Recriando a vida e obra da pintora mexicana Frida Kahlo, exposição digital reúne 26 pinturas clássicas da artista. Além disso, inclui seus famosos autorretratos, em uma montagem tecnológica que estreou na noite de terça-feira (6) na Cidade do México.

Frida Kahlo em exibição no México

Além das obras de Kahlo, a exposição mostra passagens sombrias da vida da artista; como por exemplo do acidente de bonde que ela sofreu quando jovem. Neste, a jovem Frida teve vários problemas de saúde, o que foi refletido em seu trabalho.

As imagens das pinturas e demais amostras foram projetadas em telões e cortinas, mescladas com música tradicionais, em uma exposição digital por ocasião dos 114 anos de seu nascimento.

O nome da exibição é “Frida, a experiência imersiva“, tendo por objetivo “conhecer as pinturas da artista, que estão ao redor mundo, mas dando a ela um pouco de familiaridade e intimidade” – segundo AFP Mara de Anda, sobrinha bisneta da pintora.

No aplicativo móvel um guia pode ser baixado. Aliás,  também há exibição de poemas escritos e narrados em alto-falantes, assim como peças musicais do gênero regional mexicano.

Ademais, conforme o protocolo sanitário da Covid-19, todos os visitantes devem usar máscara e medir a temperatura na entrada.

A promotora mexicana Ocesa, juntamente com a Cocolab e a família de Frida Kahlo são os responsáveis pela organização do evento. Além disso, sem data definida, a mostra pode ser levada para outros países.

Sobre Frida Kahlo (1907-1954)


Com o tempo, Kahlo se tornou um ícone para as novas gerações por seu pensamento revolucionário e ideias próximas ao feminismo; em uma época em que pouco se falava sobre a liberação sexual e o empoderamento das mulheres.

Fonte: G1.


Leia mais notícias AQUI, no TG.