Sons of Anarchy é uma série de drama e crime, criada por Kurt Sutter. Lançada inicialmente em 2008 o programa foi ao ar até 2014 com 7 temporadas. A trama segue a vida de um moto clube fora da lei em Charming, uma cidade fictícia na Califórnia.

Na série acompanhamos  Jackson “Jax” Teller, inicialmente o vice-presidente do clube descobrindo um manifesto escrito por seu falecido pai, John Teller, antigo presidente e fundador  do moto clube. Assim, Jax começa a questionar o clube, a si mesmo e seus relacionamentos.


Este texto não possui spoilers de Sons of Anarchy

samcro_1

“Todos causamos danos. O que dita o caráter é como consertamos.” (Sons of Anarchy)

A sombria e densa jornada de Jax Teller

samcro_2

Sons of Anarchy é muito mais do que uma simples série sobre um moto clube de foras da lei, é uma série sobre a vida, suas escolhas e as consequências delas. Desde já, a trama nos ensina o peso das nossas ações e as consequências delas. Com fortes influências em Hamlet (William Shakespeare) e em O Poderoso Chefão (Mario Puzo), o drama criado por Kurt Sutter narra a sombria jornada de Jax Teller lutando pela verdade e o legado de SAMCRO (Sons of Anarchy Motorcycle Club Redwood Original).

Entretanto, SAMCRO está completamente envolvida no tráfico de armas no oeste do E.U.A e na constante guerra contra gangues rivais, políticos e autoridades. Além disso, Jax (Charlie Hunnam) precisar lidar com o nascimento prematuro de seu filho, os frequentes conflitos com Clay Morrow (Ron Perlman), atual presidente do clube e padrasto de Jax, o complicado relacionamento com sua mãe, Gemma Teller Morrow (Katey Sagal) e o retorno de sua antiga namorada, Tara Knowles (Maggie Siff).

Assim, Jax precisar enfrentar uma densa jornada, enquanto tenta resolver os problemas cada vez maiores de SAMCRO e descobrir ainda mais sobre a morte de seu pai  e qual era o seu verdadeiro desejo para o moto clube e para sua família.

 

Há algo de podre no reino de Charming

samcro_3

À primeira vista, o drama shakespeariano de Kurt Sutter nos coloca completamente imersivos na trama, apresentando cada vez mais camadas sobre o clube e a cidade fictícia de Charming juntamente com os seus segredos e principalmente seus personagens. Sutter sempre se mostrou um habilidoso contador de histórias, como por exemplo a série policial, The Shield, e em Sons of Anarchy isto não é diferente.

Com fortes influências em Shakespeare, principalmente Hamlet. Sutter narra um drama sobre a jornada de um homem que apesar de ser um fora da lei, deve lidar com a vida, o legado de seu pai, as expectativas de sua mãe e amigos, suas escolhas e consequências. Logo, Sutter tece uma narrativa completamente perfeita, com altas doses de ação, sensibilidade e reflexão. Onde amor, fraternidade, lealdade, traição e redenção são temas frequentes em todo o decorrer da série.

Em outras palavras, a série vai cada vez mais inserindo e prendendo o telespectador em uma jornada sombria e densa ao lado de diversos personagens. Personagens esses que são extremamente carismáticos, cativantes e sensíveis, como por exemplo: a personagem Alex “Tig” Trager (Kim Coates). Tig desde o início da série demonstra ser extremamente violento, insano e ninfomaníaco, porém com o passar das temporadas vemos novas camadas de Tig, demonstrando ser a personagem mais complexa e sensível da série.

 

Não só de um bom roteiro vive uma boa série

samcro_5

Como dito no subtítulo acima, além de possuir um roteiro perfeito, Sons of Anarchy apresenta dois trunfos que tornam a história ainda mais imersiva, o fantástico elenco e sua fabulosa trilha sonora. Com isso vamos falar sobre cada um desses trunfos.

samcro_4

Primeiramente, vamos falar sobre o elenco. Sons of Anarchy apresenta um elenco com atores e atrizes extremamente talentosos. É nítido o quanto cada um emprestou o seu corpo e alma para cada papel e o quanto eles entendem suas personagens. Assim, criando indivíduos com as mais diversas camadas e totalmente reais, sensíveis, complexos e intensos. Logo, fazendo o telespectador se sentir cada vez mais próximo dessas personagens e imersivo dentro da trama, com destaques para as atuações de Charlie Hunnam, Maggie Siff, Katey Sagal, Ron Perlman, Kim Coates e Tommy Flanagan.

Tal qual o elenco, a trilha sonora de Sons of Anarchy também é completamente imersiva. Indo muito além dos coletes e Harleys, a trilha da série foi escolhida a dedo pelo próprio Kurt Sutter, criando uma ambientação para série que marca qualquer um que decidir adentrar nesta jornada. Com canções feitas exclusivamente para a série e também releituras, a bela  e melancólica trilha de Sons of Anarchy diz muito sobre seus personagens e principalmente sobre o peso da jornada de cada um. Logo, destaco as releituras de “Bohemian Rhapsody” e “The House of The Rising Sun” ambas feitas pelo artista White Buffalo.

samcro_6

“A maior lição que podemos aprender na vida é ter paciência.” (Sons of Anarchy)

ONDE ASSISTIR

 

Enfim, em minha sincera e honesta opinião, Sons of Anarchy é a melhor série que eu já assisti. Com uma trama intensa, profunda, sensível e reflexiva. Juntamente com uma ambientação e trilha sonora imersiva, além de trazer personagens cativantes, complexos e carismáticos. Sons of Anarchy é uma série que todos deveriam assistir, principalmente para amantes de uma ótima história. Sem dúvidas a jornada de Jax Teller e SAMCRO marcou a minha vida com diversos momentos e aprendizados aos quais levarei no coração a vida inteira.

 

Fiquem ligados para mais informações aqui no Teoria Geek!