Oh, Hey! Como estão?

A  Goo Ranking!, plataforma japonesa conhecida mundialmente por suas listas, realizou uma pesquisa com mais de 8 mil japoneses.

Essas pessoas foram questionadas “Qual é o melhor mangá publicado na história da Weekly Shonen Jump?”.

Weekly Shonen Jump foi lançada pela primeira vez pela Shueisha em  2 de julho de 1968, para competir com sucessos como Weekly Shonen Magazine e Weekly Shonen Sunday. Antes da sua vigésima edição, a revista era chamada simplesmente de Shonen Jump, sendo que era originalmente uma revista bissemanal e só em 1969 se tornou semanal.

Depois das informações colhidas, esses foram os resultados:

TOP 20 Mangás da Weekly Shonen Jump

  • 20. Hikaru no Go, por Yumi Hotta e Takeshi Obata (Dezembro, 1998 – Julho, 2003).

Top 20 Mangás

Tudo começa quando um garoto chamado Hikaru Shindo encontra no sótão do avô um tabuleiro de Go. Péssimo aluno, ele procurava algum objeto antigo que pudesse vender para substituir a mesada que fora cortada por conta de suas notas baixas. Hikaru, então, se depara com um tabuleiro de Go e nota nele uma mancha estranha, semelhante a sangue. Ao tentar limpar a sujeira Hikaru liberta a alma de um fantasma que passa a conviver com ele.

O espectro, na realidade, é a alma de Fujiwara no Sai, um exímio jogador e também um dos tutores de Go do Imperador japonês do era Heian (período da História do Japão que se passa entre os anos de 794 e 1185 d.C). Certo dia, Sai fora desafiado por um rival que queria ser o único tutor de Go do monarca. Durante a partida, ele é derrotado por meio de uma trapaça e, consequentemente, destituído de seu cargo. Amargurado, o jogador decidiu tirar a sua própria vida. Entretanto, sua alma acabou aprisionada ao tabuleiro de Go por uma razão: seu sonho em realizar a Jogada de Deus (Kami no Itte).

Desde então, ele tem se alojado em pessoas que conseguem ouvi-lo na tentativa de realizar o seu objetivo. O problema é que Hikaru, além de não entender nada de Go, acha o jogo muito chato e não está nem um pouco disposto a aprender, apesar de seu avô ser até campeão de torneios da modalidade. No entanto, o garoto e Sai agora estão tão ligados e toda vez que Hikaru se recusa a jogar, passa mal por causa da tristeza que o fantasma sente.

Sem muita escolha, o jovem estudante decide aprender a jogar, e até participa de uma partida no Clube de Go. Seu primeiro adversário é um garoto chamado Akira Touya, que apesar de novo, já joga como um profissional. Mas esse é apenas o começo das grandes aventuras que Hikaru e Sai viverão juntos.

  • 19. Jujutsu Kaisen, por Gege Akutami (Março, 2018 – Em publicação).

Top 20 Mangás

Sofrimento, arrependimento, vergonha: os sentimentos negativos dos humanos tornam-se Maldições que assolam o nosso dia a dia. Maldições avassalam o mundo todo, levando as pessoas a sofrer terríveis acidentes, levando até mesmo à morte. E pra piorar, Maldições só podem ser exorcizadas por outras Maldições. Itadori Yuji é um garoto com tremenda força física que leva uma vida colegial absolutamente normal. Certo dia, para salvar amigos que estavam sendo atacados por Maldições, ele engole o dedo do Ryomen-Sukuna, absorvendo sua Maldição.

Desse momento em diante, Yuji e o Ryomen-Sukuna compartilham o mesmo corpo. Orientado pelo mais poderoso dos feiticeiros, Gojo Satoru, Itadori se matricula no Colégio Técnico de Feitiçaria de Tóquio, uma organização que combate as Maldições… e assim começa a heroica lenda do garoto que tornou-se uma Maldição para exorcizar uma Maldição, uma vida da qual ele nunca mais conseguirá se desvencilhar.

  • 18. Yakusoku no Neverland (The Promised Neverland), por Kaiu Shirai e Posuka Demizu (Agosto, 2016 – Junho, 2020).

