cenário de completo horror.

ALYSSA COLE é autora premiada de romances históricos, contemporâneos e de ficção científica. Seus livros foram aclamados por veículos como The New York Times, BuzzFeed, Kirkus Reviews, Entertainment Weekly, Library Journal, Booklist e Vulture. Quando não está trabalhando, em geral pode ser encontrada assistindo a animes ou passeando com seus animais de estimação.

Intrínseca de Novembro

Amor, sublime amor: West Side Story
Irving Shulman

LANÇAMENTO EM 24 DE NOVEMBRO DE 2021

Maria e Tony não conheciam o amor até a noite em que seus olhares se cruzaram no baile. Logo eles descobrem, porém, que fazem parte de duas realidades distintas e inconciliáveis.

Inédito no Brasil, Amor, sublime amor revolucionou a Broadway e o cinema à época da sua publicação. Sessenta anos após a estreia da primeira versão para as telas, Steven Spielberg assina a direção da aguardada nova adaptação do musical para o cinema, com lançamento marcado para dezembro de 2021.

Maria é irmã do líder dos Sharks, uma gangue de imigrantes porto-riquenhos, enquanto Tony é ex-integrante e o melhor amigo do líder dos Jets, a gangue rival, formada por brancos norte-americanos. Embora Tony tenha decidido começar uma nova vida, seu vínculo com os Jets permanece mais forte do que ele imaginava e será decisivo para o curso de seu romance com Maria. Sob as sombras dos arranha-céus de Nova York, Sharks e Jets se digladiam não só pelo domínio das ruas, mas por motivações que encontram raízes mais profundas na sociedade norte-americana, como a intolerância aos imigrantes e o racismo.

Poderá esse amor se desviar da mira da violência das ruas de West Side?

IRVING SHULMAN nasceu no Brooklyn, em Nova York, em 1913. Autor versátil, publicou biografias, mais de quinze romances e colaborou em roteiros de obras consagradas, como Juventude Transviada (1955), um marco do cinema norte-americano. Foi um dos pioneiros na adaptação de roteiros cinematográficos e textos dramáticos, tendo West Side Story como uma das produções teatrais romanceadas mais aclamadas de seu repertório. Shulman morreu em 1995, aos 81 anos, deixando como legado, além da valiosa contribuição artística e cultural, obras que oferecem um rico material de análise da juventude e das relações sociais nos Estados Unidos no século XX.