Novas informações sobre o jogo Final Fantasy XVI, previsto para o inverno de 2023, para PlayStation 5, foram divulgadas por meio de entrevistas com o produtor de Final Fantasy XVI, Naoki Yoshida, publicadas em vários meios de comunicação em todo o mundo. Novas informações importantes incluem:

  • O protagonista Clive Rosfield tem um arsenal de ataques e habilidades poderosas baseados nas invocações tradicionais de Final Fantasy, que podem ser alternadas em tempo real, permitindo poderosos ataques combinados. Depois que Clive reivindicar o poder de um Eikon (invocação), ele poderá desbloquear suas habilidades em uma “árvore de habilidades” através de pontos ganhos em batalha.

  • Haverá momentos em que o jogador controla um Eikon em tempo real, lutando contra outros Eikons. Cada batalha Eikon vs. Eikon é única. Uma pode ser uma reminiscência de um jogo de tiro 3D, enquanto outra pode ser mais como uma luta profissional, enquanto uma terceira pode transformar toda a arena em um campo de batalha. Cada uma terá pequenas diferenças na interface do usuário também.
  • Os Eikons de Valisthea são semelhantes às armas de destruição em massa do mundo real. Cada nação tem um, habitando dentro de um hospedeiro humano, que herda seus poderes por regras particulares. Esses hospedeiros são conhecidos como Dominantes, e cada Dominante tem o poder de se transformar fisicamente em seu Eikon.
  • A história principal de Final Fantasy XVI gira em torno dos Dominantes e seus Eikons.
  • À medida que o éter fornecido pelos Mothercrystals começa a desaparecer, e as nações de Valisthea travam uma guerra para tomar os cristais de seus rivais para si, eles recorrem a enviar seus Eikons uns contra os outros no campo de guerra.

  • Clive será acompanhado por um ou mais companheiros durante a maior parte de sua jornada, que participarão da batalha, além de brincadeiras com Clive. Esses membros do grupo serão controlados por IA.
  • O filhote de lobo do primeiro trailer se chama Torgal. Quanto ao fato de Torgal eventualmente desempenhar um papel no combate, Yoshida disse para “esperar para ver”.

  • A Creative Business Unit III escolheu um tema de estilo de fantasia medieval para Final Fantasy XVI porque muitos de seus membros principais, incluindo Yoshida, simplesmente gostavam mais desse estilo.
  • O jogo usa um “design de jogo baseado em área independente, que pode dar aos jogadores uma sensação melhor de uma escala verdadeiramente ‘global'” e não é um mundo aberto.

  • O jogo será “uma experiência completa” no lançamento, e atualmente não há planos para outros conteúdos terciários.
  • Os jogadores seguirão a vida de Clive através de três estágios: sua adolescência, seus 20 anos e seus 30 anos.

  • Final Fantasy XVI é atualmente totalmente jogável do início ao fim, mas as vozes em vários idiomas ainda precisam ser gravadas e, como é um jogo muito orientado para a ação, são necessários muitos testes de jogo para ajustar a dificuldade, dar os toques finais nas cutscenes e fazer depuração em grande escala.
  • Um terceiro trailer está planejado para ser lançado nesta primavera, que se concentrará mais no mundo, na tradição e no enredo do game.