Adaptar games para a TV ou cinema não é uma tarefa das mais fáceis. Os fãs de Resident Evil que o digam! Experiências negativas não faltam para eles. Entre as diversas adaptações da saga, poucas foram bem recebidas pelo público. E parece que Resident Evil: A Série, lançada pela Netflix, por exemplo, não agradou também, a série passou a ser detonada pelos espectadores logo após sua estreia.

“Anos depois do surto viral que provocou o apocalipse mundial, Jade Wesker luta para sobreviver entre os infectados e jura derrubar os responsáveis”, afirma a sinopse oficial de Resident Evil: A Série.

Resident Evil: A Série é um exemplo interessante das diferenças entre as opiniões do público e da crítica especializada.

Uma boa parte da imprensa aprovou a trama de Resident Evil: A Série. Em resenhas críticas, jornalistas elogiam o ritmo da série, a condução da história, os efeitos especiais e as performances do elenco – particularmente a de Lance Reddick como Albert Wesker.

O site GameSpot, por exemplo, classificou Resident Evil: A Série como “a melhor adaptação da franquia de zumbis”.

No Rotten Tomatoes, a série de Resident Evil garantiu 62% de aprovação crítica. A reação do público, por outro lado, foi bem menos calorosa. Apenas 27% dos espectadores curtiram a trama.

Fãs de Resident Evil detestaram a nova série

 

De acordo com muitos espectadores, o grande problema de Resident Evil: A Série envolve as diferenças entre a produção da Netflix e a saga da Capcom.

“Por que toda nova série tem que ser um drama teen da CW? Qual é a razão de centrar a trama nas filhas do Wesker? Elas são ‘cringe’ e irritantes. Eu só queria uma série sombria, inspirada pelos games, sem todo esse melodrama e esquisitice”, comentou um fã no Reddit.

Em uma thread na rede social, muita gente detestou a maneira como a Netflix decidiu abordar a história dos games.

“A série é só uma história para adolescentes com a marca de Resident Evil. Estão mentindo para você. Não assista essa série”, recomendou outro internauta.

Os principais alvos para as críticas dos gamers são as protagonistas Jade e Billie, interpretadas por Ella Balinska e Adeline Rudolph.

“A protagonista é simplesmente insuportável. Não consigo torcer por ela sob nenhuma hipótese”, comentou outro espectador.

Além disso, muita gente detonou as cenas de ação e o roteiro da série. A performance de Lance Reddick, por outro lado, recebeu elogios.

“Honestamente, desistir de assistir. A ação não é boa o suficiente para compensar os péssimos diálogos. Lance Reddick está ótimo. Mas o mesmo pode ser dito para todos os seus projetos. O resto, é uma porcaria”, comentou outro fã.

No entanto, é importante lembrar que a maioria das críticas a Resident Evil: A Série vem de fãs dos games da Capcom. Os comentários, nesse sentido, vem acompanhados de expectativas não cumpridas e pré-concepções sobre a saga.

O restante do público, sem grande familiaridade com os jogos de Resident Evil, parece estar curtindo a série. Afinal de contas, ela já figura no Top 10 de diversos países.

“Em relação à nova série de Resident Evil, a reação do público tradicional é bastante positiva. Agora, muitos caras ficaram revoltados com o fato dela não abordar as mesmas histórias que já vimos tantas vezes na franquia”, comentou uma especialista.

A 1ª temporada de Resident Evil: A Série está na Netflix.


Para mais notícias, siga-me os bons! AQUI

Uma coisa é certa, nosso vídeos não vão lhe decepcionar! Inscreva-se em nosso canal