Nesta última sexta-feira, 11, a autora de “As Sete Irmãs”, Lucinda Riley, faleceu. Ela tinha 55 anos e lutava há 4 contra um câncer.

Lucinda Riley

Em comunicado oficial da família da autora irlandesa, os fãs se depararam com a trágica notícia. Sua luta contra o câncer também não era largamente divulgada, pegando muitos de surpresa. Além disso, não foram revelados nada sobre o funeral, bem como, data e local.

Confira a nota:

“É com grande pesar que informamos que Lucinda faleceu esta manhã em paz, rodeada de uma família que era a coisa mais importante para ela.”

A autora irlandesa, de Lisburn – Irlanda do Norte, se mudou para Londres e estudou teatro na adolescência e, logo, começou a escrever e publicou seu primeiro romance em 1992.

Sua série de maior sucesso gira em torno do livro “As Sete Irmãs”. Aliás, ela é best-seller mundial, vendendo mais de 30 milhões de cópias de livros. Além disso, Riley publicou “A Sala das Borboletas”, “A Rosa da Meia Noite”, A Casa das Orquídeas” e outros livros de sucesso.

Ademais, a Editora Arqueiro, quem publica “As Sete Irmãs” no Brasil, deixou a sua singela homenagem à autora. Confira:

Conforme palavras da família, acima de tudo, Lucinda amava a vida e vivia cada momento ao máximo. Assim ela chegou a dizer:

“Por meio da dor e da alegria da jornada, aprendi a lição mais importante que a vida pode oferecer e estou feliz por isso. O momento é tudo o que temos.”

Fonte: Terra.