Top 20 Mangás

 A trama é ambientada no orfanato Grace Field, um local todo arborizado em que uma mulher chamada de “Mamãe” toma conta de dezenas de crianças até os doze anos de idade em uma casa muito aconchegante. A rotina diária de todos no orfanato é sempre a mesma: acordar cedo, comer, participar de exames para testar a inteligência e depois curtir a tarde com os colegas com brincadeiras como pega-pega ou pique-esconde. De tempos em tempos, alguma criança tem a sorte de conseguir um pai adotivo e se despede de seus colegas órfãos.

A trama ganha um lado sinisto quando, durante uma dessas despedidas, uma a recém-adotada esquece de levar seu bichinho de pelúcia favorito. Contrariando as ordens da Mamãe, a protagonista Emma e seu amigo Norman decidem ir até o local em que a Mamãe levou a garota para adoção… e descobrem que tudo é uma farsa. Na verdade o orfanato é um “celeiro humano” de crianças que serão oferecidas como alimento para demônios.

Emma, Norman e o garoto Ray, os mais velhos do orfanato, decidem unir suas inteligências diferentes para bolar um plano de fuga com o objetivo de tirar todas as crianças de dentro do orfanato. Uma tarefa muito complicada, afinal eles são apenas crianças e precisarão superar não só a sagacidade da Mamãe como também fugir de monstros desconhecidos que devoram criancinhas. E não é só, pois há a ameaça de um traidor entre as crianças.

17. Saiki Kusuo no Psi-nan, por Shuuichi Asou (Maio, 2012 – Julho, 2018).

Top 20 Mangás

Kusuo Saiki é um estudante do ensino médio que nasceu com diversos poderes psíquicos como telepatia, psicocinese, teletransporte e outros. Apesar de possuir todos esses poderes, Saiki enfrenta diversas dificuldades e tenta evitar chamar atenção o máximo possível. A história segue Saiki enquanto ele tenta utilizar seus poderes de uma forma secreta para ter uma vida normal como estudante junto aos seus colegas da P.K. Academy.

16. World Trigger, por Daisuke Ashihara (Fevereiro, 2013 – Em publicação).

Top 20 Mangás

Quando um portão para outro mundo se abre repentinamente na Terra, Mikado City é invadida por estranhas criaturas conhecidas como ‘Vizinhos’, seres maliciosos impenetráveis ​​ao armamento tradicional. Em resposta à sua chegada, uma organização chamada Agência de Defesa da Fronteira foi estabelecida para combater a ameaça do Vizinho por meio de armas especiais chamadas ‘Gatilhos’. Mesmo que vários anos tenham se passado após a primeira abertura do portão, os Vizinhos ainda são uma ameaça e os membros da Fronteira permanecem em guarda para garantir a segurança do planeta.

Apesar desta situação delicada, membros em treinamento, como Osamu Mikumo, não têm permissão para usar seus gatilhos fora da sede. Mas, quando o misterioso novo aluno em sua classe é arrastado para uma área proibida por valentões, eles são atacados por Vizinhos, e Osamu não tem escolha a não ser fazer o que ele acredita ser certo. Para sua surpresa, no entanto, o estudante transferido Yuuma Kuga faz um rápido trabalho sobre os alienígenas, revelando que ele é um Vizinho humanoide disfarçado.

15. Bakuman, por Tsugumi Ohba e Takeshi Obata (Agosto, 2018 – Abril, 2012).

Top 20 Mangás

Bakuman começa com Moritaka Mashiro, um estudante do ginásio, que esquece o seu caderno com um desenho de sua paixão e colega de classe, Miho Azuki, em sua sala de aula. Quando ele percebe e volta para a sala de aula depois da escola, seu colega, Akito Takagi, está esperando por ele com o caderno em mãos, e diz a ele que ele acredita que Azuki gosta de Mashiro também. Mashiro acaba pensando que Takagi também gosta de Azuki. Takagi, então, tenta convencer Mashiro para se tornar um mangaká (quadrinista de mangá) e o chama para ilustrar as histórias que ele escreve. No entanto, Mashiro, é relutânte à desilusão com a sociedade moderna e o destino de seu tio, um antigo mangaká que morreu por excesso de trabalho, enquanto tentava recuperar seu status.

