ESPECIAL TG | Estaríamos preparados em abrir mão do Universo Estendido DC nos cinemas?

Como Dcnauta assumido, reconheço a certa confusão que vive o DCEU (Universo Estendido DC). Com saída de atores principais, reboots, e continuações esquecidas no limbo, fica difícil ser otimista com o futuro da DC nos cinemas, mas ainda assim existe uma luz ao fim do túnel. Com o lançamento de “The Joker” e sua aclamação antes mesmo da estreia, a Warner e DC, estão prestes a nos entregar o primeiro filme da DC Black, e assistindo todos teaser e trailers do filme solo do Palhaço de Gotham, podemos esperar aquela boa e velha DC dark dos cinemas que só falta vir com o aviso de: “tirem as crianças da sala”. Apesar do formato sempre ser muito criticado, por ser sombrio e sério demais, é notável que essa fórmula funciona e agrada os fãs do selo, podendo ser a virada de chave da DC nas telonas.

Com a liberdade de montar filmes não tendo a necessidade de cuidar sua ligação com demais universos, a DC pode reviver nos cinemas e tentar sair da linha segmentada que deu certo para Marvel. DC Black abre possibilidades e infinitos leques temáticos, acabando com a obrigação comparativa de criar universos interligados. O estúdio já aponta para esse cenário, com a saída de Ben Affleck, o quase engavetamento de Cyborg, e o grande ponto de interrogação em Lanterna Verde. Claro, que em contra partida, filmes como Mulher Maravilha, Aquaman e Shazam que foram sucesso com o público, podem virar grandes franquias de sucesso, mas sem se cruzarem em seus universos. A DC Films está num momento de organização da casa, colocando para rua aquilo que pode dar certo e ajustando o que pode continuar, com um recado explícito que a Warner Bros. não possui entusiasmo em manter o universo entrelaçado.

Pode funcionar?

Pode! Mas nós, fãs, teríamos que sair da caixa e entender que já vivemos o que os fãs de Marvel demoraram 10 anos para sentir, que foi ver a união dos principais heróis num mesmo filme. Como ser um DCnauta não é fácil, podemos nos dar satisfeito que conseguimos ter Batman V. Superman e chegamos em Liga da Justiça, que originaram filmes solos de heróis que surgiram em ambos os longas. Com a Mulher Maravilha 84, Aquaman 2, Esquadrão Suicida, Aves de Rapina, Shazam 2 e The Batman vindo aí, podemos ter um recomeço promissor da DC Films.

E Homem de Aço 2? Mantenho a esperança, seria justo a continuação do filme que abriu o DCEU, mas creio que não acontecerá tão cedo, e pelo que rola nos fóruns internacionais há muita especulação. Aliás, se a DC Films manter o modelo DC Black, estaríamos preparado para um Superman que não fosse Clark Kent? Essa, eu deixo pra uma próxima!

Te vejo na Sala da Justiça!

// Andre Guilherme • umdcnauta.online


Inscreva-se no canal do Teoria Geek no Youtube e nos acompanhe também nas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram.