A animação catarinense Sonhos da Isah foi selecionada para o maior festival de cinema científico do mundo, o Science Film Festival: a produção entrou categoria “entretenimento educativo para a família”. O Festival de Cinema de Ciência acontece internacionalmente em 23 países, de 1º de outubro a 20 de dezembro, e pode ser acompanhado online.

sonhos da isah .bau

A animação catarinense Sonhos da Isah foi selecionada para o maior festival de cinema científico do mundo, o Science Film Festival: a produção entrou categoria “entretenimento educativo para a família”. O Festival de Cinema de Ciência acontece internacionalmente em 23 países, de 1º de outubro a 20 de dezembro, e pode ser acompanhado online. As datas variam em cada país participante – para conferir a programação no Brasil, acesse o site oficial do evento.

Sonhos da Isah conta a história de uma menina que tem o convívio diário com o pai interrompido – mas que consegue manter a proximidade com a figura paterna por meio de seus sonhos. A inspiração veio da vida do próprio idealizador e diretor do projeto, João Ricardo Costa:

– O start surgiu dos sonhos e anseios meus e da minha filha, porque nós dois não estávamos tendo o convívio normal diário que tínhamos antes; passou a ser apenas em dias estabelecidos – conta ele; que, na mesma época da separação, estudava publicidade e fazia uma pós-graduação em cinema. – Comecei a conversar com ela, e começamos a dividir essas dúvidas, esses pensamentos; e eu passei a retratar tudo isso no audiovisual. O início do projeto foi a realidade que eu e a minha filha estávamos vivendo.

João conta que Sonhos da Isah começou a ganhar corpo em 2015: nesta época, ele já tinha o roteiro, parceiros que trabalhariam na animação, compositores, e dinheiro vindo de uma campanha de financiamento coletivo.

Terminamos o episódio-piloto, e eu fiquei pensando como poderia fazer para divulgar o projeto para além do trabalho de conclusão de curso – ele narra. – Então comecei a inscrever a animação em festivais; mas de forma bem despretensiosa. Começamos a ser selecionado para alguns festivais, para a minha surpresa; tanto no Brasil quanto no exterior. Na época, conseguimos dublar a animação também em espanhol, e legendar em inglês. Fomos selecionados principalmente para festivais infantis em países da região andina. Isso nos deu ânimo para prosseguir, então fizemos mais episódios.

Sonhos da Isah já está em seu terceiro episódio – que, aliás, já foi selecionado para mais de 60 festivais, em países tão diferentes quanto Colômbia, México, Holanda, Rússia e Espanha; e venceu o premio Seu Zé de Melhor Animação no FESTCIMM Garanhuns 2020, o júri popular da Mostra Rio Branco Curta Caicó 2020, o júri popular Histórias Animadas do Prêmio Brasil de Cinema Infantil 2020, e os prêmios de de Melhor Filme, Roteiro e Direção no Cinestudantil 2020.

João comemora que o Science Film Festival trata de assuntos educativos: ecologia, racismo, ciência, a pandemia de coronavírus.

– É gratificante estar em meio a um conteúdo tão bom – comenta. – Meus festivais favoritos são os educativos, ou ao ar livre, quando os filmes são exibidos de forma gratuita, para todo mundo, sem cobrança de ingresso. É muito bom saber que tanta gente está tendo acesso ao trabalho que fizemos.