Mais tarde, Takagi chama Mashiro dizendo para ele o encontrar. Mashiro corre até lá e Takagi o leva a casa de Azuki, e logo em seguida, ele revela à Azuki e confessa a ela que ele e Mashiro são destinados a serem mangakás. Mashiro, surpreso, descobre que ela quer ser uma seiyū (dubladora) e, lembrando das desventuras românticas de seu tio, propõe Azuki em casamento, sob a condição de que eles só se casem depois de alcançarem seus sonhos. Com a sua auto-estima renovada, Mashiro expõe a tornar esse sonho realidade. Seu objetivo é ter a voz de Azuki dublando a heroína na adaptação do anime de seu mangá. Para ter a maior probabilidade de sucesso, ele e Takagi votam para se serializarem na revista semanal Weekly Shōnen Jump e tentar criar o mangá mais popular para a revista.

A história possuí a metalinguagem da criação dos mangás de forma simples, demonstrando as relações entre editor-autor, as dificuldades em ser aprovado e de manter semanalmente um mangá em uma revista semanal.

14. Act-Age, por Tatsuya Matsuki e Shiro Usazaki (Janeiro, 2018 – Agosto, 2020) [Cancelado].

Top 20 Mangás

Act-Age era publicado na Shonen Jump desde 2018 e contava a história de Kei Yonagi, uma adolescente com um talento incrível para atuar, mas sem conseguir domar essa habilidade. Ela passa a ser tutorada por um diretor de teatro que vislumbra lapidar esse dom latente.

13. Rurouni Kenshin: Meiji Kenkaku Romantan (Rurouni Kenshin: Meiji Swordsman Romantic Story), por Nobuhiro Watsuki (Abril, 1994 – Setembro, 1999).

Top 20 Mangás

Durante 10 anos Kenshin vagou pelo Japão até encontrar abrigo no Dojo Kamiya, onde a jovem Kaoru Kamiya lecionava kendo no estilo Kamiya Kashin (Espada para a Vida). A errante caminhada do jovem ronin tinha um propósito: A expiação pelas inúmeras mortes que causara durante o Bakumatsu (fim do bakufu/shogunato) quando era um hitokiri (assassino retalhador) a serviço da Ishin Shishi (monarquistas que desejavam a restauração do governo para as mãos do imperador) do feudo de Choushuu. Nessa época, Kenshin ficou conhecido como “Hitokiri Battousai” (人斬り抜刀斎 – Battousai, o retalhador) por sua grande habilidade com o Battoujutsu. Mesmo com a vitória dos monarquistas que culminou na derrubada do Xogunato Tokugawa, dando origem a Era Meiji, Kenshin, arrependido pelas inúmeras vidas que tirou, decide nunca mais matar. Mesmo terminando sua longa jornada, o ex-hitokiri terá de brandir novamente sua Sakabatō (espada de gume invertido) para enfrentar novos e velhos inimigos.

12. Death Note, por Tsugumi Ohba e Takeshi Obata (Dezembro, 2003 – Maio, 2006).

Top 20 Mangás

A história centra-se em Light Yagami, um estudante do ensino médio que descobre um caderno sobrenatural chamado Death Note, no qual pode matar pessoas se os nomes forem escritos nele enquanto o portador visualizar mentalmente o rosto de alguém que quer assassinar. A partir daí Light tenta eliminar todos os criminosos e criar um mundo onde não exista o mal, mas seus planos são contrariados por L, um famoso detetive particular.

11. Ansatsu Kyoushitsu (Assassination Classroom), por Yuusei Matsui (Julho, 2012 – Abril, 2016).

Top 20 Mangás

O mangá conta a história de um alienígena com capacidade de alcançar a velocidade Mach-20, que acabara de destruir 70% da lua e anunciara que em um ano ele destruirá o planeta Terra. Sendo assim, o alienígena dá esperança à humanidade, quando secretamente, junto ao governo, se infiltra em um colégio e irá ensinar aos piores alunos, que tiram notas baixíssimas (turma 3-E) a como matá-lo, e o aluno que conseguir, ganhará uma recompensa milionária.

10. Kimetsu no Yaiba, por Koyoharu Gotouge (Fevereiro, 2016 – Maio, 2020)

Top 20 Mangás

Ambientada no Japão durante o Período Taishō (1912-1926), a história gira ao entorno de Tanjirō Kamado, um garoto bondoso e inteligente que vive junto com sua mãe e seus irmãos, ganhando dinheiro vendendo carvão, assim como seu falecido pai. Certo dia, ao voltar para casa após ter ido a uma cidade vender carvão, Tanjiro descobre que toda sua família foi atacada por onis, sendo que uma de suas irmãs, Nezuko, é a única que sobreviveu ao ataque. Nezuko então passa a ser um oni, mas ela surpreendentemente ainda demonstra sinais de emoções e pensamentos humanos. Tanjirō decide então se tornar um caçador de onis, e com a ajuda de Nezuko, passa a sair em jornadas pelo Japão a fim de impedir que a mesma tragédia que afetou sua família aconteça com outras pessoas, enquanto que ele busca uma maneira de tornar Nezuko humana novamente.

9. Haikyuu!!, por Haruichi Furudate (Fevereiro, 2012 – Julho, 2020)

Top 20 Mangás

Um adolescente se encanta pelo vôlei ao assistir um campeonato pela TV. Ele e outro amigo tentam formar um clube para o esporte dentro da escola, mas encontram dificuldades em recrutar jogadores. Após finalmente conseguir outros cinco jovens dispostos a embarcar nesse projeto, eles entram em um campeonato de verdade.

8. Boku no Hero Academia (My Hero Academia), por Kouhei Horikoshi (Julho, 2014 – Em publicação)

Top 20 Mangás

Por toda a sua vida, Izuku sonhou ser um heroi — um objetivo ambicioso para qualquer um, mas especialmente desafiador para um garoto sem superpoderes. Isso mesmo: em um mundo onde 80% da população tem algum tipo de Dom especial, Izuku teve a má sorte de nascer completamente normal. Mas isso não vai impedi-lo de se matricular em uma das academias de heróis mais prestigiosas do mundo.

7. Yuu Yuu Hakusho, por Yoshihiro Togashi (Novembro, 1990 – Julho, 1994)

Top 20 Mangás

Yusuke Urameshi, o personagem principal, salva uma menina de um atropelamento, mas acaba morrendo no acidente. De tão repentina e inesperada, a morte do garoto de 14 anos é uma surpresa até mesmo para os seres que habitam o Mundo Espiritual. A Yusuke, então, é dada uma nova chance: o garoto poderia escolher entre permanecer morto – esperando ser condenado ao inferno ou ascender ao céu – ou ressuscitar.

Mau aluno e com jeito de poucos amigos, Yusuke imagina que nem ele nem o mundo vão perder nada se continuar morto. Muda de idéia, porém, quando vê seu próprio velório e percebe que pessoas queridas estão sentindo sua falta. O garoto decide, então, voltar à vida. A condição para isso é que ele se torne um Detetive Sobrenatural. Sua missão? Caçar os demônios que teimam em fugir do Makai – o inferno – para atormentar os seres humanos. Assim começam as aventuras de Yusuke. E isso é só o início!

6. Gintama, por Hideaki Sorachi (Dezembro, 2004 – Junho, 2019)

Top 20 Mangás

Sakata Gintoki é um preguiçoso ex-samurai viciado em doces e líder do Yorozuya Gin-chan, uma organização que faz qualquer tipo de trabalho por dinheiro. Esta organização ainda possui outros dois integrantes: Shimura Shinpachi, um garoto otaku e correto que almeja ser um samurai, e Kagura, uma garota comilona que faz parte do clã Yato, o mais poderoso do universo. Os três integrantes do Yorozuya entram em grandes confusões e aceitam qualquer trabalho para fazer do mundo um lugar melhor. Gintama faz paródias de vários animes que tiveram seu mangá publicado na revista japonesa Shounen Jump, e também, faz paródias de celebridades, acontecimentos históricos, etc. Também retrata de uma forma cômica e muitas vezes emocionante os acontecimentos do turbulento fim do Tokugawa Bakufu. Além de trazer muitas paródias e comédia, Gintama também traz arcos repletos de ação e emoção.

5. Slam Dunk, por Takehiko Inoue (Setembro, 1990 – Junho, 1996)

Top 20 Mangás

Slam Dunk traz a história de Hanamichi Sakuragi, um estudante do colegial delinquente apaixonado pela delicada Haruko Akagi, que o introduz ao mundo do basquete. A partir daí, o desajeitado personagem começa a se envolver no esporte, em fazer parte de uma equipe e a se desenvolver como atleta e pessoa.

4. HUNTER x HUNTER, por Yoshihiro Togashi (Março, 1998 – Em publicação)

Top 20 Mangás

A série conta a história de Gon Freecss, um garoto de 12 anos que pretende se tornar um Hunter, um caçador de tesouros, lugares perdidos e criaturas estranhas.

Contudo, ao contrário da maioria dos Hunters que procuram fama e dinheiro, o herói da história tem uma motivação maior para querer ser um caçador – encontrar seu pai – um dos mais famosos hunters do mundo.

Mas não é qualquer um que pode se tornar um Hunter. Para poder praticar essa reconhecida profissão, é necessário ter uma licença especial – e para tirá-la é preciso passar – e sobreviver – a exames com milhares de inscritos. Uma vez aprovado e com sua licença Hunter em mãos, o caçador passa a ter direito a acessar áreas restritas, informações secretas e consegue acumular facilmente uma grande fortuna de acordo com seus feitos, incluindo ir atrás de Hunters que usam seus poderes para objetivos escusos.

3. Naruto, por Masashi Kishimoto (Setembro, 1999 – Novembro, 2014)

Top 20 Mangás
Naruto é um jovem órfão habitante da Vila da Folha que sonha se tornar o quinto Hokage, o maior guerreiro e governante da vila. Ao se graduar como ninja, descobre que tem um demônio raposa selado dentro de si. Seu pai, o quarto Hokage, aprisionou a raposa no próprio filho quando a raposa ameaçava destruir a Vila da Folha, sacrificando assim a própria vida. Agora Naruto vai contar com a ajuda dos colegas Sakura e Sasuke e do professor dos três, Kakashi Hatake, para perseguir seu sonho e deter os ninjas que planejam fazer mal á sua cidade.

2. One Piece, por Eiichiro Oda (Julho, 1997 – Em publicação)

Top 20 Mangás

One Piece segue a história de um grupo de piratas liderado por Monkey D. Luffy. O garoto, que possui um corpo elástico, pretende se tornar o Rei dos Piratas e para isso deve encontrar o One pPiece, tesouro misterioso capaz de torná-lo imbatível, segundo as lendas.

Os Piratas do Chapéu de Palha, como é conhecido o grupo, acabam vivendo momentos extremamente memoráveis. One Piece consegue unir bem temas como família, perda e perseguição de sonhos, resultando em uma obra mundialmente aclamada.

1. Dragon Ball, por Akira Toriyama (Novembro, 1984 – Maio, 1995)

Top 20 Mangás

Tudo começa com o pequeno garoto Son Goku, que mora sozinho na Montanha Paozu. Ele foi achado numa floresta pelo velho Son Gohan, que o ensinou artes marciais. Numa noite, Son Gohan foi morto por um monstro misterioso. Ágil, forte e sem nenhum sinal de maldade dentro de si, Goku se difere das outras pessoas por ter um rabo de macaco. Certo dia, Goku conhece a garota Bulma. Ela o convence a ajuda-lá na busca pelas Esferas do Dragão que, quando reunidas, invocam o Deus Dragão Shenlong que pode realizar um desejo. Com o tempo, Goku vai crescendo, fazendo novas amizades e livrando o mundo do Imperador Pilaf, as Forças Red Ribbon e o temível Piccolo Daimaoh.

E aí, o que você achou dessa lista? Concorda? Conta para a gente nos comentários!